Início » Mobile » Latitude 10 é o primeiro tablet da Dell para negócios

Latitude 10 é o primeiro tablet da Dell para negócios

Dispositivo roda Windows 8 completo com acesso à área de trabalho.
SSD de 64 GB permite usar 38,6 GB depois que sistema está instalado.

Por
5 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Latitude 10 (foto: Thássius Veloso / Tecnoblog)

Austin, Texas – A multinacional Dell mostrou nessa quarta-feira (12) o ultrabook Latitude 10 voltado especificamente para o mercado corporativo. Ora, ora, temos alguns tablets (alô, Playbook) por aí que atende esse público, você deve estar pensando. Pode ser. Ainda assim, o Latitude 10 tem grande importância para a fabricante por rodar, pela primeira vez, o sistema Windows 8 no sabor mais completo.

Eu tive a oportunidade de brincar rapidamente com um desses no centro de exposições em que ocorre o evento Dell World, nos Estados Unidos. Devo dizer que estou impressionado com a rapidez com que o dispositivo responde aos comandos no visor touchscreen de 10,1 polegadas. Michael Dell, o fundador da Dell, entrevista a ninguém menos que este intrépido repórter, disse que utiliza o Latitude 10 diariamente no escritório e ainda destaca a presença – bem como a aposta da companhia – do Windows 8.

O Latitude 10 testado por mim em seu cerne processador Atom de 1,8 GHz (Z2760) fabricado pela Intel. Espantou-me a memória RAM de 2 GB, pois eu imaginava que seria mais. Ainda assim, o aparelho responde bem no acesso à internet, reprodução de vídeos com o app nativo do Windows 8 e também na exibição de documentos do Microsoft Word.

Lembra-se que havia polêmica e dúvida em relação ao espaço que fica livre no armazenamento de tablets com o mais novo Windows. Pois bem, o Windows Explorer do Latitude 10 nos revelou que havia 38,6 GB livres de 52,2 GB reconhecidos pelo sistema. Provavelmente a Dell inclui naquele modelo específico um SSD de 64 GB. Alguns modelos do Latitude 10 terão mais – até 128 GB, obviamente custando mais caro.

Índice do Windows no Latitude 10 (foto: Thássius Veloso / Tecnoblog)

Índice do Windows no Latitude 10

Outra curiosidade referente ao tablet para negócios, no Latitude 10 haverá modelos com bateria removível. Um vídeo publicitário mostrava o dono de uma máquina dessas trocando a bateria comum por outra maior, o que certamente dá mais autonomia de uso.

Nos ajustes do sistema operacional marcava pontuação de 3,3 pontos no índice do Windows. Não é deslumbrante, mas também não se esqueça de que estamos falando de um tablet.

Representante da Dell disse que a presença do Windows 8 completo, sem ser a versão RT, garante a compatibilidade com aplicativos mais antigos. Detalhe importante para o ambiente corporativo.

O Latitude permite plugar um Dock com acesso a uma série de portas, além de ele próprio incluir leitor de SD Card (entre outros que prefiro não mencionar pois depende do modelo). A Dell Brasil ainda não divulgou o preço para o mercado nacional. Cá no evento Dell World está saindo por 329 dólares para os presentes (no varejo custa a partir de 649 dólares). Nada mal.

O repórter viajou para os Estados Unidos a convite da Dell. Atualizado às 0h48.

  • fac_713198649

    UAU!!!

  • Sony VAIO Duo, sorry Dell.
    Primeiro Latitude que eu não tenho vontade de comprar 🙁

    • Respondendo ao meu post heheh po Dell Windows 32BIT pra demo? Pouxaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa meus Latitudes sempre são máquinas TOP.

      Não quero ser chato mas, já contaram pra Dell sobre o Surface PRO ? 😛

      • fac_713198649

        Você está ignorando o preço dos dois.

  • Pablo Montenegro

    Não é i5

  • Ernâni Machado Alvarenga

    Tem que ver a autonomia da bateria… que é o grande senão do Windows 8 Pro em portáteis, utilizando processadores x86.

    • fac_713198649

      Ao menos com CPU Clover Trail, a autonomia é até maior do que o ARM.
      http://winsupersite.com/windows-8/review-samsung-ativ-smart-pc

      • Onde diz isso?

        • fac_713198649

          “Mais de 9 horas de bateria e nunca esquenta.” Diferente do ARM que esquenta bastante em determinadas tarefas.

          “Now, where some see limitations, others see simplicity, and an argument could be made that the ATIV’s lack of, well, stuff makes it more desirable, not less. After all, this machine gets a magical 9+ hours of real world battery life, and it does so while running perfectly cool to the touch: It never, ever heats up, and no fan mars the experience. It’s completely silent.”

          • Isso não diz nada sobre um comparativo entre consumo de bateria. Por isso até perguntei, pois até hoje não encontrei testes sobre o tema.

            E quanto a questão de temperatura, pouco faz comparação com a arquitetura ARM, mas sim, possivelmente, com modelo de determinada marca. Veja como há diferente entre fabricantes:
            http://youtu.be/4mSD_EhgGSc

          • fac_713198649

            Na primeira impressão, Paul Thurrott já classificou a duração de bateria entre ele e o Surface como “equivalentes”.
            http://winsupersite.com/windows-8/windows-8-architecture-wars-part-1-clover-trail-vs-arm

          • Mas fazendo um comparativo… Meu Omnia W – ARM esquenta muito mais que o Razr I do meu amigo – intel…

          • Vinícius, Omnia W usa um Snapdragon S2 (já estamos na versão S4), bem mais antigo que o processador da Intel.

          • O iPhone 4S esquenta pra caramba, e o processador é relativamente novo.

          • Então, mas a arquitetura é ARM, mas os modelos e fabricantes são variados. No vídeo acima, que mostrei, mostra como há diferenças entre fabricantes. Há diferenças tbm de modelos da mesma fabricante.

        • fac_713198649

          Esse é aquele polêmico “winchip” que só tem o gerenciamento mágico de energia no Windows e teoricamente é incompatível com o Linux.

  • Achei bem legal o Latitude 10, mas tem que ver a autonomia da bateria, sem gambiarra de bateria maior.

    E uma pergunta de amador: Um processador Core i3 não gasta menos energia? Um Atom não gasta menos energia? Se afirmativo, porque essas empresas ainda não fizeram um tablet com Windows 8 com um processadores com menor consumo de energia que um Core i5?

  • Intel i5? Windows compatível com programas de desktop? Vem com fio de quantos quilômetros?

    • Na verdade é Atom – o texto original continha esse engano. Dito isso, a compatibilidade com programas Desktop é deveras importante no ambiente corporativo. Soluções de TI não serão portadas para o ambiente Metro do dia para a noite.

  • Juscelino Araújo

    Ninguém viu a foto do aparelho?
    o processador é um ATOM Z2760
    http://ark.intel.com/products/70105/Intel-Atom-Processor-Z2760-1MB-Cache-1_80-GHz
    tosco o processador só aceita 2gb de ram.
    Nasceu morto.

  • RamonGonz

    “Windows 8 completo” seria o Windows 8 Pro?
    É a mesmíssima versão do Windows 8 Pro pra desktop?
    Se sim, nunca imaginei que rodasse bem numa configuração assim (Atom / 2gb RAM)…

    • fac_713198649

      Cara, o Windows 8 está rodando bem até em netbook (Atom single core) por aí. Imagina nesse dual core e HT.
      Faça um teste.

      • Meu netbook (Asus 1215B) com AMD C-50 não roda bem não. Nem o 8 nem o 7. A lentidão é tremenda se comparada ao Ubuntu, por exemplo. Já no meu desktop, a coisa melhora muito e o 8 está mais rápido e fluido que o 7.

        • fac_713198649

          Tenho um Aspire One 722 com AMD C-50 e só o Windows 8 roda de forma satisfatória.
          O Ubuntu fica impraticável. E já testei em vários netbooks.

        • Kessler

          Os AMD de baixo desempenho são umas inhacas.
          O Atom roda o Windows 7 decentemente, testei em um dos primeiros modelos (single core) com apenas 1GB de RAM e funcionou bem.

        • fac_713198649

          Só um detalhe:
          Usei Ubuntu 12.10 e Windows 8, ambos de 32 bit, nos comparativos.
          Windows 8 64 bit é bem mais pesado.

    • É o Windows 8 normal, até onde sei. Não é Pro, nem RT.

  • Achei interessante. Vamos aguardar e ver por quanto ele chega aqui…