Como recuperar o iCloud de uma pessoa falecida [Apple ID]

Apple permite que um familiar tenha acesso à conta do iCloud (Apple ID) de uma pessoa falecida, mas processo envolve a Justiça

Lucas Lima
Por
• Atualizado há 1 ano e 1 mês
Dispositivos Apple (Imagem: Brina Blum / Unsplash)
Dispositivos Apple (Imagem: Brina Blum / Unsplash)

Algumas redes sociais permitem que o familiar solicite a desativação da conta de um falecido, a Apple não dispõe de um formulário para pedir que as credenciais e dados do usuário sejam excluídos, mas torna possível que o familiar tente recuperar o acesso ao Apple ID e iCloud da pessoa falecida. O processo envolve uma ordem judicial. Saiba o que é pedido.

Por que ter o acesso à conta ao invés de desativar

Diferente de redes sociais, em que há certa exposição por um perfil, as contas em plataformas digitais como o iCloud não tendem a receber tanta atenção depois que uma pessoa morre.

Contudo, em alguns casos, é importante recuperar o acesso ao Apple ID ou iCloud, seja para cancelar assinaturas ativas, gerenciar o Compartilhamento Familiar, desbloquear um dispositivo (iPhone, iPad, Mac) usado pela pessoa para restaurá-lo aos padrões de fábrica ou obter dados importantes que só a pessoa tinha posse.

Como recuperar o acesso ao iCloud de uma pessoa falecida

O iCloud é vinculado a um Apple ID e para recuperar o acesso dessa conta a Apple pede que o parente mais próximo da pessoa falecida encaminhe uma ordem judicial declarando-o como herdeiro legítimo das informações do familiar.

A ordem judicial deve especificar:

  • O nome e o ID Apple da pessoa falecida;
  • O nome do parente mais próximo que está solicitando acesso à conta da pessoa falecida;
  • Que o falecido era o usuário de todas as contas associadas ao ID Apple;
  • Que o solicitante é o representante legal, agente ou herdeiro do falecido e sua autorização constitui um “consentimento legal”;
  • Que a Apple é obrigada por lei a auxiliar no acesso às informações das contas da pessoa falecida.

Dado que tenha esse documento, a solicitação para recuperar o iCloud da pessoa falecida deve ser feita no canal de suporte para o ID Apple.

Em caso de dispositivos bloqueados por um código, a Apple lembra que não é possível desbloquear o aparelho sem apagá-lo:

Lembre-se de que dispositivos bloqueados por um código de acesso são protegidos pela criptografia do código. Sendo assim, a menos que o parente mais próximo saiba o código de acesso do dispositivo, a Apple não poderá remover o bloqueio sem apagar o dispositivo.

Quando se tem o acesso ao Apple ID da pessoa que faleceu, é possível restaurar o aparelho e remover o Bloqueio de Ativação, para que o dispositivo possa ser usado novamente e com outra conta.

Ainda que ninguém espere o pior, a Apple recomenda que o usuário inclua os dados e contas do iCloud e Apple ID no planejamento patrimonial, tornando mais fácil o processo futuro, caso venha a falecer. O Google, por outro lado, já permite que a pessoa defina quais são os contatos de confiança que receberão uma cópia dos dados da conta — nesse caso, dispensando o envolvimento da Justiça.

Com informações: Apple.

Esse conteúdo foi útil?
😄 Sim🙁 Não

Receba mais sobre Apple ID na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Lucas Lima

Lucas Lima

Editor-assistente

Lucas Lima trabalha no Tecnoblog desde 2019 cobrindo software, hardware e serviços. Pós-graduando em Data Science, formou-se em Jornalismo em 2018 e concluiu o técnico em Informática em 2014, mas respira tecnologia desde 2006, quando ganhou o primeiro computador e varava noites abrindo janelas do Windows XP. Teve experiências com comunicação no poder público e no setor de educação musical antes de atuar na estratégia de conteúdo e SEO do TB.

Relacionados