Microsoft desativa o Internet Explorer de vez no Windows 10

Usuários do Windows 10 não terão mais como utilizar o Internet Explorer 11, mas o modo IE do Microsoft Edge continua de pé

Bruno Gall De Blasi
Por
Internet Explorer
Internet Explorer (Imagem: StudioEgo/Flickr)

Sim, o Internet Explorer 11 já foi aposentado, mas ainda era possível utilizá-lo no Windows 10. Agora, a Microsoft colocou a última pá de cal sobre o navegador, dando um adeus eterno: a companhia desabilitou o aplicativo permanentemente no antecessor do Windows 11 em uma atualização liberada nesta terça-feira (14).

A medida dá sequência ao encerramento do browser, anunciado em junho de 2022. Na ocasião, a Microsoft cortou o suporte ao software, passando a bola de vez ao Microsoft Edge. O fim, vale lembrar, aconteceu um ano depois que os apps da família Microsoft 365 deixaram de ser compatíveis com o navegador.

Nesta terça-feira (14), a Microsoft atualizou a publicação que fala sobre o desligamento do navegador inaugurado em 1995. Na nova nota, a empresa explicou que o Internet Explorer 11 sem suporte foi “desativado permanentemente” em determinadas versões do Windows 10, com destaque à versão doméstica.

Este encerramento aconteceu através de uma atualização para o Microsoft Edge, liberada hoje. E, como era de esperar, o novo pacote está sendo distribuído gradualmente aos usuários. Portanto, se o navegador ainda funcionar no seu computador, será preciso aguardar até o desligamento total.

“Todos os dispositivos comerciais e de consumo restantes que ainda não foram redirecionados do IE11 para o Microsoft Edge foram redirecionados com a atualização do Microsoft Edge. Os usuários não poderão reverter a alteração”, explicaram. “Além disso, o redirecionamento do IE11 para o Microsoft Edge será incluído como parte de todas as futuras atualizações do Microsoft Edge.”

Internet Explorer (Imagem: Josh Holmes/Flickr)
Internet Explorer (Imagem: Josh Holmes/Flickr)

Referências do Internet Explorer serão removidas depois

Esta primeira atualização impede o uso do navegador. Todavia, isto não significa que as referências, como ícones no Iniciar e barra de tarefas, serão removidas imediatamente.

A Microsoft informou que estes elementos só serão cortados pela atualização de segurança agendada para 13 de junho de 2023. Também haverá outro update opcional, dessa vez agendado para 23 de maio de 2023, que também vai retirar estas menções ao navegador antigo.

Ainda de acordo com a companhia, se a sua empresa está encarando dificuldades devido ao encerramento do browser ou com o uso do Modo IE do Edge, será preciso entrar em contato com a Microsoft para resolver os problemas.

Mas não são todas as versões do Windows 10 que terão o navegador encerrado por agora. No momento, o Internet Explorer 11 continuará funcionando nas seguintes edições voltadas para o público corporativo:

  • Windows 10 Long-Term Servicing Channel (LTSC);
  • Windows 10 IoT Long-Term Servicing Channel (LTSC);
  • Windows 10 para o governo da China.

Também será possível utilizar o browser no Windows 8.1, 7, Server SAC e Server LTSC.

O Modo IE do Microsoft Edge e as plataformas MSHTML/Trident, WebOC e automação COM também permanecerão de pé.

Vale lembrar que o Windows 11 foi lançado sem o navegador.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Bruno Gall De Blasi

Bruno Gall De Blasi

Ex-autor

Bruno Gall De Blasi é jornalista e cobre tecnologia desde 2016. Sua paixão pelo assunto começou ainda na infância, quando descobriu "acidentalmente" que "FORMAT C:" apagava tudo. Antes de seguir carreira em comunicação, fez Ensino Médio Técnico em Mecatrônica com o sonho de virar engenheiro. Escreveu para o TechTudo e iHelpBR. No Tecnoblog, atuou como autor entre 2020 e 2023.

Canal Exclusivo

Relacionados