Steve Ballmer

O Twitter registrou o segundo lucro de sua história no trimestre encerrado em março de 2018. A base de usuários cresceu seis milhões e a receita ficou acima do estimado, chegando a US$ 664,9 milhões.

Apesar do bom desempenho, Steve Ballmer, um dos principais acionistas da empresa, decidiu vender todas as suas ações. Em entrevista à Bloomberg, o ex-CEO da Microsoft disse que tomou a decisão porque não deseja mais focar em ser um investidor.

“O preço parecia muito bom”, brincou.

O empresário anunciou, em novembro de 2015, a compra de cerca de 4% do Twitter. À época, as ações da empresa eram cotadas em US$ 25 cada, mas estavam em baixa. Meses antes, elas chegaram a ser vendidas por US$ 51.

A participação do executivo foi vendida em uma alta recente, que fez as ações chegarem a cerca de US$ 33. Ballmer, certamente, teve um lucro expressivo.

Good job @twitter,@twittermoments innovation, @jack Ceo, leaner, more focused. Glad I bought 4% past few months. Like @alwaleedbinT move too

— Steve Ballmer (@Steven_Ballmer) October 16, 2015

Ele foi beneficiado com os números positivos dos dois últimos trimestres, quando as ações tiveram um crescimento maior em sua cotação.

O empresário disse que a partir de agora focará em fundos de índice, que segundo ele, tornam sua vida mais simples. Com isso, ele poderá seguir como um acionista indireto da companhia.

Apesar de buscar mais simplicidade, Ballmer não abriu mão de suas ações na Microsoft.

Na entrevista, Ballmer disse acreditar que o Twitter ainda trará bons resultados para os acionistas. “Eu acho que o Twitter terá sucesso e vai avançar, mas eu simplifiquei minha vida e saí por um preço muito bom”, disse.

Com informações: Bloomberg, CNBC.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Victor Hugo Silva

Victor Hugo Silva

Ex-autor

Victor Hugo Silva é formado em jornalismo, mas começou sua carreira em tecnologia como desenvolvedor front-end, fazendo programação de sites institucionais. Neste escopo, adquiriu conhecimento em HTML, CSS, PHP e MySQL. Como repórter, tem passagem pelo iG e pelo G1, o portal de notícias da Globo. No Tecnoblog, foi autor, escrevendo sobre eletrônicos, redes sociais e negócios, entre 2018 e 2021.

Canal Exclusivo

Relacionados