MP investiga vazamento de dados da Stone, empresa de máquinas de cartão

MPDFT vai investigar vazamento de código-fonte da Stone, cujas maquininhas de cartão concorrem com PagSeguro e Cielo

Felipe Ventura
Por
• Atualizado há 2 anos e 6 meses

O MPDFT (Ministério Público do Distrito Federal e Territórios) abriu um procedimento administrativo para investigar o vazamento de código-fonte da Stone, empresa de maquininhas de cartão que concorre com PagSeguro, Cielo e Rede. O incidente afetou a Plataforma Stone, dos terminais de pagamento, e o sistema Pagar.me.

O objetivo do MPDFT é “acompanhar as consequências da divulgação do código-fonte do software da Stone Pagamentos”. A investigação ficará a cargo da Unidade Especial de Proteção de Dados e Inteligência Artificial.

Em comunicado ao Jota.info, a Stone afirma que prestará os devidos esclarecimentos ao MP quando for notificada. Além disso, ela diz que “o incidente citado não trouxe risco algum à confidencialidade dos dados de clientes ou de qualquer outro participante do arranjo de pagamento”.

Stone sofreu vazamento antes de estreia na Nasdaq

Foi a própria Stone que revelou o vazamento. Ela explicou o ocorrido em um documento para a SEC, comissão de valores mobiliários dos EUA, no dia 24 de outubro. Isso era necessário porque a empresa iria estrear na bolsa de valores Nasdaq.

No documento, a Stone conta que hospedou seu software em um “site de terceiros para desenvolvimento de código”. Provavelmente trata-se do GitHub, onde a empresa mantém arquivos públicos da plataforma Pagar.me. A empresa diz que seus sistemas internos não foram invadidos.

Ela explica à SEC que as partes vazadas “não constituem informações sensíveis do ponto de vista concorrencial”. No entanto, houve ameaças: os hackers prometeram divulgar mais código sigiloso caso não recebessem pagamento em dinheiro.

A Stone estreou na Nasdaq em 25 de outubro e atualmente vale cerca de US$ 3,6 bilhões. Enquanto isso, a PagSeguro — desde janeiro na NYSE — chega a US$ 9 bilhões; seu presidente, Luiz Frias, entrou na lista de bilionários da América Latina.

Com informações: MPDFT.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Ventura

Felipe Ventura

Ex-editor

Felipe Ventura fez graduação em Economia pela FEA-USP, e trabalha com jornalismo desde 2009. No Tecnoblog, atuou entre 2017 e 2023 como editor de notícias, ajudando a cobrir os principais fatos de tecnologia. Sua paixão pela comunicação começou em um estágio na editora Axel Springer na Alemanha. Foi repórter e editor-assistente no Gizmodo Brasil.

Canal Exclusivo

Relacionados