Como consultar o IMEI de um celular para saber se há restrições de uso

Saiba como usar o código IMEI para verificar se um celular foi registrado como pirata, clonado ou roubado; aparelhos irregulares têm restrições na Anatel

Lucas Braga Ana Marques
Por e

Comprar um celular usado ou em lojas desconhecidas requer cuidados extras. Para verificar a procedência, é necessário consultar o IMEI em sites especializados ou na plataforma da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). O procedimento permite verificar se existe algum bloqueio, ou se o código está registrado como um celular clonado, pirata ou adulterado. Aprenda a verificar se um smartphone possui alguma restrição de uso.

Mulher segurando smartphone
Aprenda a consultar se o IMEI de um smartphone está bloqueado (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Você precisa do código IMEI!

Para consultar restrições de uso de um aparelho é necessário ter o número do IMEI. Aprenda como descobrir o IMEI de um celular, tendo ou não o smartphone em mãos.

Como saber se o IMEI está bloqueado na Anatel

  1. Entre na página Consulte sua situação, no portal da Anatel
  2. Clique em “Consulte aqui a situação do seu aparelho celular”
    Você será redirecionado para o site Consulta Serial Aparelho.
    Portal Celular Legal da Anatel
  3. Digite o IMEI no campo destinado
    Após inserir o código, confirme a verificação de robôs (captcha).
  4. Clique em Consultar
    Portal oficial para consulta de IMEI
  5. Se o IMEI não tiver restrições, será exibida a mensagem “Até o momento o IMEI informado não possui restrições de uso”. Caso exista algum registro de impedimento, aparecerá o motivo do bloqueio e a operadora responsável.
    Consulta de celular com IMEI bloqueado

Apesar da interface esquisita e o nome estranho, o site Consulta Serial Aparelho é a forma oficial para verificar o status de um IMEI e encontrar aparelhos irregulares. A plataforma é mantida pela ABR Telecom, associação conveniada da Anatel que também é responsável pela portabilidade numérica no Brasil.

Atenção aos aparelhos dual SIM

Se você quer consultar um celular que tenha suporte a dois chips, certifique-se de verificar a situação dos dois códigos IMEI.

Celular Legal é um projeto mantido pela Anatel para combater e inibir o uso de celulares adulterados, roubados, extraviados e sem homologação da agência. A reguladora trabalha em conjunto com operadoras de telefonia celular, Polícia Federal e Secretarias de Segurança Pública.

O projeto teve início em 2012, mas o bloqueio de IMEI de celulares roubados ou piratas começou a acontecer somente a partir de 2016. A Anatel determinou que as operadoras implementassem um sistema para identificação e controle de aparelhos clonados, adulterados, roubados ou sem certificação aceita.

Como saber se o IMEI do celular é original ou clonado

O portal de consulta de IMEIs da Anatel apenas mostra se o celular está registrado na lista de bloqueios, mas não informa detalhes como modelo ou fabricante. Sendo assim, a alternativa é verificar o número de série em site IMEI checker.

Celular com código *#06# inserido no discador
*#06# é o código universal para descobrir o IMEI de um celular (Imagem: Lucas Braga / Tecnoblog)

Algumas opções de IMEI checkers são imei.info e IMEI24. Esses sites permitem que você verifique informações de modelo e fabricantes do aparelho que foram atribuídas originalmente ao número de série. Se o sistema retornar um celular diferente do que tem em mãos, são grandes as chances de ser um celular clonado, adulterado ou pirata.

Existem IMEI checkers que também consultam se o número de série do celular está em alguma lista de bloqueio (blacklist), mas em alguns casos cobram pela consulta e nem sempre são confiáveis.

O que é uma blacklist (lista negra) de IMEI

Uma blacklist ou lista negra de IMEI é um banco de dados utilizado pelas operadoras para bloquear aparelhos celulares irregulares em suas redes de telefonia móvel. Equipamentos inscritos nessa lista costumam ser dispositivos que foram roubados, perdidos, adulterados ou clonados.

Caso o código IMEI esteja cadastrado nessa blacklist, o telefone celular não conseguirá se autenticar com a rede da operadora de telefonia. Dessa forma, o aparelho fica sem sinal e impedido de fazer ou receber ligações, trocar SMS e utilizar internet móvel.

IMEI checkers são confiáveis?

Os IMEI checkers podem ser úteis para conferir se o número de série corresponde ao aparelho correspondente, mas não são confiáveis para verificar se é um celular irregular ou está numa blacklist.

O Tecnoblog testou o IMEI de um aparelho roubado e com restrições no portal oficial da Anatel. O mesmo número de série aparece como “limpo” no IMEI24, que possui uma ferramenta gratuita para pesquisa em blacklist.

IMEI Checker diz que aparelho está livre, mas possui restrição na Anatel
IMEI Checker diz que aparelho está livre, mas código de identificação possui restrição na Anatel (Imagem: Reprodução)

IMEI checkers têm uma database própria?

As informações dos IMEI checkers têm como base de dados a GSMA, associação mundial responsável por identificar com um código único todos os aparelhos no mundo que utilizam a tecnologia GSM.

No entanto, é incerta a origem das informações das listas de bloqueio disponíveis nos sites IMEI checkers. Nesse caso, é mais seguro consultar o banco de dados da Anatel, que é oficial e tem acesso gratuito.

O que quer dizer IMEI inválido?

Um IMEI inválido significa que o código não está correto. O número é composto por 15 dígitos, sendo o último um verificador, e possui uma lógica para se tornar válido.

Caso um celular exiba uma mensagem de IMEI inválido, é provável que o aparelho apresente algum problema na placa lógica. Nesse caso, é recomendável encaminhar o smartphone para análise por uma assistência técnica autorizada pela fabricante.

O que significa quando o IMEI está impedido?

Um IMEI impedido significa que o aparelho está cadastrado na lista de bloqueios da Anatel e, por isso, fica impossibilitado de conseguir sinal das operadoras em todo o território nacional. Sendo assim, não dá para fazer ligações, trocar SMS ou acessar internet móvel via 2G, 3G, 4G ou 5G.

O próprio portal da Anatel informa qual o motivo do impedimento, seja por perda, roubo, furto, celular pirata ou aparelho irregular.

Posso saber quem é o dono do celular pelo IMEI?

Não é possível identificar o dono de um celular e seus dados pessoais apenas pelo código IMEI. As operadoras móveis conseguem fazer a associação de quais linhas utilizaram o aparelho, mas por motivos de segurança, essa informação só é disponibilizada caso exista alguma solicitação judicial.

É possível desbloquear o IMEI do celular?

Sim, é possível desbloquear o IMEI de um celular perdido ou roubado. No entanto, a solicitação somente pode ser feita pelo solicitante do bloqueio mediante um documento de identidade.

Celulares piratas, clonados, adulterados ou sem certificação que tiveram o IMEI incluído na blacklist da Anatel não podem ser desbloqueados.

Com informações: Anatel, GSMA

Lucas Braga

Repórter especializado em telecom

Lucas Braga é analista de sistemas que flerta seriamente com o jornalismo de tecnologia. Com mais de 10 anos de experiência na cobertura de telecomunicações, lida com assuntos que envolvem as principais operadoras do Brasil e entidades regulatórias. Seu gosto por viagens o tornou especialista em acumular milhas aéreas.

Ana Marques

Gerente de Conteúdo

Ana Marques é jornalista e trabalha com tecnologia há 6 anos. Formada pela UFRJ, já passou pelo TechTudo (Globo) e pelo hub de conteúdo do Zoom, onde cobriu eventos nacionais e internacionais, analisando celulares, fones e outros eletrônicos. Em 2019, iniciou a coluna semanal "Vida Digital" no site da revista Seleções (Reader's Digest). Antes disso tudo, cursou Farmácia e fundou uma banda de rock.

Relacionados

Relacionados