Quem usa ou já usou Chrome OS sabe como é sofrido tentar tocar qualquer tipo de mídia. Não há um player nativo e a oferta de aplicativos que tentam remediar esse problema é muito baixa (e muitos não rodam quase nada). Mas a partir desta sexta-feira (18) o cenário mudou: quem usa o sistema operacional do Google agora pode baixar o VLC.

Você provavelmente já usou o player em questão: ele está disponível para quase todos os sistemas operacionais no desktop, incluindo Linux, BSD, Solaris e até o ReactOS. O VLC é referência entre os players de vídeo, oferecendo uma interface simples, completa e que consegue rodar vários tipos de arquivo.

vlc-chrome-os-1

No Chrome OS, o cenário não é diferente: ele suporta todos os formatos de vídeo e áudio que rodam no VLC comum, como *.mkv, *.iso (para DVDs), *.mp4, *.flv e as mais variadas extensões de áudio, como *.flac, *.ogg, *.wav e, claro, *.mp3. Ele também aceita legendas em *.srt e *.ssa.

Como nas outras versões para desktop, o VLC faz playback de vídeos locais ou carregados da internet, tem um equalizador de áudio e suporta playlists, sincronização de áudio e vídeo e até decodificação de áudio ou vídeo acelerado por hardware. Assim como nas versões móveis, o VLC também oferece uma biblioteca que mostra todas as suas mídias adicionadas.

O que pode ter deixado muita gente frustrada é o tempo que o aplicativo levou para desembarcar na plataforma do Google. Se ele estava disponível até para Solaris e BSD, por exemplo, por que o lançamento no Chrome OS demorou tanto? A resposta é relativamente simples e tem apenas quatro palavras: Android Runtime for Chrome (ARC).

vlc-chrome-os-2

Você deve lembrar que o Chrome OS roda, em sua maioria, aplicativos que são feitos para a própria loja de extensões do navegador Chrome, o que limita o código a linguagens web, como HTML5 e JavaScript. O problema é quando é preciso adaptar um player de vídeo que lida com várias tecnologias de decodificação para entregar uma experiência suave e consistente ao assistir um vídeo. Uma tarefa quase impossível, uma vez que o VLC é desenvolvido nas linguagens C e C++.

Com o ARC, o cenário mudou drasticamente: o VLC usou cerca de 95% (!) do código-fonte do aplicativo para Android e fez algumas otimizações, tornando possível a criação. Isso acontece porque o ARC possibilita a simulação dos apps para Android onde o Chrome está disponível, expandindo o suporte do código.

A partir do que foi escrito no app móvel, a equipe de desenvolvimento do VLC conseguiu adaptar vários recursos para o Chrome OS. Eles colocaram até algumas otimizações que ainda nem foram lançadas! É importante frisar que o VLC ainda não suporta o ARChon Runtime, plataforma que espelha os apps do Android no OS X, Linux e Windows.

Até agora, o aplicativo para o Chrome OS foi testado no Chromebook Pixel e no HP Chromebook 14. O post no blog do software reconhece que o app pode não funcionar em todos os dispositivos, mas recomenda que a máquina esteja com a versão 48 ou superior do Chrome. Se você se encaixar nesses requisitos, pode testar o aplicativo aqui.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Carla Martins
Da para usar o VLC na smart tv ??
Willian Matheus Marchiori
Nem me fale, tenho uma Apple TV3 e sinceramente prefiro usar meu PS3 para acessar o netflix, seria ótimo se a apple TV originalmente tivesse um gerenciador de arquivos para ler pendrives e HDs externos, ai sim valeria a pena tenho a minha porque peguei ela em uma promoção ( para testar ) já que minha TV já é smart, mas não curtia o App do netflix dela, e o sistema dela trava muito, então fiquei usando a Apple Tv mas sinceramente não gostei, Nexus player ta chegando ai, acho que tem funções muito melhores, falta um suporte a 4k
Magnosama
Aprovou o PLEX no Apple TV, não há pq não aprovar o VLC.
Wilson Faustino
Tem pra iPad e pra iPhone. Não sei pq não teria pra Apple TV.
Tiago Celestino
Não sei a Apple vai aprovar isso.
Deilan Nunes
Mas ela praticamente já iniciou isso com a possibilidade de porta app Android para rodar no chrome os
Deilan Nunes
Kkkkk
HomeroGamer-BanidodoMB

Já tem android para PC, tanto baseado diretamente no AOSP quanto vários equipamentos do tipo tudo em um com android.

Portanto pra que a Google vai se preocupar com algo que já existe?

E além do mais CHROMEOS não é para o mercado de pcs de mesa e notebooks e sim de equipamentos conectados (equipamentos que ficam quase constantemente ligados a internet, mercado corporativo e educacional).

Homero Gamer
Já tem android para PC, tanto baseado diretamente no AOSP quanto vários equipamentos do tipo tudo em um com android. Portanto pra que a Google vai se preocupar com algo que já existe? E além do mais CHROMEOS não é para o mercado de pcs de mesa e notebooks e sim de equipamentos conectados (equipamentos que ficam quase constantemente ligados a internet, mercado corporativo e educacional).
Magnosama
Cadê o VLC pra Apple TV???
Bruno Pinho

A galera do Windows Phone vai já chegar aqui pra dizer que ele é o melhor sistema operacional e não trava nunca... rsrsrs

Bruno Pinho
A galera do Windows Phone vai já chegar aqui pra dizer que ele é o melhor sistema operacional e não trava nunca... rsrsrs
Erick Almeida
Obrigado pela informação, não sabia que já tinham desmentido. Porém, eu ainda acredito que, apesar de que o Chrome OS e o Android não vão se tornar uma coisa só, a Google vai melhorar a integração entre eles. A Microsoft e a Apple tem um ecossistema mais desenvolvido, e não creio que a Google queira ficar atrás.
Gabriel
Já desmentiram isso, é só um rumor. http://googlebrasilblog.blogspot.com.br/2015/11/o-chrome-os-esta-aqui-para-ficar.html
Erick Almeida
Na verdade, a Google já está caminhando pra isso. Rumores afirmam que o Chrome OS e o Android serão uma coisa só. http://www.theverge.com/2015/10/29/9639950/google-combining-android-chromeos-report
Exibir mais comentários