TB Responde Antivírus e Segurança

O que é stalkerware?

Saiba o que é stalkerware; entenda também como esse software malicioso trabalha e o que fazer para removê-lo do seu celular

Wagner Pedro
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

O uso de stalkerwares vem crescendo bastante. Esses softwares maliciosos, que conseguem monitorar e rastrear as atividades das vítimas, são instalados sem consentimento e projetados para serem silenciosos e ocultos, dando a impressão de que tudo está certo. Mas, afinal, o que é stalkerware? Abaixo, vou te explicar mais detalhes sobre o termo e mostrar a diferença para spyware.

O que é stalkerware (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Os stalkerwares podem ser usados para diversos fins, como identificar e roubar dados inseridos pela vítima no celular, permitindo que criminosos tenham acesso a credenciais e informações bancárias. Considerando que são difíceis de detectar, a pessoa só percebe que sofreu algum golpe quando ele, de fato, ocorre.

No entanto, o uso mais comum acontece com stalkers ou parceiros ciumentos que desejam espionar a vida do cônjuge. Nesses casos, o software entrega funções específicas, como rastreamento em tempo real, registro de chamadas e muito mais.

Na verdade, os recursos oferecidos por um stalkerware só depende de como ele foi projeto para funcionar, mas no geral, esses apps costumam:

  • Rastrear a localização em tempo real;
  • Identificar teclas digitadas;
  • Acessar o registro de chamadas;
  • Ler mensagens;
  • Tirar capturas de tela;
  • Ter aceso a câmera e microfone do aparelho.

Como um stalkerware é instalado

Pessoa no celular (Imagem: Freestocks/Unsplash)
Pessoa no celular (Imagem: Freestocks/Unsplash)

Um stalkerware é instalado de duas formas: por pessoas com acesso físico ao aparelho ou pelo próprio usuário ao baixar aplicativos na loja do sistema operacional. No primeiro, o stalker ou parceiro da vítima instala o app usando um arquivo compatível, normalmente um APK.

Após a instalação, ele consegue ter acesso a mensagens, câmera, localização e outros recursos. Curiosamente, esses softwares são comercializados em lojas não oficiais e fóruns online por um preço relativamente baixo, atraindo a atenção de diversas pessoas mal-intencionadas.

No segundo método, a pessoa pode nem saber da existência de uma ameaça em seu celular, pois o software se “camufla” para entregar funções aparentemente legítimas. Felizmente, empresas como o Google trabalham arduarmente para remover aplicativos espiões que burlam os mecanismos de segurança da Play Store. Ainda assim, é importante ficar atento a quais apps você baixa em seu celular.

Qual a diferença entre spyware e stalkerware

Apesar de ter objetivos parecidos, os dois termos são diferentes. O spyware é instalado através de arquivos infectados e busca informações mais generalizadas, como senhas e dados bancários. Já o stalkerware é usado para espionar uma pessoa, sendo constantemente vinculado a casos de assédio.

Como detectar um stalkerware

É possível detectar um stalkerware (Imagem: Sora Shimazaki/Pexels)
É possível detectar um stalkerware (Imagem: Sora Shimazaki/Pexels)

Um stalkerware é projetado para ser “invisível”. Ou seja, não é muito fácil de detectá-lo, mas também não chega a ser impossível, já que esses aplicativos deixam alguns rastros que denunciam a sua presença.

Por isso, caso note algum comportamento diferente em seu celular, recomendo que leia nosso tutorial de como descobrir um aplicativo espião para eliminar qualquer ameaça a sua privacidade.

Stalkerwares vem crescendo no Brasil

O uso de apps de rastreamento ilegal têm crescido assustadoramente no Brasil. Segundo um levamento feito pelo Avast, entre janeiro e fevereiro de 2021, o número de stalkerwares aumentou 268% quando comparado ao mesmo período de 2020.

Em muitos países, esses softwares não chegam a ser proibidos por lei, mas no Brasil seu uso é ilegal, se enquadrando no crime de perseguição, segundo a Lei 14.132 de 2021. Essa prática prevê pena de reclusão de seis meses a dois anos e multa.

Com informações: F-Secure e MUO.

Esse conteúdo foi útil?

Wagner Pedro

Autor

Wagner Pedro é um paraibano “arretado” apaixonado por smartphones e cobre tecnologia desde 2017. Autodidata desde a época dos PCs de tubo, internet discada e Windows XP, buscou conhecimento em pequenos cursos de Informática e uniu essa paixão ao jornalismo. Ainda sente falta do extinto Windows Phone.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque