Hyperloop One atinge 310 km/h em primeiro teste bem-sucedido de seu veículo

Felipe Ventura
Por
• Atualizado há 2 dias

Nós falamos por aqui sobre o Hyperloop, um conceito criado por Elon Musk para evoluir o transporte de pessoas e carga. Nele, pods viajam em alta velocidade através de tubos de metal suspensos.

A startup Hyperloop One testou seu pod pela primeira vez, e foi um sucesso: ele atingiu 310 km/h em uma pista de 500 m construída no deserto de Nevada, perto de Las Vegas.

Este vagão, chamado XP-1, ainda é preliminar: trata-se apenas de uma estrutura de fibra de carbono com 8,7 m de comprimento em um chassi para levitação magnética.

Um motor elétrico foi usado para acelerar o pod, e o tubo com 3,5 de diâmetro foi despressurizado “até o equivalente do ar a 200 mil pés acima do nível do mar”, segundo a Hyperloop One. O teste foi realizado em 29 de julho.

https://www.youtube.com/watch?v=uLh1alyhc1E

Esta é a “Fase 2”. Em maio, a startup realizou seu primeiro teste bem-sucedido no tubo de vácuo, chamado DevLoop. O veículo — basicamente um carrinho — atingiu 110 km/h usando levitação magnética.

A Hyperloop One vem divulgando seus avanços porque quer construir logo este meio de transporte — que deve custar bilhões. O CEO, Rob Lloyd, diz ao TechCrunch que o próximo passo “é realmente se envolver em discussões comerciais profundas com governos e clientes em todo o mundo… Nosso foco está mudando para a fase de comercialização”.

A startup já recebeu investimentos do governo de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos; da SNCF, que cuida do sistema ferroviário da França; e da GE Ventures.

Com informações: Hyperloop One, Ars Technica.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Ventura

Felipe Ventura

Ex-editor

Felipe Ventura fez graduação em Economia pela FEA-USP, e trabalha com jornalismo desde 2009. No Tecnoblog, atuou entre 2017 e 2023 como editor de notícias, ajudando a cobrir os principais fatos de tecnologia. Sua paixão pela comunicação começou em um estágio na editora Axel Springer na Alemanha. Foi repórter e editor-assistente no Gizmodo Brasil.

Canal Exclusivo

Relacionados