Google remove mais apps chineses com milhões de downloads por fraude em anúncios

Aplicativos eram do DU Group, desenvolvedor com participação da chinesa Baidu

Paulo Higa
Por
• Atualizado há 2 anos e 4 meses
Total Cleaner

O Google removeu seis aplicativos de mais um desenvolvedor chinês da Play Store por cometer fraude em anúncios. Desta vez, a empresa envolvida é a DU Group, desmembrada da gigante Baidu — que ainda possui 34% de participação na companhia. O Selfie Camera, mais popular da lista, tinha 50 milhões de downloads na loja de aplicativos do Android.

O DU Group não é o primeiro a se envolver no esquema: em novembro de 2018, os aplicativos para Android da também chinesa Cheetah Mobile, como o Clean Master e o Battery Doctor, foram acusados de fraude. Basicamente, esses aplicativos rodam em plano de fundo e geram cliques falsos em propagandas, o que traz prejuízos aos anunciantes e receita fraudulenta ao desenvolvedor.

De acordo com o BuzzFeed, pelo menos seis aplicativos do DU Group fazem cliques fraudulentos em anúncios. São eles: Selfie Camera, Total Cleaner, Smart Cooler, RAM Master, AIO Flashlight e Omni Cleaner. Cinco têm mais de 10 milhões de downloads cada. Os aplicativos, que foram baixados mais de 90 milhões de vezes, já não estão mais disponíveis na Play Store.

Avaliações do Total Cleaner na Play Store

Avaliações do Total Cleaner na Play Store

Apps clicavam em anúncios fingindo que eram os próprios usuários

A própria equipe de desenvolvimento dos aplicativos documentava a fraude: um dos códigos “verificava se o usuário ainda não havia clicado em um anúncio e então clicava em intervalos aleatórios”. Como os cliques aconteciam mesmo quando o aplicativo não estava aberto, a bateria do aparelho e a franquia de dados poderiam ser consumidas mais rapidamente.

Além de cometerem fraude, os aplicativos pediam permissões invasivas. Por exemplo, o AIO Flashlight, cuja única função deveria ser o de funcionar como lanterna, solicitava 31 permissões — sendo que sete foram consideradas “perigosas” pelo BuzzFeed, por fornecerem acesso a dados sensíveis. Para fins de comparação, existem lanternas na Play Store que só precisam de duas permissões para funcionar.

Outra característica dos aplicativos do DU Group é que a política de privacidade estava hospedada em páginas aleatórias no Tumblr, como dreamilyswimmingwizard.tumblr.com ou superiorzzr.tumblr.com. E, claro, em nenhum momento era dito que os dados do usuário são coletados pelo DU Group e enviados para a China.

Em nota, o Google diz que removeu os aplicativos fraudulentos da Play Store e os colocou em uma lista negra. Eles não poderão mais gerar receita a partir de anúncios na plataforma Google AdMob.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Paulo Higa

Paulo Higa

Ex-editor executivo

Paulo Higa é jornalista com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. No Tecnoblog, atuou como editor-executivo e head de operações entre 2012 e 2023. Viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. Foi coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Canal Exclusivo

Relacionados