Início » Negócios » O mercado brasileiro de feature phones está crescendo mais que o de smartphones

O mercado brasileiro de feature phones está crescendo mais que o de smartphones

Paulo Higa Por

Depois de sofrer a primeira queda anual em vendas na história, o mercado brasileiro de smartphones voltou a respirar. De acordo com a IDC, 12,044 milhões de aparelhos, considerando smartphones e celulares básicos, foram comercializados no segundo trimestre de 2016. É uma alta de 23,1% em relação ao trimestre anterior.

Mas o que chama a atenção é que a venda de celulares básicos cresceu mais que a venda de smartphones (!). Enquanto os aparelhos que só fazem chamadas e mandam SMS subiram 38,4% em relação ao primeiro trimestre do ano, para 1,265 milhões de unidades vendidas, os smartphones (que representam a maior parte do mercado, com 10,779 milhões de unidades) tiveram alta mais tímida, de 16,6%.

celular-velho-telefonia-movel-telecom

E parece que eles não vão morrer tão cedo, já que o mercado de feature phones no Brasil cresceu 35,1% em um ano. Enquanto isso, o mercado de smartphones encolheu 4,8%. O que explica esse crescimento? A IDC diz que a oferta de celulares básicos por parte das fabricantes aumentou em 2016, e que esses aparelhos “atendem muito bem a demanda das áreas rurais, onde o 3G funciona mal e o 4G ainda não chegou”.

Particularmente, tenho visto essa movimentação apenas nas empresas brasileiras, como Multilaser, DL e Positivo, que têm lançado celulares básicos nos últimos meses, com preços de até 200 reais — a Positivo, inclusive, chegou ao quarto lugar no ranking das maiores fabricantes de celulares do Brasil num relatório preliminar da IDC (e as vendas da Quantum não são somadas com as da Positivo pela consultoria).

Falando especificamente dos smartphones, o preço médio gasto pelos brasileiros foi de R$ 1.045 no segundo trimestre de 2016 (contra R$ 1.152 no trimestre anterior). Os aparelhos de entrada, claro, continuam dominando as vendas — 64,2% dos aparelhos tinham preços entre R$ 499 e R$ 999. Apesar do ticket médio ter diminuído, as fabricantes tiveram receita 10% superior ao primeiro trimestre, já que o número de unidades vendidas aumentou consideravelmente.

Para os próximos meses, a expectativa da consultoria é que o mercado continue aquecido, até por causa dos eventos importantes para o varejo (Black Friday e Natal) e também devido à estabilização do dólar. Veremos.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Santiago Junior

Eu tbm ;D mas só tenho um lanterninha mesmo.

Santiago Junior
Eu tbm ;D mas só tenho um lanterninha mesmo.
Rodrigo Gommes
82 reais pra cá. bom preço. ;)
Alexandre Copi
Se eu achasse um feature phone desse que recebesse 3G/4G e roteasse, eu acho que nunca mais usaria smartphone :P
Anderson

Eu não sou do Rio comentei porque achei interessante também, testei com outros ceps e somente apareceu essas lojas do RJ e ES

Tiago Celestino
Pagam por "status". Observe quando for ao shopping quanta gente tem celular 1000k+ e usando Facebook e WhatsApp.
Tiago Celestino
Segurança também.
Rookie naz
Pega um Nokia 1100 no AliExpress
Thiago Azevedo
http://www.kabum.com.br/produto/73616/celular-ipro-i3200-tela-2-0-camera-dual-chip-desbloqueado-branco
Douglas David
Somos três. Tive o aparelho do ladrão levado essa madrugada. Terei que comprar outro. Hoje já terei que sair com um aparelho antigo pois o "novo" do ladrão só deve chegar daqui a 10 dias...
🧙‍♂️ Mago Erudito® ᴾᴿᴱᴹᴵᵁᴹ

Muito interessante esse dado, acredito que os maiores responsáveis por isso sejam:
1) Insegurança de sair com um smartphone;
2) Preço alto do 3G no BR;
3) Péssima qualidade do 3G no BR;
4) Crise econômica
5) Era novidade e muitas pessoas que compraram não tinham necessidade para ter um, acabaram fazendo um downgrade e economizar $$$.

Mago Erudito
Muito interessante esse dado, acredito que os maiores responsáveis por isso sejam: 1) Insegurança de sair com um smartphone; 2) Preço alto do 3G no BR; 3) Péssima qualidade do 3G no BR; 4) Crise econômica 5) Era novidade e muitas pessoas que compraram não tinham necessidade para ter um, acabaram fazendo um downgrade e economizar $$$.
Igor
E muita gente que usa o telefone só pra fazer ligações deve achar um saco ter que carregar a cada dois, três dias
Leandro Amaral
Encontramos a resposta pra essa pergunta? https://tecnoblog.net/200544/lenovo-vibe-b-brasil/
José Carlos de Oliveira
Por isso que acho q esse povo da facu. cursinhos carissimos ou ate bolsista. Nao sabem nda da vida e NUNCA SABERAO. Se quem produziu o texto fosse mais social do que tecnico. Ele saberia que o roubo esta demais... ate favelado esta sendo roubado. Ai a pessoa desiste de gastar muito num cel....
Exibir mais comentários