Seu próximo Android pode ter câmera com sensor de profundidade e reconhecimento facial

Paulo Higa
Por
• Atualizado há 3 meses

Muitas tecnologias desenvolvidas pela Qualcomm costumam ser adotadas pelas fabricantes de smartphones, caso do carregamento rápido e das câmeras duplas. E pelo menos duas funções devem chegar à próxima geração de Androids: sensores de profundidade e reconhecimento facial (desta vez, bom).

A segunda geração do módulo de câmera do Spectra, processador de sinal de imagem da Qualcomm, permitirá que as fabricantes adicionem sensores que reconhecem a profundidade dos objetos. Em aparelhos mais simples, isso deve melhorar o efeito bokeh, que desfoca o fundo da imagem — algumas fabricantes já vêm adotando uma tecnologia semelhante, como a Motorola, no Moto Z2 Force.

Mas aparelhos mais potentes podem utilizar o reconhecimento de profundidade para outras tarefas, como realidade virtual e aumentada. E uma versão mais avançada da tecnologia inclui um iluminador e uma câmera infravermelho, sendo capaz de detectar com mais precisão a posição de cada objeto. Em um vídeo de demonstração, o módulo consegue até reconhecer quando as teclas de um piano são pressionadas:

Além disso, o fato do sensor detectar a profundidade permite desenvolver sistemas de reconhecimento facial mais avançados, que não são enganados com uma simples foto, como acontece no Galaxy S8. Rumores indicam que o próximo iPhone terá reconhecimento facial 3D, e ele deverá ser apresentado pela Apple no mês que vem, então você já pode deduzir por que a Qualcomm resolveu mostrar a tecnologia agora.

Por fim, o TechCrunch nota que a tecnologia possibilita headsets de realidade virtual independentes, que não exijam o auxílio de um computador ou smartphone conectado, diferente de um Oculus Rift ou Gear VR. As empresas vêm investindo para deixar a realidade virtual mais prática; o Google também trabalha em um headset independente, por exemplo.

As novas tecnologias de câmera da Qualcomm serão lançadas comercialmente nos smartphones no início de 2018.

Relacionados

Autor(a)

Paulo Higa

Paulo Higa

Ex-editor executivo

Paulo Higa é jornalista com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. No Tecnoblog, atuou como editor-executivo e head de operações entre 2012 e 2023. Viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. Foi coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.