Início » Negócios » O mercado brasileiro de feature phones está crescendo mais que o de smartphones

O mercado brasileiro de feature phones está crescendo mais que o de smartphones

Por
33 semanas atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Depois de sofrer a primeira queda anual em vendas na história, o mercado brasileiro de smartphones voltou a respirar. De acordo com a IDC, 12,044 milhões de aparelhos, considerando smartphones e celulares básicos, foram comercializados no segundo trimestre de 2016. É uma alta de 23,1% em relação ao trimestre anterior.

Mas o que chama a atenção é que a venda de celulares básicos cresceu mais que a venda de smartphones (!). Enquanto os aparelhos que só fazem chamadas e mandam SMS subiram 38,4% em relação ao primeiro trimestre do ano, para 1,265 milhões de unidades vendidas, os smartphones (que representam a maior parte do mercado, com 10,779 milhões de unidades) tiveram alta mais tímida, de 16,6%.

celular-velho-telefonia-movel-telecom

E parece que eles não vão morrer tão cedo, já que o mercado de feature phones no Brasil cresceu 35,1% em um ano. Enquanto isso, o mercado de smartphones encolheu 4,8%. O que explica esse crescimento? A IDC diz que a oferta de celulares básicos por parte das fabricantes aumentou em 2016, e que esses aparelhos “atendem muito bem a demanda das áreas rurais, onde o 3G funciona mal e o 4G ainda não chegou”.

Particularmente, tenho visto essa movimentação apenas nas empresas brasileiras, como Multilaser, DL e Positivo, que têm lançado celulares básicos nos últimos meses, com preços de até 200 reais — a Positivo, inclusive, chegou ao quarto lugar no ranking das maiores fabricantes de celulares do Brasil num relatório preliminar da IDC (e as vendas da Quantum não são somadas com as da Positivo pela consultoria).

Falando especificamente dos smartphones, o preço médio gasto pelos brasileiros foi de R$ 1.045 no segundo trimestre de 2016 (contra R$ 1.152 no trimestre anterior). Os aparelhos de entrada, claro, continuam dominando as vendas — 64,2% dos aparelhos tinham preços entre R$ 499 e R$ 999. Apesar do ticket médio ter diminuído, as fabricantes tiveram receita 10% superior ao primeiro trimestre, já que o número de unidades vendidas aumentou consideravelmente.

Para os próximos meses, a expectativa da consultoria é que o mercado continue aquecido, até por causa dos eventos importantes para o varejo (Black Friday e Natal) e também devido à estabilização do dólar. Veremos.

Mais sobre: , ,
  • Saudades do meu SonyEricson (da imagem).
    Mas não sei se sou o único que ainda acha muito caro um celular básico (lanterninha) por 200 reais.
    🙁

    • Paulo Boa Sorte

      Caríssimo colega.Um verdadeiro assalto.Mas é melhor andar com um desses no bolso (dói menos na carteira/não precisa pagar plano de dados) e ter um notebook mais top em casa.

      • isso também é uma verdade. Só não abri mão de smart pq preciso no trabalho, estudos e comunicação com a família. =/

        • Paulo Boa Sorte

          Eu tenho um Nokia Asha 205 que uso na rua e só mantenho o smartphone para gerenciar o c. de crédito e c. corrente (é muito mais prático pelo aplicativo).

          • Jefferson Rodrigues

            Eu também só uso o meu na rua.

          • também acho bem mais simples e fácil fazer tudo do banco pelo app.

        • Jefferson Rodrigues

          Mas no trabalho é a empresa que tem que lhe dar um. Você não pode usar o seu.

    • Jefferson Rodrigues

      É raro você encontrar um por 99. Eu comprei o meu por esse preço, no fim de 2013, porque ele tava na promoção. Ainda tenho ele.

      • um amigo meu comprou um só pra ligação e sms por 50 no camelodromo, se tivesse por la pegava um.

    • Thiago Azevedo
  • Eu meio que saí um pouco dos smartphones para ‘relaxar’ meu bolso com os features. Tava trocando de smartphone — Android — todo ano e achei desnecessário continuar gastando dinheiro à toa. Os features não são aquele tipo de celular que você necessita trocar porque tem uma novidade. Estão lá apenas pra fazer o básico, que é ligações e SMS. Tô bem feliz sem smartphone.

    • já pensei em comprar um dumbphone… mas quando vi os preços nas casas de 200 reais, preferi guardar mais um pouco por um smart de entrada.

      • grande_dino_2

        Tem uns card phones na china por menos de US$20.
        Liga, acho que alguns até mandam SMS. Eu lembro de ter lido de um que servia até de power bank (bem pequeno, mas ei, um diferencial).
        Só tem que ver se funcionam aqui no Brasil no 2G (acho que esses nem 3G tem).

      • Rookie naz

        Pega um Nokia 1100 no AliExpress

    • Eu parei de comprar celular caro, estacionei num redmi 2 pro, pois eu uso pouco recurso do “smart”, mas algumas coisas são essenciais, como email e whatsapp para trabalho e estudo.

      EDIT: só vou comprar um novo quando esse quebrar, literalmente.

      • já fiz economias para comprar smarts bons e lows:
        – Nokia E63 – R$ 999,00 (roubado na porta de casa)
        – Nokia 5530 – R$ 499,00
        – Galaxy Mini – R$ 400,00
        – Moto X – R$ 1100,00
        – Galaxy E5 R$ 300,00

        Hoje o mais caro que pagarei num smart seria entre 800 e 1000 se tiver sobrando.
        Como meu atual smart tá muito ruim, juntei 700 pra comprar um Xiaomi importado.
        Atualmente, mais que isso é inviável…pra quem não é Riko!

        • Concordo, fora que também temos outras prioridades, a vida não é ficar comprando smartphone top, rs.

    • tuneman

      certo. eu comprei um quantum go faz 1 ano atras. espero que dure mais uns 2 anos. hehehehe

    • Supersonic

      Eu to com o meu há 3 anos, agora a bateria se entregou, comprei outra espero que fique bom, não ha minima nescessidade de trocar de smart a cada 2 anos.

  • É porque as pessoas cansaram de pagar caro num smartphone, aí preferem um básico, rs.

    • Igor

      E muita gente que usa o telefone só pra fazer ligações deve achar um saco ter que carregar a cada dois, três dias

    • Tiago Celestino

      Segurança também.

  • Eliézer José Lonczynski

    Preciso de um dumbphone como aparelho móvel de opção para ser assaltado.

    • felipelsp

      Uso um lumia 532 pra este propósito… Paguei 170 na BF do ano passadl!!!

    • Douglas David

      Somos três. Tive o aparelho do ladrão levado essa madrugada. Terei que comprar outro. Hoje já terei que sair com um aparelho antigo pois o “novo” do ladrão só deve chegar daqui a 10 dias…

  • Willguevara

    Eu também cansei de ficar trocando smartphone (praticamente 1 por ano). Comprei por último esse Zenfone 2 ano passado e não vejo nenhuma vantagem comprar nenhum outro aparelho tão logo. Capaz de eu ficar com esse até ele pifar e o conserto for muito caro.

  • Anderson

    Quem é do RJ ou ES tem o Samsung Galaxy Pocket Plus Preto GT-S5301 por 57 reais nas lojas do ponto frio segundo o site só vende presencialmente na loja física mesmo.

    • vi aqui no site, me interessei.
      vc é de RJ/ES? se eu te passar a grana (ou pagar o boleto) vc me envia por Correios?

      Edit: é só para RJ/ES? tentei o cep de outras lojas PontoFrio fisicas e não vai,

  • Douglas Souza Luz

    Eu vendi meu amar antigo para comprar um mais moderno agora no final do ano. Nesse período, antes de comprar outro, acabei percebendo que um smart mais simples já me atende muito bem. Estou com um lumia 925 emprestado e pretendo pegar um smart mais barato e investir em outras coisas que gosto

  • Wellington Gabriel de Borba

    Tenho um Samsung Star 2008, acessa a internet e tem aplicativo do Twitter e do Facebook. Vendo, viu. kkkkk

  • Willian Nobuo

    Acho que o mercado amadureceu um pouco e as pessoas viram que eh melhor comprar um smartphone mais barato e usá-lo ao máximo do que gastar fortuna todo ano. Quem sabe isso não faz as empresas repensarem o mercado brasileiro e acabem cortando o preço de venda? (sonhar ainda não paga imposto).

    • “sonhar ainda não paga imposto”
      Por enquanto, quem sabe ano que vem criem um imposto pra isso. kkkk

      Mas realmente, se o povo boicotasse os Flasgships por algum tempo e se voltasse para os smarts de entrada, tbm creio que talvez as empresas se tocassem.
      Enquanto isso, ainda é mais barato pagar imposto sobre importação, exceto por abrir mão da garantia…

  • Keaton

    Tem mais um motivo para isso… o mercado de smartphone ficou com uns preços bem locos nos ultimos meses…

    Antigamente dava para achar smartphone basicão por 150-200… e agora? Os básicos foram lá pra 600-800. Não é todo mundo que consegue pagar isso.

    • lembro do tempo em que ao inves de pegar um featurephone por 200 compensava mais pegar um Moto E por 399. Hoje em dia o Moto E tá mais caro que o 1º Moto G. kkk

  • Josiel Hen

    O que eu vejo mesmo são pessoas comprando features phones com preços de até R$200 e, para suprir o que estes não fazem, smartphones entre R$499 e R$999. A ordem dos eventos pode, também, ser inversa.

  • Renan Dias Serrou

    Pra mim um smartphone é necesário, não vivo sem suas facilidades, mas não pago muito mais do que R$1000,00 nos meus, atualmente tenho o Moto x2 desde o lançamento(acabou de fazer 2 anos) e até hoje me atende muito bem e não pretendo trocar tão cedo, smarts mais baratos até atenderiam, mas prefiro pagar um pouco mais pra não fica esquentando a cabeça com celular lento e travando depois de uns meses de uso. Agora eu sinceramente não entendo porque alguém pagar R$3000,00 em um celular. Faz a mesma coisa que o de R$1000 faz, pode ser que faça um pouco mais rápido, mas não acho que justifique.

    • também não pago mais que 1000 hoje. no máximo 1100, se conseguir gana extra, para pegar o Mi5s Plus, fora isso. Meu Mi Max de 800 reais vai me suprir muito bem pelos proximos 3 anos.

      Celular de 3k??
      Digo que se alguém me oferecer um S7 ou iPhone6 de presente peço que me dê o valor em dinheiro que eu faço melhor uso.

    • Tiago Celestino

      Pagam por “status”. Observe quando for ao shopping quanta gente tem celular 1000k+ e usando Facebook e WhatsApp.

  • Adrielly Torres

    Eu tenho um feature phone e um smartphone de entrada porque cansei de perder os smart top pros assaltantes.

    • Santiago Junior

      Eu tbm ;D mas só tenho um lanterninha mesmo.

  • Heitor89

    por enquanto satisfeito aqui com o alcatel idol 3 de 600 reais. Só comprarei celular agora que atenda as minhas necessidades.

  • José Carlos de Oliveira

    Por isso que acho q esse povo da facu. cursinhos carissimos ou ate bolsista. Nao sabem nda da vida e NUNCA SABERAO. Se quem produziu o texto fosse mais social do que tecnico. Ele saberia que o roubo esta demais… ate favelado esta sendo roubado. Ai a pessoa desiste de gastar muito num cel….

  • Leandro Amaral

    Encontramos a resposta pra essa pergunta? https://tecnoblog.net/200544/lenovo-vibe-b-brasil/

  • Mago Erudito

    Muito interessante esse dado, acredito que os maiores responsáveis por isso sejam:
    1) Insegurança de sair com um smartphone;
    2) Preço alto do 3G no BR;
    3) Péssima qualidade do 3G no BR;
    4) Crise econômica
    5) Era novidade e muitas pessoas que compraram não tinham necessidade para ter um, acabaram fazendo um downgrade e economizar $$$.

  • Alexandre Copi

    Se eu achasse um feature phone desse que recebesse 3G/4G e roteasse, eu acho que nunca mais usaria smartphone 😛