Início » Aplicativos e Software » Tweetro está de volta ao Windows 8, mas custa R$ 17

Tweetro está de volta ao Windows 8, mas custa R$ 17

Cliente de Twitter foi retirado da loja após atingir 100 mil usuários.
Novas regras da API do Twitter prejudicam aplicativos de terceiros.

Paulo Higa Por
7 anos atrás

O Tweetro, um dos poucos clientes de Twitter para Windows 8, foi removido da Windows Store após atingir o limite de 100 mil usuários imposto pelas novas regras da API do Twitter. A empresa que desenvolve o Tweetro, Lazyworm Apps, lançou seu aplicativo novamente, agora com o nome Tweetro+. O cliente se tornou pago e o preço é um pouquinho salgado: R$ 16,99.

O preço na loja brasileira é menor que na loja americana, onde o Tweetro+ custa US$ 9,99. Na descrição do Tweetro, a Lazyworm Apps deixa bem claro: "Nós não podemos garantir que este app vai continuar funcionando do mesmo jeito que quando foi comprado". Se o Twitter apertar ainda mais as regras, os desenvolvedores não têm culpa; você comprou porque quis, obrigado por sua colaboração.

Tweetro volta ao Windows 8, agora como aplicativo pago (e sem versão de teste)

Infelizmente não há uma versão de testes do Tweetro+, o que é compreensível -- eles acabariam "gastando" o limite de 100 mil usuários e o aplicativo teria que ir embora mais cedo da Windows Store. O Tweetro+ tem os principais recursos que esperamos de um cliente: streaming de tweets, browser integrado, visualizador de fotos, notificações e suporte a múltiplas contas.

Como o Twitter limita o número de usuários para clientes de terceiros, os desenvolvedores do Tweetro também limitaram o número de contas que você pode adicionar ao aplicativo: duas. Dá para controlar até cinco contas pelo Tweetro+, mas é necessário pagar mais uma taxa, via compra in-app.

Se você não quiser gastar todo o dinheiro do almoço num cliente de Twitter, a solução é usar aplicativos alternativos, como o MetroTwit e o Rowi -- isso enquanto eles não atingirem o limite de usuários, claro. No Windows 8, você também pode usar o Twitter pelo navegador ou pelo simplório cliente integrado ao aplicativo Pessoas, que não possui limitação de usuários.

O Twitter afirmou que está desenvolvendo um cliente para Windows 8, mas ainda não há nenhuma previsão de quando o aplicativo será lançado na Windows Store. Então fica assim: o Twitter é incapaz de desenvolver um cliente decente e, ao mesmo tempo, limita o crescimento de clientes de terceiros. Como lidar?

Com informações: Neowin.