SSD da Intel em formato de régua é o mais denso do mundo

Intel SSD DC P4500 é uma régua de 32 terabytes para servidores de data center

Felipe Ventura
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses
Walden Kirsch/Intel Corporation

A capacidade dos SSDs vem batendo recordes, aumentando de forma impressionante. Eles também estão assumindo novos formatos: a Intel anunciou o P4500, uma régua de 32 terabytes para servidores de data center.

Segundo a Intel, este é o SSD mais denso do mundo. Isto é, ele armazena mais dados em relação a seu volume. São 30 cm de comprimento (como uma boa régua), 4 cm de largura e 0,75 cm de espessura.

É possível reunir até 32 réguas de 32 TB em um mesmo rack de servidor. Isso equivale a um petabyte (1 PB) de dados. Elas podem substituir os tradicionais SSDs quadrados de 2,5 polegadas.

A ideia aqui é reduzir os custos de resfriamento e o consumo de energia. A Intel diz que o item mais caro na maioria dos data centers é o ar-condicionado. Segundo ela, o P4500 requer metade do fluxo de ar necessário para resfriar um SSD tradicional, e consome 10% da energia de um disco rígido.

A empresa usa aqui a tecnologia 3D NAND em 64 camadas de células de memória. IBM, Microsoft e Tencent já adotaram a régua em suas operações de nuvem e data center. Esse formato foi definido há um ano, com base no padrão EDSFF (Enterprise & Datacenter Storage Form Factor).

A Samsung também criou um padrão para SSDs, chamado NGSFF (Next Generation Small Form Factor), com o objetivo de substituir o M.2. Ele permite encaixar até 576 TB em um rack de servidor.

Com informações: Intel, ZDNet.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Ventura

Felipe Ventura

Ex-editor

Felipe Ventura fez graduação em Economia pela FEA-USP, e trabalha com jornalismo desde 2009. No Tecnoblog, atuou entre 2017 e 2023 como editor de notícias, ajudando a cobrir os principais fatos de tecnologia. Sua paixão pela comunicação começou em um estágio na editora Axel Springer na Alemanha. Foi repórter e editor-assistente no Gizmodo Brasil.

Canal Exclusivo

Relacionados