Início » Gadgets » YouTube terá anúncios de 6 segundos que não podem ser pulados (a culpa é dos smartphones)

YouTube terá anúncios de 6 segundos que não podem ser pulados (a culpa é dos smartphones)

Paulo Higa Por
4 anos atrás

A partir de maio, você passará a visualizar anúncios de 6 segundos que não podem ser pulados no YouTube. O novo formato de publicidade se somará aos já existentes no serviço de vídeos, como os pre-rolls de 30 segundos ou mais, que podem ser assistidos até o final caso você se interesse pela propaganda ou simplesmente ignorados. O motivo? O Google está focando num importante público (e plataforma).

Uma pesquisa encomendada pelo YouTube mostra que metade dos usuários com idades entre 18 e 49 anos utiliza o smartphone como dispositivo principal para assistir aos vídeos. Os conteúdos com duração mais curta tendem a fazer mais sucesso entre esse público, especialmente no celular. E o mesmo acontece com as propagandas.

google-pular-skip-youtube

Em testes, o Google descobriu que os anúncios Bumper (com duração de 6 segundos) se saem melhores que os tradicionais TrueView (com duração de pelo menos 30 segundos e opção de pular o anúncio), quando consideradas métricas como lembrança e reconhecimento. Ou seja, o novo formato pode ser mais interessante para campanhas promocionais, de lançamentos de produtos ou que necessitem de alcance rápido.

Por isso, espere por anúncios como este, da Atlantic Records, para promover o segundo álbum da banda inglesa Rudimental:

Ou este, da Coca-Cola, o primeiro cliente a testar os Bumper Ads no Brasil:

Ou este, da Audi, que combina um anúncio Bumper, de apenas cinco segundos, para causar um impacto inicial:

…combinado com um anúncio tradicional, mais longo, para gerar mais engajamento:

As novas propagandas de 6 segundos começam a aparecer para todos os usuários e anunciantes em maio. Elas serão pagas por visualização, diferente do TrueView, no qual as empresas só pagam quando os usuários, de fato, assistem aos anúncios.

Mais sobre: