Facebook cria Portal do Cidadão para aproximar políticos e eleitores

O Portal do Cidadão permite enviar e-mails e seguir a página do Facebook de políticos eleitos

Victor Hugo Silva
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses

Os brasileiros elegeram neste domingo (7) seus novos representantes na Câmara dos Deputados, no Senado Federal, nas Assembleias Legislativas e em alguns governos estaduais. Pensando nisso, o Facebook liberou o Portal do Cidadão, uma área que permite um contato mais direto com os políticos eleitos.

A seção oferece opções para seguir a página e mandar um e-mail para os políticos. Além disso, ela reúne informações compartilhadas por eles e outros órgãos governamentais como a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e a Polícia Civil.

 

“Proporcionar uma via de comunicação fácil pode ajudar as pessoas a terem voz no governo, além de ajudar a manter os representantes eleitos e agências governamentais mais acessíveis e transparentes”, disse o Facebook em comunicado sobre o Portal do Cidadão.

O recurso já está disponível no menu do aplicativo do Facebook para Android e iOS. Ele permite definir uma cidade para você acompanhar representantes municipais, estaduais e federais. Por enquanto, ele mostrará os atuais representantes e aqueles que serão empossados em 1º de janeiro de 2019.

O Facebook afirma que o Brasil é o segundo país no mundo a receber o Portal do Cidadão. Ela já está disponível desde 2016 para os usuários nos Estados Unidos, onde foi batizada de “Town Hall”.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Victor Hugo Silva

Victor Hugo Silva

Ex-autor

Victor Hugo Silva é formado em jornalismo, mas começou sua carreira em tecnologia como desenvolvedor front-end, fazendo programação de sites institucionais. Neste escopo, adquiriu conhecimento em HTML, CSS, PHP e MySQL. Como repórter, tem passagem pelo iG e pelo G1, o portal de notícias da Globo. No Tecnoblog, foi autor, escrevendo sobre eletrônicos, redes sociais e negócios, entre 2018 e 2021.

Canal Exclusivo

Relacionados