Windows 11 terá integração nativa com iCloud para fotos e vídeos do iPhone

iCloud ficará integrado na biblioteca de fotos do Windows 11; sistema operacional da Microsoft também ganhará aplicativos do Apple Music e Apple TV+

Lucas Braga
Por

Além de anunciar o Surface Laptop 5 e o Surface Pro 9, a Microsoft aproveitou o evento desta quarta-feira (12) para anunciar novidades relativas ao Windows 11. O sistema operacional da gigante de Redmond agora fica mais próximo do ecossistema da Apple ao ganhar integração com a biblioteca de Fotos do iCloud. A empresa também divulgou o lançamento de apps do Apple Music e Apple TV+.

Fotos e vídeos no iCloud passam a ser exibidos na galeria do Windows 11
Fotos e vídeos no iCloud passam a ser exibidos na galeria do Windows 11 (Imagem: Reprodução / Microsoft)

A biblioteca do iCloud ficará disponível na própria galeria nativa de fotos do Windows 11. Isso deve melhorar consideravelmente a integração com o ecossistema da Apple, já que o recurso traz uma experiência similar ao que é encontrado pelos usuários de iPhone que usam Mac.

Até então, o aplicativo do iCloud ficava dentro do explorador de arquivos, e cada foto ou vídeo era tratado como um arquivo. A experiência de uso é bem ruim, pois era necessário abrir cada item de forma individual e aguardar o download.

Apesar de a integração ser nativa, será necessário que os usuários do ecossistema da Apple baixem o aplicativo do iCloud na Microsoft Store e ativar a sincronização com a galeria. O aplicativo Fotos do Windows 11 também é compatível com a biblioteca do OneDrive.

A novidade deve chegar ao público através de uma atualização do Windows 11, com liberação prevista para novembro de 2022. O recurso já está disponível a partir de hoje para participantes do programa Windows Insider, espécie de programa beta da Microsoft.

Apple Music e Apple TV+ também chegarão ao Windows

Outra boa novidade relacionada ao mundo Apple é a chegada de aplicativos do Apple Music e Apple TV+ ao Windows. Até então, usuários dos serviços da maçã precisavam acessar pelo navegador ou pelo caquético e ultrapassado iTunes.

Os aplicativos do Apple Music e Apple TV+ chegam na Microsoft Store para PCs até o final de 2022. Usuários do Xbox já conseguiam assistir conteúdos do Apple TV+ pelo console, e a partir de hoje também poderão fazer streaming de músicas no serviço da maçã.

Com a novidade, a Apple pode conquistar novos usuários — especialmente para o serviço de músicas, visto que concorrentes como Spotify, Deezer e Tidal já oferecem aplicativos nativos para Windows.

O porém é que os serviços da Apple ficaram menos atrativos para brasileiros. Em setembro, a empresa anunciou aumento de 50,5% na mensalidade do Apple TV+, enquanto o Apple Music individual passou a custar R$ 21,90, com variação de 29,5% em relação ao preço anterior.

Lucas Braga

Repórter especializado em telecom

Lucas Braga é analista de sistemas que flerta seriamente com o jornalismo de tecnologia. Com mais de 10 anos de experiência na cobertura de telecomunicações, lida com assuntos que envolvem as principais operadoras do Brasil e entidades regulatórias. Seu gosto por viagens o tornou especialista em acumular milhas aéreas.

Relacionados

Relacionados