AMD revela quatro novos processadores da linha Ryzen

Processadores AMD Ryzen 3 2300X e Ryzen 5 2500X prometem até 10% mais desempenho; chips Ryzen 5 2600E e Ryzen 7 2700E têm baixo consumo de energia

Emerson Alecrim
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses
AMD Ryzen

A AMD continua renovando as suas linhas de processadores. Pouco dias depois de anunciar os novos chips Athlon e Ryzen Pro, a companhia revelou os modelos Ryzen 3 2300X e Ryzen 5 2500X, ambos voltados a desktops. Outras novidades são os processadores Ryzen 5 2600E e Ryzen 7 2700E.

AMD Ryzen 3 2300X e Ryzen 5 2500X

O Ryzen 3 2300X é um processador com quatro núcleos, quatro threads, frequência de 3,5 GHz (máximo de 4 GHz), 8 MB de cache L3 e TDP de 65 W.

Por sua vez, o Ryzen 5 2500X conta com quatro núcleos, oito threads, frequência de 3,6 GHz (máximo de 4 GHz), 8 MB de cache L3 e TDP de 65 W.

Os dois chips são baseados na arquitetura Zen+, contam com tecnologia de fabricação de 12 nanômetros, são compatíveis com memórias DDR4 de até 2.933 MHz, funcionam com o soquete AM4 e, nas palavras da AMD, têm de 8% a 10% mais desempenho em cargas de trabalho single e multithreading em relação à geração anterior (especificamente, os modelos Ryzen 3 1300X e Ryzen 5 1500X).

Ainda de acordo com a companhia, o Ryzen 3 2300X e o Ryzen 5 2500X seguem o desenho de duplo CCX (basicamente, um CCX é uma estrutura que reúne quatro núcleos com cache L3 ao centro compartilhado entre eles), tal como a geração anterior. No entanto, somente um CCX está habilitado nos modelos recém-anunciados.

Está aí a razão para os novos processadores terem 8 MB de L3 em vez dos 16 MB de alguns modelos da geração anterior: há 8 MB por CCX. O Ryzen 5 1500X, por exemplo, possui duplo CCX, mas com dois núcleos desabilitados dentro de cada um deles, razão pela qual o chip chegou ao mercado como quad-core, mas com 16 MB de cache.

Apesar da quantidade menor de cache, a AMD ressalta ganho de desempenho nos novos chips por, entre outras razões, não haver necessidade de comunicação entre os dois CCXs, o que diminui a latência.

Acer Nitro N50-100

Acer Nitro N50-100

Ambos os processadores são destinados ao segmento OEM, ou seja, têm sua distribuição destinada prioritariamente a fabricantes de computadores. É por esse motivo que os preços não foram revelados. O Nitro N50-100, da Acer, é um dos primeiros computadores baseados na nova leva de processadores: o equipamento tem processador Ryzen 5 2500X.

AMD Ryzen 5 2600E e Ryzen 7 2700E

Já os processadores Ryzen 5 2600E e Ryzen 7 2700E também são baseados na arquitetura Zen+, mas chegam como opções para computadores focados em baixo consumo de energia, como desktops compactos que, como tal, não têm espaço para sistemas avançados de resfriamento. As especificações são as seguintes:

  • Ryzen 5 2600E: seis núcleos, 12 threads, frequência de 3,1 GHz (máximo de 4 GHz), 16 MB de cache e TDP de 45 W;
  • Ryzen 7 2700E: oito núcleos, 16 threads, frequência de 2,8 GHz (máximo de 4 GHz), 16 MB de cache e TDP de 45 W.

Os preços desses dois chips também não foram revelados.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Canal Exclusivo

Relacionados