Google testa Orion Wifi em locais com sinal de celular fraco

Orion Wifi alterna automaticamente para rede Wi-Fi local se sinal de telefonia móvel estiver fraco

Emerson Alecrim
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses
Usando celular. Foto: terimakasih0/Pixabay

Todo mundo já passou pela experiência de entrar em uma loja ou estação de metrô, por exemplo, e perceber que o sinal de 3G / 4G está fraco. Para situações como essas, o Google está testando uma nova tecnologia: o Orion Wifi conecta automaticamente o celular do usuário a uma rede sem fio local quando o sinal de telefonia móvel não tiver bom alcance.

O sistema está sendo desenvolvido pela Area 120, divisão do Google que trabalha em projetos experimentais. O Orion Wifi é uma das várias iniciativas que estão por lá e tem tudo para ser uma das mais promissoras, afinal, tenta resolver um problema que é bastante frequente.

A perda de sinal de telefonia móvel acontece até em regiões que têm boa cobertura de 3G ou 4G. Impedimentos estruturais, como estações subterrâneas do metrô, são a principal causa. É por isso que, nesses lugares, é comum que operadoras instalem antenas para permitir que seus clientes tenham sinal enquanto usam o transporte público.

Porém, parcerias entre estabelecimentos e operadoras só costumam ser viáveis em locais muito movimentados. É aqui que a proposta do Orion Wifi ganha sentido: se o sinal de celular estiver fraco, a conexão é transferida para a rede Wi-Fi local sem que o usuário tenha que executar uma ação para isso — não é necessário digitar senha ou escolher uma rede em uma lista, por exemplo.

Cabe ao sistema da operadora decidir pela conexão ao Orion Wifi. A transição entre a rede móvel e o Wi-Fi é feita automaticamente e baseada em alguns parâmetros. Se a rede Wi-Fi estiver congestionada, por exemplo, a mudança não será feita.

Wi-Fi/ Rawpixel / Unsplash

Para os estabelecimentos, o Orion Wifi pode ser útil para ajudar na movimentação de clientes. Taxas também podem ser cobradas das operadoras pela prestação do serviço. Para estas, o sistema é uma forma relativamente barata de oferecer serviços em locais com deficiência de sinal. Eventualmente, o serviço pode ser remunerado com uma cobrança de tarifa adicional. As possibilidades de exploração comercial são numerosas.

Um detalhe interessante é que, para esse tipo de serviço ser implementado, não é necessário realizar grandes mudanças na rede Wi-Fi já instalada no local. De todo modo, o Google está fechando parcerias com empresas como Cisco, CommScope e Mist para garantir compatibilidade de equipamentos com o Orion Wifi.

Por ora, o serviço está em teste em alguns lugares públicos dos Estados Unidos. Como este é um projeto em desenvolvimento, ainda não há informação sobre expansão internacional.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Canal Exclusivo

Relacionados