Apple inaugura plataforma de anúncios no Brasil

Desenvolvedores de apps poderão comprar espaços na App Store. Pagamento deve ser feito em outras moedas, como o dólar americano.

Thássius Veloso
Por
Ilustração mostra a marca da Apple e a bandeira do Brasil
Apple traz novo serviço para o Brasil (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

A Apple divulga hoje o início da plataforma Apple Search Ads no Brasil. Ela permite comprar anúncios em variados espaços da App Store, a loja oficial de aplicativos do iPhone. O início das operações irá ocorrer “em breve”, segundo a empresa informou a jornalistas numa reunião da qual eu participei.

A expansão também vale para outros países das Américas: Bolívia, Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Honduras, Panamá, Paraguai e República Dominicana. Apesar da chegada ao Brasil, a Apple Search Ads não aceitará o real brasileiro como pagamento neste momento. Será preciso utilizar outras moedas, como o dólar americano, o euro ou o peso mexicano.

Esta é a estreia da plataforma de publicidade online da empresa por aqui. Conforme eu mesmo escrevi no ano passado, a Apple tem se aproximado do Brasil – basta ver o que aconteceu com o iPhone 15.

O que é Apple Search Ads?

A plataforma Apple Search Ads permite que os interessados comprem anúncios nos serviços da Apple. Atualmente, o principal foco está na App Store, tendo em vista que o aplicativo traz diversas posições para anúncios.

A gigante de Cupertino afirma que são quatro formatos premium:

  • Tela Hoje, logo abaixo do destaque principal
  • Na área de Sugestões da tela de Buscar
  • Nos resultados de busca
  • Na área Você Também Pode Gostar De da página de app
Print do aplicativo da App Store com o primeiro resultado da busca em formato de anúncio
Plataforma de publicidade da Apple exibe anúncios na App Store (Imagem: Divulgação/Apple)

De acordo com a empresa, os anúncios em páginas de busca obtêm o dobro de impressões dos resultados orgânicos. Todos os espaços de publicidade são marcados com a etiqueta de “Ad”. A Apple afirma que “não compramos nem compartilhamos as informações particulares das pessoas com outras companhias”.

Os desenvolvedores brasileiros da apps já conseguiam usar o Search Ads para alcançar usuários de iPhone em outros países, mas não no Brasil. O estúdio de games brasileiro Wildlife declarou em nota que a novidade “permitirá elevar o nível de conhecimento e de crescimento dos nossos jogos”.

Relacionados