Mark Zuckerberg

O Facebook promoveu recentemente uma grande reorganização em seu quadro de executivos. Alguns assumiram novas responsabilidades enquanto outros trocaram de função. Nesse processo, uma divisão focada em blockchain foi criada. Ela pode ser a base para um possível plano audacioso da companhia: lançar a própria criptomoeda.

Sistemas de blockchain são a base do Bitcoin e tantas outras moedas digitais. Apesar disso, soa como pouco provável a possibilidade de o Facebook ingressar nesse meio. Talvez a divisão de blockchain vise apenas permitir que a rede social suporte transações com criptomoedas já existentes ou utilize a tecnologia para validar identidades, por exemplo.

Porém, pessoas próximas ao Facebook disseram ao site norte-americano Cheddar que o plano de criar uma criptomoeda não é tão improvável assim. Na verdade, as fontes sinalizaram que a companhia está pensando seriamente nessa possibilidade.

A moeda permitiria aos usuários do Facebook no mundo todo realizar pagamentos ou transferências de valores dentro da plataforma. Seria algo mais confiável e rápido do que o Facebook Credits. Lançada em 2009, mas descontinuada em 2013 por baixa adesão, essa moeda virtual permitia compras em jogos como FarmVille.

Não deve ser algo para breve. De acordo com as fontes, o Facebook pode levar anos para concluir o projeto. Nesse meio tempo, é possível até que a companhia adquira empresas que lidam com a tecnologia.

Pelo menos por enquanto, o Facebook prefere não comentar o assunto. Mas é fato que a companhia está tratando o blockchain com muito interesse: ao Cheddar, um representante disse que “assim como outras empresas, o Facebook está explorando maneiras de alavancar o poder da tecnologia blockchain”.

Outra pista forte: a empresa colocou David Marcus para comandar a divisão de blockchain, uma pessoa bem familiarizada com transações financeiras. O executivo liderou o Facebook Messenger por quatro anos, mas, antes disso, foi CEO do PayPal. Ele também é membro do conselho da Coinbase, uma das maiores casas de câmbio de moedas digitais do mundo.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Canal Exclusivo

Relacionados