Lucro da Microsoft cresce 20% graças à Activision Blizzard (novamente)

Big tech tem um trimestre positivo e superando previsões, com Activision Blizzard tendo papel importante nisso. Vendas do Xbox batem queda histórica

Felipe Freitas
Por
Logotipo da Microsoft
Microsoft faturou US$ 21,9 bilhões no primeiro trimestre, crescimento de 20% comparado ao ano passado (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

A Microsoft divulgou nesta quinta-feira (25) o resultado financeiro referente ao primeiro trimestre (T1) de 2024. A big tech registrou lucro de US$ 21,9 bilhões (R$ 113 bilhões) e receita de US$ 61,9 bilhões (R$ 319 bilhões) no período. O lucro da Microsoft mostra um crescimento de 20% quando comparado ao mesmo trimestre de 2023 — e a Activision Blizzard é a maior responsável por isso.

O resultado da big tech superou as previsões de analistas financeiros. As análises indicavam que a Microsoft teria uma receita de US$ 60,8 bilhões e lucro por ação de US$ 2,82 — aqui os acionistas ganharão US$ 2,94. O crescimento da receita, quando comparado ao T1 de 2023, foi de 17%.

Activision Blizzard ajuda no crescimento financeiro

Sede da Activision em Santa Monica, na Califórnia (Imagem: Divulgação/Activision Blizzard)
Activision Blizzard segue impactando positivamente a receita da Microsoft seis meses após a fusão (Imagem: Divulgação/Activision Blizzard)

Este é o segundo trimestre em que a Microsoft inclui a operação da Activision Blizzard em seu resultado financeiro — o segundo em que ela puxa as finanças para o topo. A divisão de games e serviços da big tech, que não inclui o console Xbox, teve o melhor desempenho de todos os setores, com sua receita aumentando 62% em relação ao ano anterior (todo o empenho para adquirir a empresa de jogos está compensando).

Porém, ainda no assunto games, a Microsoft informou que as vendas do Xbox caíram 31% no ano a ano. Essa foi a maior queda do console desde o lançamento dos Xbox Series S e Series X em novembro de 2020. A Microsoft espera que a receita com da linha Xbox siga assim no próximo trimestre.

IA tem contribuição modesta na receita da Azure

Tecla colorida com a marca do Copilot
Primeiros Surfaces dedicados à integração com IA podem chegar nas próximas semanas (Imagem: Reprodução/Microsoft)

Durante a apresentação dos resultados financeiros, a Microsoft revelou que dos 31% de crescimento de receita da Azure, 7% vêm de seus produtos de inteligência artificial. A OpenAI, criadora do ChatGPT, é uma das clientes da Azure. No entanto, outras empresas também estão utilizando o processamento em nuvem da Microsoft para rodar suas soluções de inteligência artificial.

Enquanto a Meta anuncia que IA vai demorar para dar lucro, é especulado que o lançamento dos próximos Surfaces com o Snapdragon X Elite e Snapdragon X Plus tragam melhores resultados. Esses laptops serão a primeira leva de AI PCs da Microsoft, computadores que terão uma maior integração com inteligência artificial.

Com informações: CNBC e The Verge

Receba mais sobre Microsoft na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Freitas

Felipe Freitas

Repórter

Felipe Freitas é jornalista graduado pela UFSC, interessado em tecnologia e suas aplicações para um mundo melhor. Na cobertura tech desde 2021 e micreiro desde 1998, quando seu pai trouxe um PC para casa pela primeira vez. Passou pelo Adrenaline/Mundo Conectado. Participou da confecção de reviews de smartphones e outros aparelhos.

Canal Exclusivo

Relacionados