Faltou na aula online via Google Meet? Mais professores vão ficar sabendo

Relatórios de participação do Google Meet serão enviados automaticamente para professores mesmo quando há poucos alunos na aula

Bruno Gall De Blasi
Por
Google Meet App (Imagem: Gabrielle Lancellotti/Tecnoblog)

Não é porque a aula é online que a lista de presença não será preenchida. E agora mais professores que usam o Google Meet vão ficar sabendo quando os alunos faltam não: a plataforma vai enviar automaticamente relatórios de participação mesmo em chamadas com poucos participantes. A mudança foi anunciada no blog do Google Workspace nesta segunda-feira (21).

A alteração reduz a quantia mínima de integrantes em uma aula online para o envio automático dos relatórios. Com a atualização, a chamada de vídeo só precisa ter dois participantes ou mais para que o levantamento de presença seja remetido. Antes, era necessário ter cinco ou mais alunos na transmissão.

O relatório é destinado aos usuários do Google Workspace for Education Plus e do Teaching and Learning Upgrade. Através dele, os professores podem ver a frequência de presença dos alunos em reuniões feitas pelo Google Meet. O documento é composto pelas seguintes informações, segundo o Google:

  • “Nome do participante”;
  • “E-mail do participante”;
  • “Tempo total que um participante esteve na chamada, incluindo quando entrou e saiu”.

A atualização fará com que mais professores tenham acesso à lista de presença com menos dificuldade. Afinal, não é preciso ter muitos alunos na aula online para que o relatório seja emitido automaticamente. E levando em consideração que é necessário ter no mínimo dois participantes, o documento será enviado quase que em qualquer chamada feita pelo Google Meet.

Atualização do Google Meet já está disponível

O Google informa que o recurso está habilitado por padrão. Além disso, a novidade está sendo liberada gradualmente desde segunda-feira (21). O prazo é válido para domínios que participem dos ciclos rápido e agendado de atualização. 

O Google revelou outros recursos para educação na semana passada. No dia 17, a companhia anunciou uma função para dar dicas aos alunos quando uma pergunta for muito difícil. A novidade do Google Classroom é conhecida como Practice Sets.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Bruno Gall De Blasi

Bruno Gall De Blasi

Ex-autor

Bruno Gall De Blasi é jornalista e cobre tecnologia desde 2016. Sua paixão pelo assunto começou ainda na infância, quando descobriu "acidentalmente" que "FORMAT C:" apagava tudo. Antes de seguir carreira em comunicação, fez Ensino Médio Técnico em Mecatrônica com o sonho de virar engenheiro. Escreveu para o TechTudo e iHelpBR. No Tecnoblog, atuou como autor entre 2020 e 2023.

Canal Exclusivo

Relacionados