Nvidia revela novas GPUs profissionais com foco em IA geracional

No GTC 2023, Nvidia relembrou seu papel na evolução da inteligência artificial, destacando novos produtos que entregam o desempenho necessário para tarefas de IA

Felipe Freitas
Por
• Atualizado há 5 meses
Jensen Huang mostrou no Nvidia GTC 2023 o papel da empresa na evolução da tecnologia de inteligência artificial (Imagem: Divulgação/Nvidia)

Nesta terça-feira (21), a Nvidia realizou mais um GTC, seu evento sobre novidades para a indústria. O ponto alto do GTC 2023 trouxe as novas GPUs e parcerias com o foco em inteligência artificial. Amazon, Microsoft e Google são algumas das empresas que utilizarão as plataformas da Nvidia nos seus produtos de IA.

Ao falar do papel da Nvidia nessa nova fase da inteligência artificial, Jensen Huang, presidente da empresa, relembrou que entregou em mãos para a OpenAI o supercomputador Nvidia DGX AI. Para Huang, a Nvidia está no “momento iPhone da IA” — comparando o ChatGPT com a mexida de mercado que a Apple causou com seu smartphone.

Novas GPUs e supercomputadores para tarefas de inteligência artificial

Nos anúncios de GPUs para servidores (nada de gamer aqui), a Nvidia trouxe as inéditas Nvidia L4 for AI Video e H100 NVL for LLM. A placa de vídeo L4 tem um “dom especial” para tarefas que envolvam a geração de vídeos por inteligência artificial.

Segundo a Nvidia, o desempenho da GPU L4 é 120 vezes maior que uma CPU nesse ponto. O Google Cloud será o cliente lançador desse modelo. A L4 será usada na IA Vertex, plataforma de machine learning do serviço de nuvem.

A GPU Nvidia H100 NVL não é tão novidade assim. Essa placa traz duas H100 unidas pelo NVLink, explicando a sigla no fim do nome. O seu ponto forte é lidar com modelos de linguagens de grande (tradução direta de large language model), tecnologia por trás de IAs geracionais como o ChatGPT.

Novas GPUs Nvidia para servidores, na sequência: L4, L40, H100 NVL e Grace Hopper (Imagem: Divulgação/Nvidia)
Novas GPUs Nvidia para servidores, na sequência: L4, L40, H100 NVL e Grace Hopper (Imagem: Divulgação/Nvidia)

A Nvidia apresentou também uma versão da placa de vídeo L40 para geração de imagem por IA e a GPU Grace Hopper. Esta última para tarefas de base de dados vetorizada e redes neurais.

Outras novidades em GPUs envolvem novos modelos da RTX para o uso em estações de trabalho. Todos as novas placas, que integram as séries RTX 5000, RTX 4000, RTX 3000 e RTX 2000, usam a arquitetura Ada Lovelace.  

Nvidia unindo todas as tribos de tecnologia

Além do Google, a Nvidia também anunciou parcerias com a Microsoft, MedTronic, Amazon e Oracle.

No primeiro caso, a Microsoft usará o Nvidia Omniverse (um metaverso que está dando certo) na Azure e Microsoft 365.

A MedTronic, uma empresa do ramo de tecnologia e saúde, usará a plataforma para inteligência artificial da Nvidia com o objetivo de criar um sistema para dispositivos médicos. Desse modo, os aparelhos desenvolvidos pela MedTronic usarão um software em comum.

MedTronic desenvolverá sistema para equipamentos eletrônicos com tecnologia da Nvidia (Imagem: Divulgação/Nvidia)
MedTronic desenvolverá sistema para equipamentos eletrônicos com tecnologia da Nvidia (Imagem: Divulgação/Nvidia)

Já a Amazon está lançando novos cluster para o AWS que poderão receber até 20.000 GPUs H100. Escassez de chips só atinge os meros mortais — assim como os layoffs na Amazon.

No GTC 2023, a Nvidia anunciou que a Oracle usará a DPU BlueField-3 em seus serviços de análise de dados. DPU é uma sigla para Data Processing Unit — um processador voltado para tarefas de banco de dados.

Nvidia renova parceria com BYD, montadora de elétricos

BYD fábrica veículos elétricos e híbridos. Empresa também terá GeForce Now em seus carros (Imagem: Divulgação/Nvidia)
BYD fábrica veículos elétricos e híbridos. Empresa também terá GeForce Now em seus carros (Imagem: Divulgação/Nvidia)

No GTC, a Nvidia anunciou a renovação da sua parceria com a BYD, fabricante chinesa de carros elétricos. A montadora utiliza a plataforma Nvidia Drive Orion em seus veículos elétricos da série Dynasty e Ocean.

O Drive Orion é um sistema que permite o gerenciamento de diversos parâmetros do carro. Todavia, apesar de presença no Brasil, não veremos o Drive Orion rodando em carros da BYD no país em um futuro próximo. A montadora só vende aqui os modelos Tan e Han.

A BYD também é uma das fabricantes com Nvidia GeForce Now integrado em seus novos veículos. A montadora ainda não revelou quais carros terão suporte para o serviço de cloud gaming.

Receba mais sobre Nvidia na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Freitas

Felipe Freitas

Repórter

Felipe Freitas é jornalista graduado pela UFSC, interessado em tecnologia e suas aplicações para um mundo melhor. Na cobertura tech desde 2021 e micreiro desde 1998, quando seu pai trouxe um PC para casa pela primeira vez. Passou pelo Adrenaline/Mundo Conectado. Participou da confecção de reviews de smartphones e outros aparelhos.

Canal Exclusivo

Relacionados