Samsung Ativ S é o primeiro Windows Phone 8 do mercado

Paulo Higa
Por
• Atualizado há 2 anos

Quem diria: o primeiro Windows Phone 8 não é da Nokia. A Samsung revelou hoje o Ativ S, um smartphone topo de linha que possui hardware melhor que qualquer Windows Phone já lançado no mercado. As especificações oficiais indicam uma tela Super AMOLED de 4,8 polegadas, 1 GB de RAM e um processador dual core Qualcomm Krait de 1,5 GHz.

Ativ S é o primeiro Windows Phone com processador dual core | Clique para ampliar

O Ativ S faz uso das novidades do Windows Phone 8 reveladas em junho. O armazenamento interno de 16 GB ou 32 GB pode ser expandido com um cartão de memória microSD. Ele também possui chip NFC para pagamentos digitais e tela com resolução de 1280×720 pixels, diferente dos aparelhos da geração passada, que estavam limitados a 800×480 pixels.

Na parte frontal, o Ativ S possui uma câmera de 1,9 megapixel e proteção Gorilla Glass 2. A traseira mostra uma câmera de 8 megapixels e acabamento de alumínio escovado. Assim como o irmão com Android, ele também é muito fino (8,7 milímetros de espessura), leve (135 gramas) e possui uma bateria gigante, dessa vez com capacidade de 2.300 mAh (!).

A Samsung ainda não revelou quando o Ativ S estará disponível para venda, mas o mais provável é que ele seja liberado assim que a Microsoft liberar a versão final do Windows Phone 8. Com um hardware relativamente poderoso, ele deve se manter no topo da lista de smartphones com Windows Phone 8 por um bom tempo. Isso se a Apple não reclamar do formato quadrado com bordas arredondadas.

Com informações: GSMArena, Windows Phone Blog.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Paulo Higa

Paulo Higa

Editor-executivo

Paulo Higa é jornalista com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. Trabalha no Tecnoblog desde 2012, viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. É coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Relacionados