Anatel

Sobre

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) é a organização criada em 1997 que regula e fiscaliza o setor de telecomunicações no Brasil. É também responsável por emitir a concessão de novas frequências de celulares e rádios, além de aplicar sanções para empresas que não cumprem as normas. Antes de serem vendidos no Brasil, todos os novos modelos de celulares, tablets, roteadores, modems 3G e afins precisam passar por certificação da Anatel.

As operadoras perderam 22,9 milhões de linhas de celular em 2015

01/02 às 17h50 por

2015 trouxe uma grande reviravolta para as operadoras de celular: pela primeira vez em muito tempo, o número de linhas começou a cair drasticamente. Isso não se restringe a companhias específicas, é um cenário generalizado: a Anatel divulgou o balanço de telefonia móvel para o ano passado, que terminou com 22,9 milhões de linhas móveis a menos do que em 2014.

Olá, Android puro: Nexus 6P é homologado pela Anatel

12/01 às 15h24 por

Atenção, fãs de Android: um dos novos Nexus pode chegar ao Brasil em breve. Após um hiato de lançamentos de smartphones projetados pelo Google no país, a Huawei submeteu o Nexus 6P para homolagação na Anatel. O aparelho já está apto para ser comercializado no Brasil. Se você não conhece, o Nexus 6P é um modelo high-end da linha de smartphones do Google e é fabricado pela Huawei. O produto tem processado

AT&T demonstra interesse em oferecer serviço de telefonia celular no Brasil

10/12/2015 às 15h02 por

Atenção, Brasil: é possível que tenhamos uma nova operadora de celular no futuro. A Anatel fará um leilão nos próximos dias para lotes de frequências de telefonia móvel. São várias faixas de 2,5 GHz em todo o país, além de sobras de 1,8 GHz e 1,9 GHz em regiões específicas, incluindo a região metropolitana de São Paulo. A surpresa é que a Sky, operadora recentemente adquirida pela AT&T, demonstrou interesse no leilão.

Nono dígito chega aos celulares de BA, SE e MG (eis o que você não precisa fazer no WhatsApp)

09/10/2015 às 14h06 por

Com o objetivo de ampliar a capacidade para novas linhas telefônicas, o nono dígito chega aos celulares de Bahia, Sergipe e Minas Gerais. Todos os números dos DDDs 31, 32, 33, 34, 35, 37, 38, 71, 72, 73, 74, 75, 77 e 79 passarão a ter um nove à esquerda a partir da meia-noite de domingo (11). Vários outros estados já receberam o nono dígito; Minas Gerais, Bahia e Sergipe são os últimos das regiões Sudeste e

Em 2015, as operadoras ainda estão presas em 2005

20/08/2015 às 09h41 por

As operadoras móveis estão preparando uma petição a ser entregue na Anatel contra o WhatsApp, segundo a Reuters. Elas se queixam da função de chamadas de voz, que se aproveita da tecnologia VoIP e utiliza a internet para fazer ligações para outros usuários. De acordo com a agência de notícias, uma das operadoras ainda deverá entrar com uma ação judicial contra o serviço, que é propriedade do Facebook.

Liminares que impediam corte da internet após fim da franquia são suspensas pelo STJ

23/06/2015 às 18h44 por

O Procon-SP informou na tarde desta terça-feira (23) que a liminar obtida em maio que impedia as operadoras Claro, Oi, TIM e Vivo de bloquear o acesso à internet após o término da franquia de dados foi suspensa pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). Segundo o Procon-SP, a decisão é válida até a definição do foro competente (ou seja, da esfera que tratará dos casos) para todas as ações judiciais coletivas referentes ao assunto qu

Câmara aprova projeto que proíbe cobrança de roaming em área atendida pela operadora

23/06/2015 às 10h29 por

Já deve ter acontecido com você: durante uma viagem para outro estado, você atendeu uma chamada e, no final do mês, ficou surpreso quando olhou a fatura e notou uma cobrança por adicional de deslocamento. Isso pode acabar em breve: a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara aprovou uma proposta que proíbe a cobrança de roaming nacional em regiões atendidas pela mesma operadora.

Procon-SP multa operadoras em R$ 22,6 milhões por cortarem internet “ilimitada”

22/06/2015 às 13h44 por

O Procon-SP informou nesta segunda-feira (22) que multou as quatro grandes operadoras do país em R$ 22,6 milhões por cortarem a conexão de consumidores que possuíam pacotes de internet “ilimitados”. Claro, Oi, TIM e Vivo descumpriram a determinação de manter o fornecimento de dados mesmo depois que o limite da franquia for atingido. A Oi foi a empresa mais penalizada pelo Procon-SP, com multa de R$ 8 milhões. Também foram multadas as operadoras TIM (R$ 6,6 milhões), Claro (R$ 4,5 milhões) e Vivo (R$ 3,5 milhões). De acordo com o órgão, as multas foram estipuladas com base

Operadoras ameaçam: preço da telefonia móvel subirá mais de 20% com aumento de taxas do governo

18/06/2015 às 16h40 por

Com a crise econômica, o governo está tomando medidas para equilibrar as contas públicas, e uma das ideias estudadas é elevar em 189% (!) as taxas do Fistel, cobrado das operadoras pela Anatel. Mas as empresas já pressionaram o governo: se o reajuste for feito, todos os serviços de telefonia móvel subirão em mais de 20% e a base de clientes despencará. O Fistel é composto por duas taxas. A Taxa de Fiscalização e Instalação (TFI), paga pela sua operadora sempre que uma nova linha é ativada, subiria de R$ 26,83 para R$ 77,54. As empresas também precisam pagar a Taxa de Fiscali

Operadoras estão proibidas de cortar internet móvel em São Paulo

13/05/2015 às 12h00 por

Uma semana após uma decisão similar no Rio de Janeiro, as operadoras Claro, Oi, TIM e Vivo estão proibidas de bloquear o acesso à internet após o término do pacote de dados em São Paulo. A liminar foi obtida na terça-feira (12) pelo Procon-SP e vale para todos os clientes do estado que contrataram o serviço até o dia 11 de maio. Embora a regulamentação da Anatel não impeça o fim da internet ilimitada, o Procon-SP argumenta que houve mudança unilateral de contrato, prejudicando os co

Operadoras de telefonia celular não cumpriram meta de qualidade da Anatel

29/04/2015 às 20h31 por

As operadoras parecem não ter aprendido a lição: três anos após a proibição na venda de novos chips, uma publicação da Anatel no Diário Oficial da União estabelece prazos para que Algar/CTBC, Claro, Nextel, Oi, Sercomtel, TIM e Vivo apresentem melhora na qualidade de suas redes. De acordo com a Anatel, o cumprimento dos indicadores de qualidade - acesso e queda das redes de voz e dados – foi de 69,4% pela Algar, 93,1% pela Claro, 86,1% pela TIM, 83,5% pela Vivo, 78,1% pela Oi e 37,5% pela Sercomtel. Por ter operação recente no Serviço Móvel Pessoal, as medições da N

Carregar mais posts

Faça seu login no Tecnoblog

Crie a sua conta

Esqueci minha senha