Moto G31 é certificado pela Anatel com bateria grande

Anatel homologa Motorola Moto G31 para ser vendido no Brasil; celular deve suceder o Moto G30 com a mesma bateria

Bruno Gall De Blasi Everton Favretto
Por e
• Atualizado há 4 meses
Motorola Moto G30 (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)
Motorola Moto G30 (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

Motorola Moto G31 ainda não foi apresentado oficialmente pela Motorola. Mas o celular já recebeu, na semana passada, o certificado de homologação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para ser comercializado no Brasil. A expectativa é de que o smartphone que irá suceder o Moto G30 tenha bateria grande.

A documentação cita um telefone de modelo “XT2173-1”. Acredita-se que o código será destinado ao Moto G31, que, segundo o MySmartPrice no dia 20, foi certificado na Tailândia pela NBTC, agência equivalente à Anatel, como “XT2173-2”. A agência brasileira ainda aponta para três unidades fabris em Manaus (AM), Jaguariúna (SP) e China.

Outros detalhes do celular são mencionados nos arquivos da Agência Nacional de Telecomunicações. “O telefone deve ser fornecido com bateria e carregador compatíveis e devidamente homologados pela Anatel”, diz o certificado de homologação. O smartphone ainda deve trazer entrada para dois chips de operadora (Dual SIM).

Certificado de homologação do Moto G31 (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)
Certificado de homologação do Moto G31 (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

Moto G31 deve trazer bateria de 5.000 mAh

A agência nacional também apresentou informações sobre a bateria do celular. O Moto G31 deve chegar às prateleiras com a peça de modelo JK50, que possui capacidade nominal de 4.850 mAh e típica de 5.000 mAh. O componente é o mesmo do Moto G30, conforme aponta o certificado de homologação do telefone emitido em janeiro.

As demais informações do celular ainda são desconhecidas. A expectativa é de que o Moto G31 suceda o Moto G30, que foi lançado no Brasil em março pela Motorola com tela de 6,5 polegadas com taxa de atualização de 90 Hz, câmera quádrupla de 64 MP e armazenamento de 128 GB. O preço sugerido do smartphone era de R$ 1.899.

Com informações: MySmartPrice

Receba mais sobre Anatel na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Bruno Gall De Blasi

Bruno Gall De Blasi

Ex-autor

Bruno Gall De Blasi é jornalista e cobre tecnologia desde 2016. Sua paixão pelo assunto começou ainda na infância, quando descobriu "acidentalmente" que "FORMAT C:" apagava tudo. Antes de seguir carreira em comunicação, fez Ensino Médio Técnico em Mecatrônica com o sonho de virar engenheiro. Escreveu para o TechTudo e iHelpBR. No Tecnoblog, atuou como autor entre 2020 e 2023.

Everton Favretto

Everton Favretto

Assistente de Conteúdo

Everton Favretto é bacharel em Tecnologias Digitais pela UCS e caça homologações da Anatel para o Tecnoblog. Gosta de telefones (velhos e novos) e está sempre pronto para falar de aviões. Consegue identificar um modelo de 737 olhando para a fotografia dele e tem um Raspberry Pi Zero W na sacada só para rastrear as aeronaves por ADS-B.

Canal Exclusivo

Relacionados