Como calcular juros compostos no Excel

É importante saber como calcular os juros compostos em uma planilha do Excel. Entenda como montar as fórmulas corretamente

Alvaro Teixeira
Por

Os juros compostos aparecem frequentemente no nosso cotidiano, mesmo que você não perceba. Eles estão no atraso de pagamentos de contas e cartão de créditos, empréstimos bancários e em alguns investimentos, por exemplo. Além de entender como funcionam, é importante saber como calcular os juros compostos no Excel, já que com a ajuda de uma planilha, a visualização dos valores e resultados finais é mais rápida e prática. Veja como.

Veja como usar o Excel para calcular juros compostos (Imagem: Mika Baumeister / Unsplash)

Saber calcular os juros compostos é o primeiro passo para conseguir usá-los em uma planilha do Excel. Precisamos de quatro dados para inserir na fórmula de juros compostos: montante, capital, taxa de juros e tempo (prazo ou período).

A fórmula utilizada para o cálculo de juros compostos é:

M = C (1 + i)^t

Onde:

  • M = Montante ou valor final;
  • C = Capital;
  • i = Taxa;
  • t = tempo, período ou prazo;

Cálculo de juros compostos no Excel

Para calcularmos juros compostos no Excel, basta aplicarmos a fórmula acima na tabela. Veja a seguir um exemplo e como fazer para aplicar numa tabela:

Vamos calcular o valor final de juros em um empréstimo de R$ 1000,00, com uma taxa de juros de 8%, por um período de 6 meses.

Tempo necessário: 5 minutos.

  1. Inclua um dado em cada célula

    Em cada célula da planilha, você deve colocar o capital, taxa de juros e período;

  2. Aplique a fórmula acima na tabela

    Para acharmos o valor final, precisamos aplicar a fórmula explicada acima nas células. Teremos:
    B1*(1+B2)^B3

  3. O valor exibido na célula é o total de juros compostos nessa operação

    O valor da célula B4 é o total de juros acumulados na operação de exemplo;

  4. Para saber o total pago, some o capital aos juros encontrados

    Basta somar a célula B4 com a célula B1;

Pronto, agora que você já sabe como calcular juros compostos através de fórmula geral, vou te mostrar como usar a função EFETIVA.

Em alguns casos, em que o prazo da operação é maior que um ano e você só sabe a taxa de juros nominal e o período por cada ano em que os juros serão aplicados, é possível usar a função EFETIVA pra calcular a taxa de juros efetiva anual.

Por exemplo, se uma empresa pega um empréstimo com juros anuais de 9,25% compostos trimestralmente, pode usar a função EFETIVA para saber os juros compostos efetivos no Excel. Veja como:

A fórmula que usaremos no Excel é: =EFETIVA(taxa;período anual)

  1. Calcule o periodo, por ano, que a taxa de juros será aplicada; no nosso caso, será trimestral, ou seja, quatro vezes por ano;
  2. Basta aplicarmos a fórmula nas células e verificar o resultado;
  3. Para nosso exemplo, a taxa de juros efetiva será 9,58%;

Pronto, agora você já pode calcular juros compostos no Excel e avaliar melhor seus investimentos ou dívidas.

Com informações: Microsoft.

Alvaro Teixeira

Redator

Alvaro é formado em comércio exterior e apaixonado por tecnologia desde 2005, quando cursou matemática aplicada computacional na UFRRJ. É experiente com games, principalmente FIFA, o qual jogou profissionalmente por cinco anos. Tem afinidade com videogames, celulares, além de outros assuntos tech, e escreve no Tecnoblog desde 2020.

Relacionados

Relacionados