O que é um endpoint em TI?

Saiba o que são os dispositivos endpoints, entenda o termo, como gerenciá-los e a importância de cuidar da segurança

Alvaro Teixeira
Por

Imagine uma rede de internet, corporativa ou em sua residência mesmo. Nela, estão conectados diversos dispositivos, como computadores, notebooks, smartphones e tablets. Estes aparelhos, sejam móveis ou não, são considerados endpoints. Neste artigo, te explico o que é e como gerenciar e cuidar da segurança de uma estrutura de endpoint.

Definição de endpoint (Imagem: Tecnoblog)

Para entender mais detalhadamente o que é um endpoint, é preciso entender o que significa o termo: em tradução livre, seria algo como “ponto de extremidade” ou “ponto final”. Por consequência, todo dispositivo que está conectado em alguma rede é um endpoint. Em geral, a expressão é usada por equipes de TI que gerenciam redes corporativas.

Equipamentos que são usados como intermediários numa conexão, por exemplo, roteadores, switches ou gateways de rede não são considerados endpoints.

Segurança para endpoints

Por se tratar de um dispositivo conectado à rede, um endpoint transfere dados e, por isso, está sujeito a falhas de seguranças e ataques virtuais. Dessa forma, é importante que haja um bom gerenciamento de segurança da informação.

Os endpoints costumam ser a parte mais visada para um ataque, já que eles estão transmitindo e recebendo informações e podem servir como pontos de entrada para uma invasão. Um invasor pode encontrar menos dificuldades para entrar em um notebook de um funcionário de uma empresa, por exemplo.

Alguns fatores influenciam diretamente na dificuldade de proteger os endpoints, como: quantidade de dispositivos conectados à rede corporativa, comportamento dos usuários dos dispositivos ou conexões em outras redes.

Gerenciamento de endpoints

O gerenciamento de endpoints é justamente o conjunto de atividades e práticas utilizadas para monitorar e proteger estes dispositivos. É importante aplicar algumas ações como garantir o acesso restrito a usuários autenticados, instalar e atualizar softwares de proteção, observar quaisquer outros programas que possam ser instalados e orientar o uso do equipamento.

O bom gerenciamento dos endpoints em uma rede corporativa garante, além da segurança, a proteção virtual do usuário remotamente, atualizar e monitorar os softwares utilizados no dispositivo, rastreamento e identificação do uso do equipamento da companhia entre outros benefícios que envolvem custos, análise de uso de estrutura virtual como servidores, nuvem ou backups.

Agora você já entendeu o que significa um endpoint e o quão importante é cuidar da sua segurança, já que são os alvos mais visados para ataques virtuais.

Com informações: Cloudflare.

Alvaro Teixeira

Redator

Alvaro é formado em comércio exterior e apaixonado por tecnologia desde 2005, quando cursou matemática aplicada computacional na UFRRJ. É experiente com games, principalmente FIFA, o qual jogou profissionalmente por cinco anos. Tem afinidade com videogames, celulares, além de outros assuntos tech, e escreve no Tecnoblog desde 2020.

Relacionados

Relacionados