Agora você pode usar o ChatGPT no moderno Windows 3.1

Não quer ficar de fora das inovações da inteligência artificial generativa? O WinGPT leva o ChatGPT ao sistema operacional de 1990

Giovanni Santa Rosa
Por
WinGPT, com respostas meramente ilustrativas para os anos 90
WinGPT, com respostas meramente ilustrativas para os anos 90 (Imagem: Reprodução/dialup.net)

Aparentemente, não há limites para o ChatGPT. Depois de muitas empresas integrarem a inteligência artificial ou ferramentas similares em seus apps, o chatbot chegou a um lugar inesperado: o Windows 3.1. O programa se chama WinGPT e é criação de um misterioso desenvolvedor.

O WinGPT é uma versão bem básica do ChatGPT — afinal de contas, o sistema lançado em 1990 não tem tantos recursos. Mesmo assim, ele é capaz de dar respostas simples.

O aplicativo é uma criação de um desenvolvedor conhecido apenas como dialupdotnet, seu nome de usuário no Hacker News. Ele também programou o Windle, uma versão do jogo de adivinhar palavras Wordle que roda no Windows 3.1.

ChatGPT no Windows 3.1 é bastante limitado (jura?)

O programa foi escrito em C usando a API do Windows. Segundo o desenvolvedor responsável, cada componente da interface precisou ser construído manualmente no código.

As opções eram incrivelmente limitadas — não havia, por exemplo, uma opção nativa para criar uma barra de status. O desenvolvedor pediu ajuda ao próprio ChatGPT, mas ele alucinou na resposta e sugeriu uma biblioteca de interfaces que não existe — irônico, mas esperado.

O processamento não é feito localmente, como você pode imaginar. O WinGPT se conecta ao servidor da OpenAI usando TLS 1.3, sem precisar de uma máquina mais moderna para intermediar a ligação.

Mesmo assim, as limitações de memória do Windows 3.1 foram um desafio. “As respostas JSON das APIs modernas não são muito otimizadas em relação ao tamanho, e a da OpenAI não é uma exceção”, explica o desenvolvedor.

A saída foi pedir para o modelo ser sucinto nas respostas. Além disso, o WinGPT não envia o texto das perguntas anteriores, o que significa que não dá para conversar com o bot — só perguntas e respostas, sem contexto, direto ao ponto.

Ícone do WinGPT
Ícone do WinGPT (Imagem: Reprodução/dialup.net)

Para o dialupdotnet, uma parte divertida de fazer o WinGPT foi criar o ícone do programa no Editor de Imagem da Borland. A imagem tem 32 x 32 pixels e mostra um robozinho com um balão de fala, bem ao estilo das versões antigas do Windows.

O WinGPT está disponível para download no site dialup.net. Ele roda em qualquer versão do Windows de 16 ou 32 bits. Para funcionar, ele precisa de uma implementação do Winsock e de uma chave de API da OpenAI.

Com informações: dialup.net, The Verge

Receba mais sobre ChatGPT na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Giovanni Santa Rosa

Giovanni Santa Rosa

Repórter

Giovanni Santa Rosa é formado em jornalismo pela ECA-USP e cobre ciência e tecnologia desde 2012. Foi editor-assistente do Gizmodo Brasil e escreveu para o UOL Tilt e para o Jornal da USP. Cobriu o Snapdragon Tech Summit, em Maui (EUA), o Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre (RS), e a Campus Party, em São Paulo (SP). Atualmente, é autor no Tecnoblog.

Relacionados