Início » Negócios » BlackBerry não será vendida por US$ 4,7 bilhões e anuncia troca de CEO

BlackBerry não será vendida por US$ 4,7 bilhões e anuncia troca de CEO

Por
6 anos atrás

A BlackBerry recebeu em setembro uma proposta da Fairfax Financial Holdings para ser vendida por 4,7 bilhões de dólares. O grupo tinha até hoje, 4 de novembro, para analisar os dados da BlackBerry e conseguir o dinheiro necessário para a aquisição. O acordo não deu certo: em vez de ser totalmente vendida, a BlackBerry agora espera levantar cerca de US$ 1 bilhão de investidores institucionais.

O montante de 1 bilhão de dólares, usado na reestruturação da BlackBerry, será obtido através de uma oferta privada de debêntures conversíveis em ações a US$ 10, com prazo de sete anos. A Fairfax Financial Holdings, maior acionista da BlackBerry, vai ficar com mais de 250 milhões de dólares dos debêntures.

blackberry-z10-teclado

Junto com o anúncio da oferta de debêntures, a BlackBerry divulgou que está fazendo uma reestruturação no quadro de diretores. O CEO Thorsten Heins será substituído pelo CEO interino John Chen, que anteriormente havia trabalhado como chairman e CEO da Sybase, uma empresa de banco de dados hoje controlada pela SAP.

De acordo com uma informação publicada na sexta-feira pela Reuters, a Fairfax estava com dificuldade para levantar os 4,7 bilhões de dólares para comprar a BlackBerry. Muitos bancos estariam com receio de entrar no acordo, porque não acreditavam que a BlackBerry poderia se recuperar para que o investimento valesse a pena.

Neste momento, as ações da BlackBerry na Nasdaq caem mais de 10% e valem US$ 6,96.

Com informações: Yahoo Finance

Mais sobre: