O que é Wi-Fi Mesh?

Entenda o que é uma rede Wi-Fi Mesh, conheça as diferenças para a tradicional, e saiba por que é melhor do que usar repetidores

Ronaldo Gogoni
Por

O Wi-Fi Mesh é uma nova tecnologia que oferece uma melhor forma de conectar nossos dispositivos à internet: ela permite aumentar o tamanho de nossa rede sem prejudicar a performance, apenas adicionando novos pontos de acesso, de forma fácil e rápida. Descubra aqui o que é Wi-Fi Mesh, seus benefícios e suas desvantagens.

Multilaser Cosmo / Wi-Fi Mesh

O que é Wi-Fi Mesh?

O Wi-Fi Mesh é uma nova tecnologia de redes sem fio, que utiliza uma topologia de malha (no original em inglês, mesh) onde todos os terminais são conectados entre todos, agindo como uma única rede sem fio com vários pontos espalhados. Parece com o conceito de usar repetidores, mas funciona de forma totalmente diferente.

Quando você instala um repetidor em casa, para expandir o sinal de sua rede, o que você está fazendo na verdade é criar outra rede, e com uma velocidade menor do que a origem da conexão (modem ou roteador). Outra solução seria comprar um roteador potente. Mas, como eles não fazem milagres, nem sempre cobrem áreas grandes.

O Mesh funciona assim: você configura a primeira unidade do conjunto, que receberá o sinal da internet, e ela se encarregará de distribuir a rede para outras unidades semelhantes, de forma automática e sem perda de dados, ou de velocidade.

Isso porque:

  1. A rede continua sendo uma só;
  2. Apenas um ou alguns terminais recebem a entrada da internet, e não todos.

Intelbras Twibi / exemplo de rede Wi-Fi Mesh

Por isso mesmo, você só precisa configurar a rede uma vez, e se conectar em seus dispositivos em apenas uma rede. Se você mudar de lugar na casa, o sistema irá identificar o terminal Mesh mais próximo, que está configurado com o mesmo nome de rede e senha que todos os outros. E o melhor, sem perdas de velocidade.

Quais os benefícios do Wi-Fi Mesh?

Logo de cara, é a possibilidade de utilizar o máximo de velocidade de sua rede Wi-Fi o tempo todo, diferente do que acontece ao usar um roteador, porque há um limite para amplificar o sinal. O alcance também é em teoria ilimitado, desde que os pontos de acesso estejam sempre dentro do alcance uns dos outros, e que você possua quantos pontos forem necessários. Não é preciso configurar pontos adicionais, é só ligar e usar.

Exatamente por isso, há estudos urbanos para a implementação de redes Wi-Fi públicas utilizando a tecnologia Mesh, visto que dada a disponibilidade de pontos de acesso, é possível conectar uma cidade inteira, com um mínimo necessário para configurar a rede.

Multilaser Cosmo / Wi-Fi Mesh

E quais as desvantagens?

Como toda nova tecnologia, o Wi-Fi Mesh esbarra no problema do preço. Ainda não há escala suficiente e ainda é pouco conhecida. Dessa forma, a média de um kit com três pontos de acesso pode custar entre R$ 400 e R$ 1 mil, dependendo da marca do fabricante; em comparação, um roteador de boa qualidade, inclusive com a tecnologia MU-MIMO, pode ser encontrado por valores semelhantes, e é geralmente p preferido pelos consumidores.

De qualquer forma, por se tratar de uma tecnologia recente, a tendência é o Wi-Fi Mesh se tornar popular com o tempo, principalmente por ser uma solução muito melhor do que as que usamos hoje para expandir o alcance de nossas redes domésticas. Sendo assim, os kits com pontos de acesso deverão se tornar mais acessíveis no futuro.

Ronaldo Gogoni

Ronaldo Gogoni é formado em Análise de Desenvolvimento de Sistemas e Tecnologia da Informação pela Fatec (Faculdade de Tecnologia de São Paulo). No Tecnoblog, fez parte do TB Responde, explicando conceitos de hardware, facilitando o uso de aplicativos e ensinando truques em jogos eletrônicos. Atento ao mundo científico, escreve artigos focados em ciência e tecnologia para o Meio Bit desde 2013.

Relacionados

Relacionados