Nvidia mantém boa fase e dobra lucro graças a placas de vídeo

Divisão de placas de vídeo para jogos contribuiu para Nvidia lucrar quase US$ 2 bilhões no último trimestre fiscal

Emerson Alecrim
Por
• Atualizado há 1 ano e 7 meses
Placa de vídeo da série GeForce RTX (imagem: divulgação/Nvidia)
Placa de vídeo da série GeForce RTX (imagem: divulgação/Nvidia)

2021 tem sido um ano difícil para muitos negócios, mas não para a Nvidia. A companhia divulgou os resultados financeiros referentes ao seu primeiro trimestre fiscal, encerrado no dia 2 deste mês de maio. Os números mostram que, na comparação com o mesmo período do ano anterior, o lucro da empresa mais do que dobrou.

Em seu primeiro trimestre fiscal, a Nvidia registrou receita de US$ 5,66 bilhões, um aumento de 84%: no mesmo período do ano passado, a receita obtida foi de US$ 3,1 bilhões.

Se considerarmos somente a divisão de placas de vídeos para jogos, a receita ficou em US$ 2,76 bilhões, um crescimento de 106% na comparação ano a ano. Já a divisão de datacenters respondeu por US$ 2,05 bilhões da receita, alta de 79%.

O lucro líquido no último trimestre fiscal ficou em US$ 1,91 bilhão, aumento de 31% em relação aos resultados financeiros anteriores e de 109% na comparação com o mesmo período de 2020.

Todos esses valores superaram as expectativas do mercado e da própria Nvidia.

Divisão de placas de vídeo se destaca

Jensen Huang, CEO da Nvidia, celebrou os números destacando a expansão que a divisão de datacenters da companhia vem experimentando, mas não escondeu a sua empolgação com o segmento de placas de vídeo para jogos:

A linha Nvidia RTX reinventou a computação gráfica e está promovendo avanços nos mercados de jogos e design. Nossos parceiros estão lançando a maior leva [já registrada] de notebooks com tecnologia Nvidia. Em todos os setores, a adoção das plataformas de computação da Nvidia está se acelerando.

Jensen Huang, CEO da Nvidia

Esse bom momento é reflexo da maior procura por placas de vídeo para jogos, em parte porque muita gente passou a jogar mais na pandemia. Mas a procura por GPUs para mineração de criptomoedas também deve ter contribuído com esses resultados, apesar de alguns esforços da Nvidia para evitar que esse segmento continue sustentando o cenário de escassez de GPUs no mercado.

Receba mais sobre Nvidia na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Canal Exclusivo

Relacionados