O que é um processador Intel Core? Veja diferenças entre Core i3, i5, i7 e i9

Core é a principal linha de CPUs para desktops e notebooks da Intel; conheça as características e saiba as diferenças entre as versões Core i3, i5, i7, i9 e Ultra

Paulo Higa
Por
Intel Core Duo T2050, lançado em 2006, foi um dos primeiros chips com a marca Core (Imagem: Everton Favretto)
Intel Core Duo T2050, lançado em 2006, foi um dos primeiros chips com a marca Core (Imagem: Everton Favretto)

Intel Core é uma marca de processadores para desktops e notebooks baseados em arquitetura x86. É conhecida pela divisão entre as linhas Core i3, Core i5, Core i7 e Core i9, adotada desde 2008, que separa as CPUs por nível de desempenho.

Os processadores Intel Core a partir da 14ª geração, lançados em 2023, são divididos entre as linhas Core 3, Core 5, Core 7, Core Ultra 5, Core Ultra 7 e Core Ultra 9. Entenda, a seguir, as especificações, as nomenclaturas e as diferenças para outras CPUs da Intel.

Como funciona um processador Intel Core?

Um processador Intel Core funciona executando instruções e processando dados do sistema operacional e seus aplicativos. Contém uma unidade central de processamento (CPU) e trabalha como o “cérebro” do computador, sendo responsável pela maioria das tarefas genéricas.

Quais são os componentes de um chip Intel Core?

  • CPU: é a unidade central de processamento, responsável por receber, interpretar e executar instruções. Um Intel Core moderno tem múltiplos núcleos de CPU e pode trabalhar com várias tarefas ao mesmo tempo;
  • Memória cache: é uma memória de altíssima velocidade que armazena dados frequentemente usados pela CPU. É dividida em três níveis (L1, L2 e L3), sendo que o cache L1 é o mais próximo do núcleo da CPU, o de maior desempenho e o de menor capacidade de armazenamento;
  • GPU (Intel Iris): alguns chips Intel Core têm processador gráfico dedicado para lidar com tarefas visuais, como jogos e edição de vídeo. A GPU é construída para executar muitas operações gráficas simultaneamente e trabalha de forma independente, liberando processamento da CPU para outras tarefas;
  • Controladores: são responsáveis por gerenciar as interfaces de comunicação do processador, como USB, PCIe e Thunderbolt;
  • Codificadores de mídia: processam e codificam dados de áudio e vídeo. Quando um processador tem suporte a um codec específico, como o H.265 (HEVC), pode decodificar arquivos com maior eficiência e rapidez.
Por dentro de um Intel Core i9-10900K; em destaque, os núcleos da CPU (Imagem: Divulgação/Intel/Vitor Pádua/Tecnoblog)
Por dentro de um Intel Core i9-10900K; em destaque, os núcleos da CPU (Imagem: Divulgação/Intel/Vitor Pádua/Tecnoblog)

Quando o Intel Core foi lançado?

A marca Intel Core foi lançada em janeiro de 2006 com os modelos Core Solo T1300 (single-core) e Core Duo L2300, L2400, T2300, T2400, T2500 e T2600 (dual-core). Eles eram fabricados em litografia de 65 nanômetros e, por terem baixo consumo de energia, com TDPs de 15 a 31 watts, eram ideais para notebooks.

Os primeiros Intel Core tinham arquitetura x86 de 32 bits e eram inspirados na microarquitetura Intel P6, a mesma usada no Pentium III. Na época, a Intel já havia lançado uma nova microarquitetura para o Pentium 4, chamada NetBurst, mas a P6 tinha maior eficiência energética e foi considerada mais adequada para a linha Core.

No lançamento do Core 2, em julho de 2006, a marca Core se tornou a principal da Intel no mercado de processadores, substituindo o Pentium, que ficou restrito a chips mais baratos. A linha Core 2 era dividida em Core 2 Solo (single-core), Core 2 Duo (dual-core), Core 2 Quad (quad-core) e Core 2 Extreme (voltada para entusiastas).

Processador Intel Core 2 Duo T7200, lançado em julho de 2006 (Imagem: Everton Favretto/Tecnoblog)
Processador Intel Core 2 Duo T7200, lançado em julho de 2006 (Imagem: Everton Favretto/Tecnoblog)

Qual é a diferença entre Core i3, i5, i7 e i9?

Core i3, i5, i7 e i9 se referem ao segmento do processador. Quanto maior o número depois do i, mais avançado ele será. As diferenças entre cada família são:

  • Core i3: linha de entrada, projetada para tarefas diárias básicas, como navegação na web, edição de documentos e visualização de mídia. Processadores Core i3 geralmente têm menos núcleos e clock mais baixo em relação às linhas superiores, mas são suficientes para usuários que não precisam de muita potência;
  • Core i5: é um passo acima do Core i3, sendo destinada para usuários intermediários. Os processadores Core i5 costumam ter velocidades mais altas e podem lidar adequadamente com uma gama mais ampla de tarefas, como jogos e edição de vídeo;
  • Core i7: são voltados para usuários avançados e profissionais que exigem alto desempenho. Funcionam para multitarefa intensiva, edição de vídeo de alta resolução, renderização gráfica e jogos mais pesados;
  • Core i9: reúne os processadores para desktops e notebooks mais potentes da Intel. São voltados para entusiastas e têm as melhores especificações de número de núcleos, quantidade de memória cache e velocidade de clock. Além disso, boa parte dos modelos é desbloqueada para overclock.

Qual é a diferença entre Core 3, 5, 7, 9 e Ultra?

Core 3, 5, 7 e 9 se referem ao segmento do processador na nomenclatura da Intel lançada em 2023, a partir da microarquitetura Meteor Lake (Core de 14ª geração). Quanto maior o número, mais avançado ele será. As diferenças entre cada família são:

  • Core 3: equivalente ao Core i3, serve para tarefas mais básicas;
  • Core 5: equivalente ao Core i5, é a linha intermediária da Intel;
  • Core 7: equivalente ao Core i7, é voltada para usuários avançados e profissionais;
  • Core 9: equivalente ao Core i9, tem as CPUs mais potentes da Intel para PCs.

Core Ultra é uma nova família de processadores com recursos mais avançados. É composta por Core Ultra 5, Core Ultra 7 e Core Ultra 9.

Intel Core 3, Core 3, Core 7, Core Ultra 5, Core Ultra 7 e Core Ultra 9, nomenclatura adotada a partir de 2023 (Imagem: Divulgação/Intel)
Intel Core 3, Core 3, Core 7, Core Ultra 5, Core Ultra 7 e Core Ultra 9, nomenclatura adotada a partir de 2023 (Imagem: Divulgação/Intel)

O que são os números e letras no código de modelo de um Intel Core?

Os números e letras no código de modelo de um Intel Core fornecem informações sobre a geração, as especificações e as características do processador.

Os números e letras nos códigos de modelo de Intel Core (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)
Os números e letras nos códigos de modelo de Intel Core (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Os primeiros números após a família (Core i3, Core i5, Core i7 ou Core i9) indicam a geração do processador. Por exemplo, um Core i9-13900H é de 13ª geração, enquanto o Core i7-1260U é de 12ª geração. Quanto maior a geração, mais recente é o chip.

Os dois ou três números após a geração diferenciam as especificações do processador, como clock, núcleos e tamanho de cache. Por exemplo, Core i3-1305U e Core i3-1315U têm 5 e 6 núcleos, respectivamente. Um Core i5-13400 tem 10 núcleos de até 4,6 GHz e 20 MB de cache, enquanto um Core i3-13500 tem 14 núcleos de até 4,8 GHz e 24 MB de cache.

Já as letras se referem às características do processador. Algumas das letras mais comuns são:

  • U: processadores de baixo consumo de energia, com menor TDP, geralmente usados em notebooks ultrafinos (exemplo: Core i5-1334U);
  • H: voltados para portáteis que precisam de mais desempenho, como notebooks gamers e workstations móveis (exemplo: Core i5-13600H);
  • K: CPUs com multiplicador desbloqueado para overclock, voltadas para entusiastas (exemplo: Core i9-13900KS);
  • T: processadores de baixo consumo de energia, com menor TDP, geralmente usados em desktops compactos (exemplo: Core i3-13100T);
  • E: chips para sistemas embarcados, como computadores voltados para uso industrial e plataformas de internet das coisas (exemplo: Core i7-1370PE);
  • L: chips para sistemas embarcados que são fornecidos em um soquete com padrão LGA (exemplo: Core i5-12500HL);
  • F: CPUs que não têm chip gráfico integrado e exigem uma placa de vídeo dedicada (exemplo: Core i5-13600KF);
  • P: processadores de alto desempenho para notebooks ultrafinos (exemplo: Core i5-1340P);
  • G1-G7: CPUs com chip gráfico integrado (exemplo: Core i7-1180G7);
  • X/XE: são os chips de maior desempenho e desbloqueados para overclock (exemplo: Core i9-12900HX);
  • S: edição especial de um processador, normalmente com algum diferencial único de especificação e desempenho (exemplo: Core i9-13900KS).

As letras dos modelos podem ser combinadas entre si. Por exemplo, um Core i7-1255UL é um chip de baixo consumo de energia com soquete LGA para sistemas embarcados. Já um Core i9-13900HK é um processador para notebooks desbloqueado para overclock.

Como saber qual é a geração do Intel Core?

A geração do Intel Core é determinada pelo número imediatamente após o segmento. Ou seja, um Core i5-1145G7 é de 11ª geração, enquanto um Core i7-9700TE é de 9ª geração.

As gerações de Intel Core são contadas a partir de 2008, com o lançamento da microarquitetura Nehalem e da nomenclatura dividida em segmentos i3, i5, i7 e i9. Também é comum se referir ao nome da microarquitetura em vez do número da geração. As gerações e suas microarquiteturas são:

GeraçãoNome da microarquiteturaAno de lançamentoFabricação
1ª geraçãoNehalem200845 a 32 nm
2ª geraçãoSandy Bridge201132 nm
3ª geraçãoIvy Bridge201222 nm
4ª geraçãoHaswell201322 nm
5ª geraçãoBroadwell201414 nm
6ª geraçãoSkylake201514 nm
7ª geraçãoKaby Lake201614 nm+
8ª geraçãoCoffee Lake201714 nm++
8ª geraçãoWhiskey Lake, Amber Lake201814 nm++
8ª geraçãoCannon Lake201810 nm
9ª geraçãoCoffee Lake Refresh201814 nm++
10ª geraçãoIce Lake201910 nm+
10ª geraçãoComet Lake201914 nm++
11ª geraçãoTiger Lake2020Intel 10 nm SuperFin
11ª geraçãoRocket Lake202114 nm++
12ª geraçãoAlder Lake2021Intel 7 (10 nm)
13ª geraçãoRaptor Lake2022Intel 7 (10 nm)
14ª geraçãoMeteor Lake2023Intel 4 (7 nm)

Depois da 6ª geração (Skylake), a Intel quebrou a tradição de mudar sua litografia a cada dois anos, um processo antigamente conhecido como tick-tock. A partir desse momento, as gerações perderam a relação estrita com o nome da microarquitetura, por isso, é possível encontrar processadores Skylake na 7ª e 9ª gerações.

Além disso, várias microarquiteturas foram reaproveitadas. A 7ª geração, Kaby Lake, foi usada em CPUs de 8ª geração com o nome Kaby Lake Refresh. A 9ª geração não teve nenhuma microarquitetura nova, apenas o Coffee Lake Refresh. E os chips de 10ª geração para desktops, chamados de Comet Lake, eram apenas uma otimização do Skylake, de 2015.

Qual é o soquete de uma CPU Intel Core?

O soquete é o conector físico que a CPU usa para se ligar à placa-mãe e varia de acordo com a geração e o tipo do processador. Os Intel Core de 12ª e 13ª geração para desktops usam o LGA1700, enquanto os de 10ª e 11ª geração usam o LGA1200.

Para descobrir o soquete de um processador específico, consulte o site de especificações da Intel.

O que é Intel Core X?

Intel Core X foi uma linha de processadores voltada para entusiastas. Identificava os chips mais potentes da 10ª geração de Intel Core. Os modelos Core i9-10900X, 10920X, 10940X e 10980XE tinham até 18 núcleos com frequência de até 4,6 GHz e TDP de 165 watts.

Embora a Intel não use mais a nomenclatura Core X (ou Core Extreme Edition), a letra X continuou sendo adotada para identificar os modelos de processadores mais avançados da geração, como é o caso do Intel Core i9-13900HX e do Core i7-13850HX.

No passado, a Intel já usou o nome “Extreme” para se referir aos processadores mais avançados da marca, como no Pentium 4 Extreme Edition, lançado em 2006 com um clock considerado muito alto para a época, de 3,73 GHz, e no Core 2 Extreme, linha de processadores de alto desempenho.

Intel Core com placa de vídeo Intel Iris é bom para jogos?

Processadores Intel Core que possuem GPU integrada, como os chips Intel Iris, Iris Xe e Iris Plus, podem rodar jogos apenas com desempenho limitado.

Iris, marca de GPUs da Intel (Imagem: Divulgação/Intel)
Iris, marca de GPUs da Intel (Imagem: Divulgação/Intel)

Uma GPU Intel Iris Xe marca 1.515 pontos no benchmark 3DMark Time Spy, o equivalente a uma placa de vídeo dedicada antiga, como a GeForce GTX 1050, modelo intermediário lançado em 2016 (1.736 pontos) e uma AMD Radeon R7 260X, modelo avançado lançado em 2013 (1.479 pontos).

Segundo a Intel, os chips Iris Xe são projetados para rodar jogos em 1080p até 60 fps, assistir a vídeos com resolução 8K (ou 4K com HDR) e exportar vídeos em 4K com baixo consumo de energia. A própria Intel fornece GPUs dedicadas, como a Iris Xe Max e a Intel Arc, para usuários que precisam de mais desempenho gráfico.

Para descobrir o modelo de GPU de um processador específico, consulte o site de especificações da Intel. Temos um artigo explicando como saber a placa de vídeo do PC, seja a integrada ou a dedicada.

Qual chip Intel Core é desbloqueado para overclock?

Todos os processadores Intel Core com código de modelo que tenham a letra K são desbloqueados para overclock. Isso significa que você pode aumentar a frequência, o multiplicador e a tensão do chip para que ele atinja um desempenho maior do que o projetado originalmente.

Para o overclock funcionar sem causar danos ao processador ou instabilidades no sistema, pode ser necessário trocar o sistema de resfriamento por um que suporte temperaturas mais elevadas. Além disso, é importante lembrar que a vida útil de um chip com overclock pode ser reduzida.

Processadores Intel Core "unlocked" são desbloqueados para overclock (Imagem: Divulgação/Intel)
Processadores Intel Core “unlocked” são desbloqueados para overclock (Imagem: Divulgação/Intel)

O que é Intel Core com vPro?

Intel vPro é uma marca da Intel usada em processadores que suportam recursos voltados para uso empresarial.

Processadores Core com vPro geralmente suportam Active Management Technology (Intel AMT), que permite acessar um PC remotamente e executar tarefas de segurança mesmo se ele estiver desligado; tecnologia de virtualização (Intel VT-x e VT-d); e outras funções avançadas de segurança.

O vPro é concorrente direto do AMD Ryzen Pro, linha de processadores com camadas de segurança adicionais e recursos de gerenciamento remoto.

O que é o selo Intel Evo no notebook?

O selo Intel Evo é fornecido pela Intel para notebooks que cumprem determinados requisitos de desempenho, eficiência e conectividade.

Notebooks com certificação Intel Evo precisam ter um processador Intel Core a partir da 12ª geração (Alder Lake), pelo menos 8 GB de RAM e 256 GB de armazenamento, conectividade USB-C e Thunderbolt 4, no mínimo 9 horas de duração de bateria e peso abaixo de 1,5 kg.

Notebook com chip Intel Core i7 e selo Intel Evo (Imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)
Notebook com chip Intel Core i7 e selo Intel Evo (Imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Qual é a diferença entre Intel Core e Intel Pentium?

Intel Core é a principal marca de processadores da Intel para PCs, enquanto a Intel Pentium foi usada para identificar chips mais simples em seus últimos anos de vida.

O Pentium foi lançado em 1993 e se tornou a maior linha de CPUs da Intel até ser substituída pelo Core, em 2006. A marca Pentium em desktops e notebooks foi aposentada em 2023.

Qual é a diferença entre Intel Core e Intel Celeron?

Intel Core é uma linha de processadores de alto desempenho da Intel, enquanto Celeron foi uma marca de CPUs de baixo custo usada pela Intel entre 1998 e 2023.

O primeiro Celeron foi lançado em 1998 e era uma versão simplificada de um Pentium II. Nos últimos anos de vida, a marca Celeron foi usada em chips ainda mais simples que os da linha Pentium e equipava principalmente notebooks voltados para o mercado educacional.

Qual é a diferença entre Intel Core e AMD Ryzen?

Intel Core e AMD Ryzen são as principais marcas de processadores para PCs com arquitetura x86. Ambos rodam os mesmos programas, mas possuem diferenças na microarquitetura que interferem no desempenho e na eficiência energética.

Qual é a diferença entre Intel Core e Apple Silicon?

Intel Core é uma linha de processadores baseada em arquitetura x86, enquanto Apple Silicon é uma linha de System-on-a-Chip (SoC) baseada em Arm.

O Apple Silicon substituiu os processadores da Intel nos Macs a partir de 2020, com o lançamento do Apple M1. Por ser um SoC, um Apple Silicon tem CPU, GPU e outros processadores no mesmo chip de silício, como um Neural Engine e um processador de imagem.

Qual é a diferença entre Intel Core e Intel Xeon?

Intel Core é uma linha de processadores voltada para desktops e notebooks para uso doméstico e profissional, enquanto Intel Xeon é projetada para servidores e estações de trabalho (workstations).

Processadores Intel Xeon também são baseados em arquitetura x86, mas suportam recursos específicos para altas cargas de trabalho, como memórias de alta largura de banda (HBM) e escalabilidade por meio de múltiplos soquetes, permitindo que vários processadores sejam instalados no mesmo computador.

Esse conteúdo foi útil?
😄 Sim🙁 Não

Receba mais sobre Intel Core na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Paulo Higa

Paulo Higa

Editor-executivo

Paulo Higa é jornalista com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. Trabalha no Tecnoblog desde 2012, viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. É coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Relacionados