Com Core Ultra para notebooks, Intel quer iniciar era do “PC com IA”

Chips Intel Core Ultra para notebooks trazem vPro, até 16 núcleos de CPU e unidade de processamento neural (NPU) para acelerar aplicações de IA

Emerson Alecrim
Por
• Atualizado há 2 meses
Chips Core Ultra para notebooks de alto desempenho (imagem: divulgação/Intel)
Chips Core Ultra para notebooks de alto desempenho (imagem: divulgação/Intel)

A Intel aproveitou o MWC 2024 para confirmar a sua gama de processadores Core Ultra voltados a notebooks de alto desempenho. A linha foi introduzida no final de 2023, mas somente agora, no primeiro trimestre de 2024, é que está recebendo suporte ao vPro. O destaque é o Core Ultra 9 185H com seus 16 núcleos.

Em comum, todos os chips Core Ultra trazem núcleos de alto desempenho (P) e núcleos de eficiência energética (E), além de suporte a memórias DDR5 e LPDDR5/x. Outra característica notável desses processadores é o foco em inteligência artificial. A Intel sinaliza que este é o início da era do “PC com IA”.

Chips Intel Core Ultra têm processamento neural

Os processadores Core Ultra são baseados na arquitetura Meteor Lake que, por sua vez, segue o processo de fabricação batizado como Intel 4. Isso significa que esses chips são produzidos com tecnologia de 7 nanômetros e, entre vários outros avanços, trazem uma unidade de processamento neural (NPU).

Esse componente já existe em chips da Qualcomm e da Apple, por exemplo, mas são inéditos no ecossistema da Intel para PCs. Eles são responsáveis por acelerar tarefas de inteligência artificial, basicamente.

Não por acaso, a Intel enfatiza que os novos processadores Core Ultra são compatíveis com a tecnologia de inteligência artificial Microsoft Copilot, cada vez mais integrada ao Windows 11.

Os chips também podem otimizar a execução de recursos de IA presentes em softwares ou serviços de empresas como Adobe, Webex (da Cisco) e Zoom. Entre os recursos que podem ser otimizados com a NPU dos novos Core Ultra estão:

  • rastreamento ocular em chamadas de vídeo;
  • supressão de ruídos em imagens;
  • geração de legendas em tempo real;
  • transcrição de áudio;
  • detecção de ransomwares;
  • renderização de vídeo.
Chip Core Ultra (imagem: divulgação/Intel)
Chip Core Ultra (imagem: divulgação/Intel)

Especificações dos processadores Intel Core Ultra

A NPU (Intel AI Boost) está presente em todos os chips Core Ultra desta leva. Como esses modelos são voltados a notebooks de alto desempenho, eles também são generosos nas demais especificações.

O mais potente entre eles é o Core Ultra 9 185H, que tem 16 núcleos de CPU, oito núcleos de GPU e TDP entre 45 e 115 W.

ChipNúcleosThreadsMáx. Turbo (GHz)Cache (MB)Consumo (W)GráficosvPro
Core Ultra 9 185H6 (P) / 8 (E)225,1 (P) / 3,8 (E)2445-115Arc 2,35 GHz, 8 núcleos XeEnterprise
Core Ultra 7 165H6 (P) / 8 (E)225 (P) / 3,8 (E)2428-64/115Arc 2,3 GHz, 8 núcleos XeEnterprise
Core Ultra 7 155H6 (P) / 8 (E)184,8 (P) / 3,8 (E)2428-64/115Arc 2,25 GHz, 8 núcleos XeEssentials
Core Ultra 5 135H4 (P) / 8 (E)184,6 (P) / 3,6 (E)1828-64/115Arc 2,2 GHz, 7 núcleos XeEnterprise
Core Ultra 5 125H4 (P) / 8 (E)184,5 (P) / 3,6 (E)1828-64/115Arc 2,2 GHz, 7 núcleos XeEssentials
Linha Intel Core Ultra H

A Intel também anunciou chips Core Ultra 7 e 5 da série “U”, todos com 12 núcleos e 14 threads. Um detalhe interessante é que, nos núcleos de eficiência, dois têm baixíssimo consumo de energia (LP).

Em linhas gerais, a série “U” é menos potente em relação à série H, mas proporciona desempenho suficiente para aplicações exigentes ao mesmo tempo que demanda menos energia.

ChipNúcleosThreadsMáx. Turbo (GHz)Cache (MB)Consumo (W)Gráficos
Core Ultra 7 165U2 (P) / 8 (E) / 2 (LP)144,9 (P) / 3,8 (E)1215-57Intel Graphics 2 GHz, 4 núcleos XeEnterprise
Core Ultra 7 155U2 (P) / 8 (E) / 2 (LP)144,8 (P) / 3,8 (E)1215-57Intel Graphics 1,95 GHz, 4 núcleos XeEssentials
Core Ultra 5 135U2 (P) / 8 (E) / 2 (LP)144,4 (P) / 3,6 (E)1215-57Intel Graphics 1,9 GHz, 4 núcleos XeEnterprise
Core Ultra 5 125U2 (P) / 8 (E) / 2 (LP)144,3 (P) / 3,6 (E)1215-57Intel Graphics 1,85 GHz, 4 núcleos XeEssentials
Core Ultra 7 164U2 (P) / 8 (E) / 2 (LP)144,8 (P) / 3,8 (E)129-30Intel Graphics 1,8 GHz, 4 núcleos XeEnterprise
Core Ultra 5 134U2 (P) / 8 (E) / 2 (LP)144,4 (P) / 3,6 (E)129-30Intel Graphics 1,75 GHz, 4 núcleos XeEnterprise
Linha Intel Core Ultra U

Saiba também

  • Todos os novos processadores fazem parte da plataforma Intel vPro, portanto, são adequados a aplicações corporativas. No entanto, a versão vPro Enterprise oferece mais recursos do que a versão Essentials, sendo indicada para organizações maiores ou com operações mais complexas;
  • Esses chips foram anunciados em dezembro de 2023, mas, no MWC 2024, receberam confirmação oficial de suporte a vPro;
  • O vPro também foi confirmado para chips Intel Core de 14ª geração para desktops;
  • Outras tecnologias suportadas pelos modelos Core Ultra incluem Wi-Fi 7, Bluetooth LE Audio e Thunderbolt 4;
  • Todos são compatíveis com memórias DDR5-5600 e LPDDR5/x-7467, exceto os modelos Core Ultra 7 164U e Core Ultra 5 134U, que suportam, no máximo, memórias LPDDR5/x-6400;
  • A Intel afirma que a nova linha é até 47% mais rápida em softwares de produtividade do que PCs de alto desempenho lançados há três anos com processadores como o Core i7-1185G7;
  • Na comparação do Core Ultra 7 165H com o AMD Ryzen 7 7840U, a Intel afirma que seu chip tem até 27% mais desempenho em produtividade;
  • Acer, Asus, Dell, Lenovo, LG e Samsung estão entre as marcas que já anunciaram ou preparam notebooks e workstations com os novos processadores.

Receba mais sobre Inteligência Artificial na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Relacionados