Google revela quando encerrará o suporte para Chrome Apps

Os aplicativos do Chrome que rodam "fora" do navegador começarão a perder o suporte em junho

Victor Hugo Silva
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses

Os Chrome Apps estão com os dias contados. O Google anunciou anos atrás que eles seriam encerrados em 2018, mas acabou prorrogando o prazo. Agora, a empresa informou quando isso, de fato, acontecerá no Windows, no macOS, no Linux e no Chrome OS.

Os aplicativos do Chrome utilizam recursos do navegador, mas, ao contrário das extensões, são exibidos em uma janela própria. De acordo com o Google, a Chrome Web Store permitirá novos apps apenas até março deste ano.

A partir de junho, eles terão o suporte encerrado para Windows, macOS e Linux. Os usuários do Chrome Enterprise e do Chrome Education Upgrade, no entanto, terão um prazo maior e poderão seguir com os apps até dezembro.

Em junho de 2021, o Google encerrará o suporte para os aplicativos no Chrome OS, além de APIs usadas para desenvolvê-los. Novamente, usuários do Chrome Enterprise e do Chrome Education Upgrade terão mais tempo e poderão usar os aplicativos até junho de 2022.

A decisão não deve afetar muitos usuários. Em 2016, o Google afirmou que somente 1% dos usuários no Windows, no macOS e no Linux usavam Chrome Apps. Em 2017, eles perderam o destaque na Chrome Web Store. É importante lembrar que o fim do suporte não interfere nas extensões, que ainda serão oferecidas na Chrome Web Store.

“Promover um ecossistema robusto de extensões é fundamental para a missão do Chrome e estamos comprometidos em fornecer uma plataforma de extensão útil para personalizar a experiência de navegação para todos os usuários”, afirmou o Google, em seu comunicado.

Com informações: Google, The Verge.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Victor Hugo Silva

Victor Hugo Silva

Ex-autor

Victor Hugo Silva é formado em jornalismo, mas começou sua carreira em tecnologia como desenvolvedor front-end, fazendo programação de sites institucionais. Neste escopo, adquiriu conhecimento em HTML, CSS, PHP e MySQL. Como repórter, tem passagem pelo iG e pelo G1, o portal de notícias da Globo. No Tecnoblog, foi autor, escrevendo sobre eletrônicos, redes sociais e negócios, entre 2018 e 2021.

Canal Exclusivo

Relacionados