Notícias Gadgets

Kindles antigos vão perder acesso à loja de e-books da Amazon em agosto

Empresa irá impedir o acesso direto dos dispositivos mais antigos à loja, mas permitirá o envio de e-books através de outros aparelhos

Paula Alves
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Notícia nada boa para quem é dono de um Kindle antigo. Por meio de um e-mail enviado para alguns de seus usuários, a Amazon anunciou recentemente que modelos do dispositivo da 5ª geração e anteriores a ela não terão mais acesso à sua loja a partir de agosto de 2022. Os donos dos aparelhos afetados pela medida terão um desconto oferecido pela Amazon para adquirirem um novo modelo.

10 livros clássicos disponíveis no Kindle Unlimited / Amazon / Divulgação
Kindle (Imagem: Reprodução / Photo by @felipepelaquim on Unsplash)

Quinze anos após ter lançado seu primeiro Kindle, a Amazon faz agora uma grande mudança em aparelhos mais antigos da empresa, que fazem parte das suas primeiras cinco gerações.

De acordo com um e-mail enviado pela multinacional para alguns de seus usuários, detentores desses e-readers antigos, todos os modelos anteriores a 2012 perderão acesso à sua loja a partir de agosto.

Na prática, a mudança significa que os usuários não conseguirão pesquisar, comprar, emprestar ou navegar pelo site da empresa diretamente pelo dispositivo, mas poderão continuar a emprestar e comprar seus e-books através de um computador, celular ou tablet, os enviando para seu Kindle, sem perder a integração completa com a loja.

A medida, inclusive, não afeta os livros que o usuário já adquiriu e tem em seu aparelho, mas pode complicar a vida de quem costumava fazer todas as operações pelo próprio e-reader. Por isso, a Amazon está oferecendo um desconto para quem deseja adquirir um modelo mais novo do Kindle, que atualmente está em sua 11ª geração.

Nos EUA, o cupom promocional é de 30% e vem somado ainda a um crédito de US$ 40 oferecido para compras de e-books. No Brasil, esses valores ainda não foram divulgados.

Dispositivos antigos nos EUA perderam acesso à internet

O impedimento de acesso à loja da Amazon a partir de agosto é o primeiro grande problema que usuários mais antigos do Kindle enfrentam no Brasil. Nos EUA, porém, ainda em dezembro do ano passado, donos dos primeiros modelos de aparelhos, que não possuíam conectividade WiFi, perderem acesso à internet devido ao desligamento do 3G no país.

Entre os aparelhos afetados estavam os modelos básicos da primeira e segunda geração, além do Kindle DX da segunda geração.

Com informações: GoodEreader e Android Police

Paula Alves

Autora

Paula Alves é jornalista especialista em streamings e cultura pop. Formada pela Unesp (Universidade Estadual Paulista), antes do Tecnoblog, trabalhou por sete anos com jornalismo impresso na Editora Alto Astral. No digital, escreveu sobre games e comportamento para a Todateen e sobre cinema e TV para o Critical Hits. Apaixonada por moda, já foi assistente de produção do SPFW.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque