IA do Google recomenda beber urina para tratar pedra nos rins

Snippet de resposta para buscas com IA do Google indica que beber urina é bom para eliminar pedra nos rins. Ferramenta ainda está em fase de testes

Felipe Freitas
Por
CEO do Google Sundar Pichai apresenta o projeto Gemini no Google I/O 2023
Recurso de resposta rápida por IA do Google deu uma resposta estranha para tirar pedra do rim (Imagem: Reprodução/Google)

O buscador do Google turbinado por inteligência artificial surpreendeu usuários ao recomendar que eles bebessem urina para tratar o problema de pedras nos rins. Essa mesma recomendação – sem qualquer embasamento científico – foi obtida por várias pessoas, segundo relatos nas redes sociais.

Os usuários queriam saber sobre como lidar rapidamente com essa situação de saúde. O chamado Google SGE indicava a ingestão de muito líquido para se hidratar. Também falava no uso de pelo menos 2 litros de urina a cada 24 horas, com o objetivo de clarear a própria urina.

Snippet de IA do Google sugere ao usuário beber urina (Imagem: Reprodução/SE Roundtable)

O Google enviou uma nota para o Tecnoblog se pronunciando sobre o caso. A empresa reforça que utiliza proteções para que a IA apresente informações confiáveis. A big tech confirmou que tomou medidas para remover essa resposta da IA. Confira a nota na íntegra.

Temos proteções robustas de qualidade implementadas para apresentar informações confiáveis nas informações geradas pela IA. Este foi um caso em que fornecemos informações de apoio de alta qualidade para a consulta, porém, infelizmente, a informação gerada pela IA foi formulada de maneira imprecisa. Tomamos medidas, de acordo com nossas políticas, para que esta resposta não seja mais exibida.”

Caso relembra críticas de que Gemini foi apressado

Pouco depois do lançamento do Bard (hoje Gemini), lá em fevereiro de 2023, surgiram relatos de que os funcionários da big tech foram contra a estreia da IA. O principal ponto dessas reclamações era de que a inteligência artificial foi apressada. Inclusive muitos empregados do Google tiveram que dedicar uma parte do seu tempo para treinar a IA, corrigindo respostas impróprias ou erradas.

A resposta do widget do Google sugerindo ao usuário beber urina é um dos vários pontos a favor dos funcionários da big tech. Além dele, o Microsoft Copilot e outras ferramentas similares costumam entregar respostas erradas com muita convicção.

Se você já teve pedra no rim ou conhece alguém que passou por esse problema, provavelmente já ouviu alguém dizer que beber refrigerante quente sabor cola (ou Coca com abacaxi) ajuda a eliminar a pedra — uma enorme mentirada. O refrigerante é justamente um dos alimentos que contribui para a formação de pedras.

Pelo menos nos testes feitos aqui, o Gemini passou informações corretas e abrangentes sobre como cuidar do problema. Cabe lembrar que o Google SGE está em testes nos Estados Unidos e deve se tornar parte nativa da busca neste mês. No mais, em caso de doenças, busque um posto de saúde — não uma inteligência artificial.

Com informações: SE Roundtable

Relacionados