Apple revela MacBook Air com chip M3; preços começam em R$ 12.499

MacBook Air recebe chip usado no MacBook Pro e no iMac. Apple promete que notebook ficou até 60% mais rápido que a versão com M1.

Giovanni Santa Rosa
Por
• Atualizado há 2 meses
MacBook Air
MacBook Air mantém design da geração anterior, mas ganha atualização nos componentes (Imagem: Divulgação / Apple)
Resumo
  • A Apple atualizou a linha do MacBook Air com o novo chip M3. Os preços começam em R$ 12.499 (13 polegadas) e R$ 18.999 (15 polegadas).
  • Os modelos prometem ser até 60% mais rápidos que o MacBook Air de 2020, equipado com o chip M1. O novo processador M3 já é usado no iMac e no MacBook Pro de 14 polegadas desde outubro de 2023.
  • O M3 inclui melhorias significativas, como uma Neural Engine atualizada para rodar modelos otimizados de inteligência artificial, suporte a ray tracing na GPU, Wi-Fi 6E, e decodificação de vídeos AV1, que beneficia tarefas como filmagem e edição.
  • O MacBook Air mantém características elogiadas da geração anterior, como a capacidade de funcionar com dois monitores (com a tampa fechada) e autonomia de bateria de até 18 horas.

A Apple atualizou sua linha MacBook Air, e agora ela vem equipada com o chip M3, com preços que vão de R$ 12.499 a R$ 16,499, pelo modelo de 13 polegadas, e R$ 14.999 a R$ 18.999, pela versão de 15 polegadas. Segundo a empresa informou ao Tecnoblog, eles chegam ao Brasil em breve.

O M3 básico já é usado no iMac e no MacBook Pro de 14 polegadas desde outubro de 2023. A empresa promete que os novos modelos são até 60% mais rápidos que o MacBook Air de 2020, que vinha com processador M1.

O novo componente vem com uma Neural Engine atualizada, que está apto a “rodar modelos otimizados de inteligência artificial”, nas palavras da Apple. Além disso, a GPU agora tem suporte a ray tracing. Outra novidade é o suporte a Wi-Fi 6E – o modelo anterior era compatível apenas com Wi-Fi 6.

MacBook Air com M3 com o Pixelmator aberto
Notebook consegue executar algumas tarefas pesadas, como edição de imagens e vídeos (Imagem: Divulgação / Apple)

O chip M3 também traz a decodificação de vídeos AV1, que pode ser útil para quem trabalha com filmagem e edição, e permite melhorias na captação de áudio e supressão de ruído do microfone.

Outros destaques do MacBook Air anterior continuam. Ele funciona com dois monitores, desde que esteja com a tampa fechada, e oferece autonomia de até 18 horas longe da tomada.

Pessoa usando MacBook Air conectado a dois monitores
MacBook Air também pode ser usado com dois monitores (Imagem: Divulgação / Apple)

Leve e compacto, MacBook Air ajuda quem trabalha fora de casa

O editor do Tecnoblog Thássius Veloso possui um MacBook Air de 15 polegadas com o chip M2 – ou seja, a geração passada. Ele conta que, nas viagens e coberturas internacionais, costuma levar o aparelho porque além de muito leve, tem excelente desempenho e bateria que dura muito.

“Normalmente passo o dia inteiro trabalhando e já teve vez de sair do hotel sem nem levar o carregador”, afirma o jornalista. A expectativa está alta em relação a um chip ainda mais poderoso.

Thássius Veloso, editor do Tecnoblog, usando MacBook Air com M2
MacBook Air de 15 polegadas é compacto o suficiente para usar em viagens e eventos (Imagem: Thássius Veloso / Tecnoblog)

Os notebooks são praticamente idênticos à linha MacBook Air apresentada em 2022, com duas opções de tamanho, tela com entalhe para abrigar a webcam e teclas de função com as mesmas dimensões das restantes. Outros recursos continuam, como duas portas Thunderbolt e carregamento MagSafe.

Com informações: Apple

Receba mais sobre MacBook Air na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Giovanni Santa Rosa

Giovanni Santa Rosa

Repórter

Giovanni Santa Rosa é formado em jornalismo pela ECA-USP e cobre ciência e tecnologia desde 2012. Foi editor-assistente do Gizmodo Brasil e escreveu para o UOL Tilt e para o Jornal da USP. Cobriu o Snapdragon Tech Summit, em Maui (EUA), o Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre (RS), e a Campus Party, em São Paulo (SP). Atualmente, é autor no Tecnoblog.

Canal Exclusivo

Relacionados