Twitter está distribuindo 140 NFTs oficiais de graça

Twitter anuncia sorteio de 140 NFTs de arte digital; para participar, basta responder às publicações da conta oficial da rede social

Bruno Ignacio
Por
• Atualizado há 6 meses
"Furry Twitter" é uma das 7 obras digitais que estão sendo distribuídas como NFTs (Imagem: Reprodução)
"Furry Twitter" é uma das 7 obras digitais que estão sendo distribuídas como NFTs (Imagem: Reprodução)

Nesta última quarta-feira (30), o Twitter anunciou que está lançando 140 NFTs oficiais da rede social através do marketplace Rarible. Porém, os tokens não fungíveis não vão a leilão, como o de costume. Os ativos digitais serão sorteados para quem responder os tweets sobre o evento, recebendo uma DM da própria plataforma caso seja um ganhador.

Foram registradas 20 unidades de 7 obras de arte digitais diferentes. Entre os títulos das peças, estão “Furry Twitter”, “Vitamina T” e “O Cara que Responde”, por exemplo. Porém, nenhum dos NFTs inclui qualquer direito sobre a produção artística em si, apenas a representação limitada e colecionável dela.

Espera-se que aqueles sortudos o suficiente para receber um desses tokens consiga lucrar com sua esperada valorização ao longo do tempo. A rede social não revelou o prazo exato desse sorteio, mas alguns NFTs já foram distribuídos.

Twitter entra no mercado de NFTs?

Trata-se da primeira ação oficial do Twitter com NFTs e ativos digitais, por mais que seu CEO, Jack Dorsey, tenha vendido o primeiro tweet da plataforma por US$ 2,9 milhões no final de março. Contudo, isso não marca exatamente a entrada da rede social nesse mercado.

https://twitter.com/Twitter/status/1410227743636217856

Um porta-voz da plataforma disse à Bloomberg que o Twitter não possui nenhum plano de realmente vender NFTs até o momento. Já o Mashable revelou que, diferente da maioria dos tokens não fungíveis, a companhia não receberá royalties sobre a revenda dos ativos digitais que serão distribuídos.

Contudo, entende-se que o Twitter espera testar a valorização de seus NFTs nos próximos meses. Se alguma das obras digitais atingir valores significativos, é bem possível que a empresa considere realmente vender ativos digitais oficiais.

Ao Mashable, o Twitter afirmou que a motivação por trás da campanha de distribuição desses tokens é apenas destacar a discussão existente sobre esse mercado, tornando também mais fácil o entendimento dessa ferramenta e da tecnologia por trás dela.

Com informações: Bloomberg, Mashable

Receba mais sobre Twitter na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Bruno Ignacio

Bruno Ignacio

Ex-autor

Bruno Ignacio é jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero. Cobre tecnologia desde 2018 e se especializou na cobertura de criptomoedas e blockchain, após fazer um curso no MIT sobre o assunto. Passou pelo jornal japonês The Asahi Shimbun, onde cobriu política, economia e grandes eventos na América Latina. No Tecnoblog, foi autor entre 2021 e 2022. Já escreveu para o Portal do Bitcoin e nas horas vagas está maratonando Star Wars ou jogando Genshin Impact.

Canal Exclusivo

Relacionados