O que é AMP?

Melhorando o carregamento de páginas da web; saiba o que é AMP e entenda a importância dessa tecnologia para dispositivos móveis

Wagner Pedro
Por

É bastante provável que você já tenha acessado um site na versão AMP. Graças a essa tecnologia, páginas da web podem ser carregadas mais rapidamente em dispositivos móveis, como celulares e tablets. Mas, afinal, o que é AMP? Abaixo, vou te explicar mais detalhes sobre o termo.

AMP, ou Accelerated Mobile Pages, é um projeto de código aberto que visa melhorar a velocidade de carregamento de páginas da web em dispositivos móveis.
O que é AMP? (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

O projeto AMP é liderado pelo Google. Para aumentar a velocidade de carregamento dos sites, essa tecnologia usa uma versão simplificada do HTML, remove algumas tags que funcionam em páginas normais e insere uma versão leve do CSS.

Na verdade, com o AMP habilitado, grande parte do conteúdo original da página pode ser deletado ou otimizado. Por exemplo, imagens são carregadas apenas quando o usuário rola até ela e formulários não são suportados. Além disso, esse projeto também fornece uma biblioteca JavaScript limitada.

Otimização com conteúdo

Por mais que o AMP remova algumas características da página padrão, a intenção do Google é garantir que essa tecnologia não seja apenas uma versão em texto da página original.

Portanto, os sites ainda podem manter um conteúdo com vídeos, animações, gráficos e anúncios, por exemplo, sem comprometer a velocidade de carregamento.

Além disso, o AMP foi criado para funcionar independentemente do dispositivo ou sistema operacional, abrangendo desde aparelhos antigos aos mais recentes.

O AMP é realmente importante?

Imagine que uma pessoa precisa acessar um site, mas ao tentar entrar no domínio, percebe que o tempo de carregamento é muito longo. Isso desestimula o usuário e, naturalmente, faz com que ele abandone a página.

De acordo com David Besbris, vice-presidente de engenharia e pesquisa do Google, 53% das pesquisas em dispositivos móveis são abandonadas se o usuário tiver que esperar três segundos para a página carregar.

Esses abandonos podem ser evitados com o AMP, pois as páginas veiculadas na pesquisa do Google costumam usar um décimo dos dados das páginas comuns e, normalmente, carregam em menos de um segundo.

Analisando os benefícios, fica bem claro que essa tecnologia tem um papel importante em muitos sites.

Com informações: TechTarget e Digital Marketing Institute.

Wagner Pedro

Ex-autor

Wagner Pedro é um paraibano “arretado” apaixonado por smartphones e cobre tecnologia desde 2017. Autodidata desde a época dos PCs de tubo, internet discada e Windows XP, buscou conhecimento em pequenos cursos de Informática e uniu essa paixão ao jornalismo. Ainda sente falta do extinto Windows Phone.

Relacionados

Relacionados