O certo é “o Google” ou “a Google”?

Altas conversas para decidir se Google é menino ou menina

Paulo Higa
Por
• Atualizado há 1 ano

Google é menino ou menina? O certo é “o Google” ou “a Google”? Ou o buscador é masculino e a empresa é feminina? Em mais um dia normal, publicamos a notícia de que a inteligência artificial do Google removeu milhões de comentários e avaliações falsas da Play Store, até que um leitor decidiu comentar sobre o gênero da gigante das buscas. E isso reacendeu uma antiga discussão por aqui.

O Tecnoblog (que é um jovenzinho mesmo) sempre adotou a grafia “o Google”, mas nos últimos anos tem sido comum encontrar a forma “a Google” em outros veículos. O tal comentário da discórdia recebeu mais de uma dezena de respostas, o app de comunicação da empresa ficou louco aqui com tantas mensagens e resolvemos entrar na onda.

O TB Responde no vídeo a seguir:

Em resumo: oficialmente, o correto é “o Google”, não importa se é o buscador ou a empresa.

O serviço de streaming Netflix é no feminino.

A operadora Correios Celular é no masculino.

O canal de televisão HBO é no feminino.

E todos esses exemplos contraintuitivos são para mostrar que quem decide tudo isso não sou eu, nem você, nem nenhuma força oculta do mal entre o artigo “o/a” e o nome: é a própria empresa. O Google escolheu crescer como um menininho.

Obrigado por participar de mais uma discussão importantíssima nesta indústria vital.

Esse conteúdo foi útil?
😄 Sim🙁 Não

Receba mais sobre Google na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Paulo Higa

Paulo Higa

Ex-editor executivo

Paulo Higa é jornalista com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. No Tecnoblog, atuou como editor-executivo e head de operações entre 2012 e 2023. Viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. Foi coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Canal Exclusivo

Relacionados