Início » Mobile » Zenfone 3 Deluxe: o meu é mais caro

Zenfone 3 Deluxe: o meu é mais caro

O smartphone mais caro do Brasil tem a melhor combinação de hardware. É suficiente?

Por
16 semanas atrás
8.4

Prós

  • Câmera rápida que produz ótimas fotos
  • Melhor hardware de Android no Brasil
  • Tela AMOLED de alto brilho

Contras

  • Android no padrão Asus de qualidade
  • Bateria poderia ser melhor
  • Não tem resistência contra água

O que fazer com 4.899 reais? Você pode comprar uma moto, passar umas férias em outra cidade ou ficar com o melhor celular da Asus. O Zenfone 3 Deluxe, smartphone mais caro à venda no Brasil, junto com o iPhone 7 Plus, tenta entregar o conjunto mais poderoso de hardware: sua versão mais potente tem 6 GB de RAM, 256 GB de armazenamento interno e um Snapdragon 821.

Qual é o resultado de tanto poder de fogo? Como o Zenfone 3 Deluxe se sai em relação aos seus principais concorrentes? Eu conto nos próximos parágrafos.

Review em vídeo

Design e tela

O design do Zenfone 3 Deluxe mistura a sobriedade na traseira de metal fosco com os reflexos chamativos na parte frontal. A Asus manteve sua linha de design com círculos concêntricos na base do smartphone, que também possui espessura bem fina (7,5 mm), corpo de alumínio e bordas chanfradas.

Um detalhe bacana é que, diferente de outros smartphones de metal, o Zenfone 3 Deluxe não possui faixas desagradáveis nas bordas para a antena do celular — em vez delas, há três pontos escondidos na região chanfrada que quase ninguém percebe no primeiro olhar. Não precisa nem chegar perto para notar que se trata de um aparelho bem sofisticado.

Os botões capacitivos são retroiluminados (aleluia!) e, assim como nos outros smartphones da Asus, o leitor de impressões digitais fica na traseira, talvez a pior localização entre as três possíveis (frontal, traseira e lateral). Se por um lado isso torna o desbloqueio mais natural ao tirar o smartphone do bolso, por outro o sensor biométrico fica praticamente inútil quando o celular está sobre uma superfície — é melhor digitar a senha do que levantar o aparelho só para colocar o dedo ali.

Falando dos defeitos, o smartphone traz uma moldura preta estranha ao redor da tela, que quebra o design (e ainda é assimétrica, sendo maior na parte inferior do que na parte superior). Também senti falta de resistência contra água, uma característica presente em todos os concorrentes, incluindo Galaxy S7 Edge, iPhone 7 Plus, Xperia XZ e Moto Z (este último apenas contra respingos, o que já é melhor que nada). É ruim saber que um descuido pode significar cinco salários mínimos indo embora.

Além disso, a Asus adotou a solução de slot híbrido, exigindo que você escolha entre um chip e um microSD ou dois chips e nenhum microSD. Mas esse ponto pode ser facilmente relevado se você considerar que o aparelho tem 64 ou 256 GB de memória interna, então é pouquíssimo provável que você tenha que recorrer a um cartão.

A tela Super AMOLED de 5,7 polegadas tem resolução de 1920×1080 pixels e apresenta boa qualidade, com brilho forte e preto real. Por padrão, as cores são exibidas no modo Super Cor, com saturação exagerada demais para o meu gosto (os vermelhos gritam nos olhos), mas é possível voltar facilmente para algo mais natural nas configurações do sistema.

Software

O software do Zenfone 3 Deluxe é basicamente o mesmo que acompanha outros smartphones lançados pela Asus em 2016, ou seja, é ruim.

Embora a ZenUI adicione bons recursos ao Android, como os gestos para ligar a tela, um bom gerenciador de arquivos e até gravação de chamada, saltam aos olhos a montanha de inutilidade pré-instalada (como um segundo navegador de terceiro, alguns joguinhos da EA e uma ferramenta de colagem de fotos) e a falta de cuidado, com botões que se sobrepõem a outros elementos da interface e erros como “inconvinientes”, “dados ,óveis” e “diarimamente”, que não deveriam passar numa revisão. Os mesmos problemas existiam no Zenfone 3 e nenhuma correção foi liberada.

É bizarro como “diariamente” foi escrito da forma errada duas vezes (e com erros diferentes)

Há pequenas novidades nas configurações, como o OptiFlex, que aproveita os 6 GB de RAM e mantém determinados aplicativos pré-carregados na memória, agilizando a inicialização. Outra boa adição é o Always-on Panel, que mostra o relógio e prévias de notificações com o aparelho em standby. No entanto, o recurso não é tão bom quanto o Moto Tela, da Lenovo, que suporta aplicativos de terceiros e permite até interagir com o player de música — é uma função mais parecida com o Always-on Display da Samsung, que também possui utilidade limitada.

O software inchado e desleixado, bem como a lentidão histórica na liberação de atualizações mesmo para os principais smartphones da marca, tornam a ZenUI a pior personalização de Android do mercado. Enquanto as concorrentes refinam seus softwares, a Asus seguiu pelo caminho contrário, apenas piorando as coisas do Zenfone 2 para o Zenfone 3.

Câmera

A câmera do Zenfone 3 Deluxe cumpre o que promete, entregando fotos com excelente nível de detalhes em qualquer condição de iluminação. O sensor IMX318 de 23 megapixels da Sony faz um ótimo trabalho, apresentando bom alcance dinâmico e baixo ruído mesmo em ambientes internos e áreas de sombra, sem prejudicar a definição.

A Asus caprichou no pós-processamento, gerando fotos com cores equilibradas e quase sempre acertando a exposição no primeiro clique, que é bem rápido. À noite, a lente com abertura um pouco menor que a dos concorrentes (f/2,0, contra f/1,8 e f/1,7 do iPhone 7 Plus e Galaxy S7 Edge, respectivamente) tende a gerar fotos com mais ruído (devido ao aumento do ISO), mas o nível de detalhes continua bastante satisfatório.

Diferente dos outros Zenfones, como o Zenfone Zoom, é desnecessário recorrer aos inúmeros modos de fotografia da Asus, como HDR Pro e Pouca Luz, para tentar corrigir as deficiências do sensor, já que as imagens têm ótima qualidade no modo automático — mas eles estão ali para quem quiser brincar.

Hardware e bateria

Com Snapdragon 821, 6 GB de RAM e 256 GB de armazenamento, não preciso fazer comentários muito aprofundados sobre o desempenho do Zenfone 3 Deluxe — ele tem a melhor combinação de hardware do mercado brasileiro, um multitarefa otimizado e memórias rápidas. Se ele não rodar um aplicativo ou jogo na Play Store com um pé nas costas, é improvável que outro Android rode. Também há uma versão menos cara, com Snapdragon 820 e 64 GB de espaço, por R$ 3.899, que deve apresentar resultados semelhantes (a diferença no desempenho da CPU é de apenas 10%).

Se a ZenUI fica longe de ser a melhor personalização do mundo, não se pode dizer que ela é lenta. Inclusive, a Asus parece ter feito algumas otimizações para passar a melhor impressão possível: as animações da interface são visivelmente mais rápidas que o normal, como se a fabricante tivesse acelerado de fábrica a escala de animação nas opções de desenvolvedor do Android (mas não, está em 1x mesmo).

O processador mais potente da Qualcomm, aliado à traseira de metal na carcaça fina do Zenfone 3 Deluxe, fazem o aparelho esquentar bastante em tarefas intensas, mas não chega a incomodar nas mãos como o Snapdragon 617 na traseira de vidro do Alcatel Idol 4.

Mas toda essa potência dentro de apenas 7,5 mm de espessura tem um custo: a bateria de 3.000 mAh tem capacidade abaixo do que esperamos para um Android gigante de 5,7 polegadas, já que o principal concorrente, o Galaxy S7 Edge, tem 3.600 mAh. Na prática, os números menores resultam em autonomia apenas satisfatória, do tipo que vai deixar alguns usuários na mão em certos dias — não é tão ruim quanto a do Moto Z, mas também não é o que eu chamaria de “boa”.

No meu dia de teste, eu tirei o Zenfone 3 Deluxe da tomada às 9h, escutei 2h de música por streaming no 4G e naveguei na web por 1h30min, também pela rede móvel. A tela ficou ligada por 1h46min, com brilho no automático. Às 22h10, a carga chegou a 28%. Nas mesmas condições, a bateria maior do Galaxy S7 Edge chega a algo em torno de 45%.

Pelo menos, quando a bateria acabar, o carregamento será bem rápido pela porta USB-C, sendo possível encher o Zenfone 3 Deluxe em menos de 1h30min. Uma carga de zero a 50% não leva mais que 40 minutos pelo carregador de tomada de 18 watts, incluso na caixa.

Conclusão

Mais caro nem sempre é melhor. Isso fica claro com o Zenfone 3 Deluxe. O smartphone poderoso da Asus agrada aos que gostam de números grandes, com o chip mais potente da Qualcomm disponível no mercado, uma capacidade de armazenamento quase infinita para um celular e uma quantidade de RAM que seria suficiente até para abrir duas abas no Chrome. Mas ele não tem a melhor tela, nem a melhor bateria e, principalmente, nem o melhor software.

Assim como nos outros Zenfones, a Asus entrega uma bela peça de hardware, sendo bem competitiva quando falamos de especificações, mas a interface desleixada ainda é um grande ponto negativo dos smartphones da marca. Lixos pré-instalados são até compreensíveis (mas não aceitáveis) em aparelhos mais baratos, quando a margem de lucro é menor e os bloatwares ajudam a custear o aparelho, mas não num smartphone de R$ 4.899. E esse dinheiro também me parece suficiente para contratar um profissional freelancer que revisaria os bugs visuais e a tradução do software.

Além disso, o Zenfone 3 Deluxe me passa a impressão de ser um topo de linha com hardware de 2016, mas projeto de 2015. A bateria de 3.000 mAh é apenas razoável para uma tela gigante e um processador tão poderoso. E a falta de uma certificação IP67 ou IP68 para proteger o aparelho contra água é difícil de engolir, num momento em que smartphones bem mais acessíveis já estão tornando essa característica comum.

O Zenfone 3 Deluxe é um smartphone bom, mas que faz pouco sentido no mercado brasileiro. É pouco provável que ele tenha uma quantidade relevante de compradores por aqui: o aparelho serve mais para mostrar o que a Asus é capaz de fazer do que realmente dar dinheiro com alto volume de vendas. Mas, mesmo assim, alguns refinamentos ainda são necessários.

Como comprar com desconto?

testador-cupons-checando

Você pode utilizar a nova extensão do Tecnoblog para economizar alguns caraminguás na hora de trocar de aparelho. Ela tem um módulo Testador de Cupons que busca e aplica o maior desconto disponível na internet no seu carrinho de compras. É tudo automático, então qualquer um consegue utilizar, e é completamente grátis!

ta-caro

Outro recurso muito legal é histórico de preços. Quando você acessar a página de um smartphone, por ex, a gente já consegue te dizer se ele está com um preço legal. Esse recurso te ajuda a não cair em nenhuma "promoção", dessas que oferecem tudo pela "metade do dobro". Tenho certeza que vai ser muito útil em datas especiais, como na Black Friday.

Curtiu? Então clique aqui para instalar. ;)

Especificações técnicas

  • Bateria: 3.000 mAh;
  • Câmera: 23 megapixels (traseira) e 8 megapixels (frontal);
  • Conectividade: 3G, 4G, Wi-Fi 802.11ac MIMO, GPS, Bluetooth 4.2, USB-C 3.0, rádio FM, NFC;
  • Dimensões: 156,4 x 77,4 x 7,5 mm;
  • GPU: Adreno 530;
  • Memória externa: suporte a cartão microSD de até 2 TB;
  • Memória interna: 64 ou 256 GB;
  • Memória RAM: 6 GB;
  • Peso: 160 gramas;
  • Plataforma: Android 6.0.1 Marshmallow;
  • Processador: quad-core Snapdragon 820 de 2,15 GHz ou 821 de 2,4 GHz;
  • Sensores: acelerômetro, proximidade, giroscópio, bússola, impressões digitais;
  • Tela: Super AMOLED de 5,7 polegadas com resolução de 1920×1080 pixels e proteção Gorilla Glass 4.

Notas Individuais

Design
8
Tela
9
Câmera
10
Desempenho
10
Software
5
Bateria
8
Conectividade
9
Mais sobre: , , , ,
  • Alex Oliveira

    Android no padrão Asus de qualidade hauhauhauhaua

    • Trovalds

      Vim falar justamente disso.

    • Flavio Toledo

      pontos negativos sempre tem alguma piada rsrsrsss lembro tambem do Xperia “sony nao sabe que e custo x beneficio”

    • Rafael Luik

      ZenUI a pior personalização de Android do mercado. Enquanto as concorrentes refinam seus softwares, a Asus seguiu pelo caminho contrário

      Se a ZenUI fica longe de ser a melhor personalização do mundo, não se pode dizer que ela é lenta. Inclusive, a Asus parece ter feito algumas otimizações para passar a melhor impressão possível: as animações da interface são visivelmente mais rápidas que o normal

      Análise bipolar rsrs

  • Luis Cesar

    Esse software é horroroso, mesmo. A Asus tem que repensar muita coisa ali. Quanto ao hardware, acertou em quase tudo, pena que os erros são muito relevantes, como falta de certificação IP67 ou IP68, o acabamento bizarro nas bordas da tela e a bateria relativamente pequena. Mesmo tendo processador, memória (suficiente para abrir duas abas do Chrome, segundo Higa, Paulo) e armazenamento top, é caro demais. Por esse preço, passa batido.

    • Julio da Gaita

      abrir 2 abas do chrome? não li essa matéria… ./ “2 abas do chrome” é o novo “roda crysis dos smartphones? rs

      • Luis Cesar

        Foi um sarcasmo do Higa, uai.

        • Julio da Gaita

          mas me diga uma coisa, roda crysis?! rs

  • Diogo Nóbrega

    Interessante como no Zenfone 3 “normal” a traseira é de vidro, enquanto no Deluxe é de metal… normalmente é o contrário: smartphones mais baratos que possuem acabamento metálico….

  • pedroca

    Paulo, esqueceu de mencionar aquelas bordas pretas na tela(malditas) que vem nele.
    Um smart desse valor é completamente inaceitável isso, ainda mais nesses tempos de aproveitamento de tela, sem contar que fica feio de mais…

    • Luis Cesar

      Se for a moldura preta em volta da tela, ele mencionou, sim.

    • Diogo Nóbrega

      Ué, mas ele falou no review: “Falando dos defeitos, o smartphone traz uma moldura preta estranha ao redor da tela, que quebra o design (e ainda é assimétrica, sendo maior na parte inferior do que na parte superior).”

    • Leon

      Concordo. Fico feio demais : /

  • Rodrigo Cerqueira

    Olha o preço desse celular… Vc tá de zueira né?!

  • Carlos Alberto Pinheiro Paula

    Tenho um zenfone 2 de 32gb. Quando eu o comprei há 16 meses havia erros de português lamentáveis na tradução das informações do software. Com o passar do tempo e com as atualizações da Asus o problema acabou. Acabou mesmo. Comprei depois um zenfone laser com tela de 6″ e não encontrei nenhum erro do tipo no aparelho. Mas a bateria de ambos é lamentável. Não dura nada.

    • Douglas

      Curioso, tenho um Zenfone 2 Laser de 5.5″ e pelo menos no meu os erros de português ainda persistem na ROM stock, até mesmo na atualização pro 6.0.1. Esses erros, aliados ao desempenho horrendo me convenceram a instalar a CM 13 e foi como mudar da água pro vinho. O aparelho ficou ágil, a fluidez melhorou e a bateria está durando mais. E o melhor: português correto! o/

      • Carlos Alberto Pinheiro Paula

        Acredito que um de nós não conhece muito bem o português. Ou eu não vejo mais erros que ainda existem ou você ainda vê erros que não existem mais. Mas isso não importa. Afinal o zenfone 2 continua sendo um ótimo aparelho.

        • Douglas

          Não precisava dessa pequena ofensa, mas ok. Apenas disse que no Laser de 5.5″ (ZE550KL) os erros ainda estão lá, até testei novamente a ROM stock hoje e lá estavam as aberrações. Se corrigiram isso no Laser de 6″ (ZE601KL), fico feliz por quem tem um.

          Mas sim, independente disso e das lambanças que a Asus costuma fazer nessa ZenUI, ambos os aparelhos são ótimos.

          • Carlos Alberto Pinheiro Paula

            Mil perdões. Não quis ofender.

          • Geraldo Lopes

            .

            Gostei da sua atitude, pois na internet as pessoas soltam toda sua agressividade e falta de educação, atitude que normalmente não é feita pessoalmente, ou numa ligação de voz por telefone. Mas quando se põe na frente do teclado…

            .

          • Carlos Alberto Pinheiro Paula

            Bom dia Geraldo. Deveríamos ser sempre educados. Não importa o meio que usamos pra nos comunicar. Mas infelizmente não é isso o que acontece.

      • Alessandro Okumura

        melhora em quanto o desempenho na sua opinião?

        • Douglas

          Diria que uns 30%.. não faz milagres obviamente, mas o sistema no geral flui melhor. A rom da Asus tem muita tranqueira de fábrica que acaba deixando o celular devagar, dando aquelas travadinhas aleatórias e tal.

  • Trovalds

    E eis que a Sony acabou perdendo o posto de “quero ser um iPhone (na etiqueta de preço pelo menos)”.

    E daqui a 6 meses você compra o aparelho por R$ 1.999,00 se tiver coragem de encarar um Android caro. Enquanto o iPhone se conseguir promoção é com R$ 300 de desconto.

    E de quebra com sorte você ganha a atualização pra próxima versão do Android, que por sinal já foi lançada.

    • Raphael Zaratini

      Olha realmente devo concordar, por mais que eu ache ridiculo esse fanboyolismo que vc como tantos outros tem para/com a apple, depois que comprei 2 smartphones, 1 s6 edge e 1 moto g4 plus, ambos travaram, 1 travou ao clicar em postar fotos no facebook e o outro travou ao estar jogando summoners war e clicar pra abrir a camera, ambos esquentaram até o APP falhar e me arrependo de não ter dado a oportunidade para os smartphones da apple.

      • Paulo de Tarso

        Apple também trava. Nenhuma novidade aí.

      • Nenhum OS é perfeito. Tive um iPhone 6 logo que lançou, já até reiniciou sozinho. Coisa mais normal do mundo é um app travar e nem sempre é culpa da plataforma.

        • Raphael Zaratini

          Sim concordo, mas sempre usei Android e sempre tive os mesmos problemas, a questão dos APP travarem é sim questão da plataforma usada, se não tiver uma boa otimização vc não rodará o APP adequadamente e vice-versa. É o mesmo que eu usar um sistema OP totalmente bugado e mesmo que vc construa um APP com uma excelente estrutara, ele irá pipocar no meu sistema. Então ambos ajudam no conjunto da obra. A questão não é criticar o Android, mas sim dar oportunidade para outra plataforma.

          • Sim, ambos ajudam no conjunto da obra, concordo. O aplicativo do Snapchat por exemplo é PORCO no Android, mas isso não quer dizer que o Android seja uma merda.

            Eu tive iOS e Android e: cada um usa o que te agrada mais, eu não consegui ficar mais de 4 meses com o iPhone 6 e voltei pro Android. Mas para tablets, tenho um iPad que me atende muito bem. Mas falar que X plataforma “não trava” e Y “só trava” é ser muito radical… Não tenho problema de travamentos no Android, mas uso um topo de linha (então é o que se espera).

          • Raphael Zaratini

            entendo, até então quando adquiri o S6 Edge (2,800) era top de linha, pelo menos na epoca antes de sair o S7, mas acho q vc tem razão, cada um usa aquilo que agrada e por hora não anda me agradando esse Android maledito.

      • Trovalds

        Não sou fanboy, apenas constatei fatos. No momento uso um iPhone 4 emprestado por recusa a comprar um aparelho de mais de R$ 500. Vim do Windows Phone porque fiz a gentileza de detonar a tela de um Lumia 730 e perder um Lumia 435. E antes disso eu estava no Android. O único fanboy aqui é quem enxerga e comenta algo que não existe. Por base, pegue o preço dos Galaxy S6 e S6 Edge. Com o valor do S6 Edge no lançamento (R$ 3.799) rolou promoção pra você comprar o S6 e o S6 Edge. E o celular do review vem com o Android 6 enquanto já temos Android 7 no mercado.

        Se sou fanboy, prefiro o WP. Infelizmente as decisões errôneas da MS puseram tudo a perder e deixaram seus usuários órfãos. Enquanto isso, não existe concorrência já que a Apple só compete em 3 segmentos nos celulares, todos premium e o que sobra é uma tortura em achar um Android decente.

        • Julio da Gaita

          iphone 4? e ae tá rodando a versão 10 do IOS?

          • Trovalds

            Nops, parado na versão 7 mesmo.

          • Julio da Gaita

            “desconfiei desde o principio” COLORADO, Chapolim

      • Julio da Gaita

        amigo, o app do facebook vai travar em qualquer dispositivo. Uma boa dica? desinstale-o

    • Bruno Pinho

      Usei o iPhone 6 por bastante tempo, vindo do Android. Hoje voltei pro Android no LG G5 e estou satisfeitíssimo. Ambos os sistemas são bons e ambos apresentam falhas. Não consegui ficar fã absoluto de nenhum dos dois. Usaria de novo um iPhone sem problemas, mas alguém abrir a boca pra dizer que o IOS não tem defeitos ou que não trava é uma grande baboseira. A câmera é fraquinha, a bateria sofrível e o aparelho trava, sim. Trava de uma maneira mais elegante, talvez, mas definitivamente trava!

      • Mickael Fernandes

        Uso ambos no momento. Posso lhe dizer que o salto do 6 para o 6s é considerável, você ficaria mais satisfeito com a câmera, ao menos.

        • Julio da Gaita

          mas a bateria…

          • Mickael Fernandes

            Está a contento. Está longe de ser a melhor, mas bem longe de ser a pior também. Pelo preço que é cobrado pelo aparelho, poderia ser melhor, de fato, e acho que a frustração fica aí.

          • Edley Santana 

            Uso iPhones tem bastante tempo, sempre achei a bateria o ponto mais fraco. Até que troquei agora pelo 7 Plus. Sem problema de bateria. Uso o dia inteiro, jogo bastante, uso redes sociais e até eu chegar à noite em casa, ainda tem carga. Não volto mais pra versão menor.

      • Jean C de Jesus

        Nessa eu concordo também, tive dois iPhones e agora migrei para Android , MUITO BOM TAMBÉM!
        Logo percebi que se você pegar um celular topo de linha você estará pagando um ótimo celular, não importa se é Android ou IOS.

        • Julio da Gaita

          é bem isso mesmo, qualquer celular high end vai ser “ótimo” apesar dos defeitos, mas claro que qualquer low end vai ser básico e apresentar problemas pq o melhor dele não é o desempenho mas sim o preço!

      • Você se refere ao LG G5 verdadeiro vendido lá fora ou a versão capada intermediária com preço de premium (mais cara do que importando e pagando impostos)?

        • Bruno Pinho

          Tenho o LG G5 SE. Não paguei o valor do original, comprei numa promoção por 1.799,00. No mercado atual, quase uma pechincha… Hehehe

          • Bom Bruno, sem querer ser chato, mas cada um faz o que quer, você encontra smartphones com o poder de processamento desse LG G5 SE até por 500 reais + impostos de importação com garantia de 1 ano na Gearbest para ser bem franco. Ou até mesmo já no Brasil na OLX entre 800 a 1200 reais. Esse LG G5 SE é a maior enganação e jogada de marketing do time mobile da LG, que caiu totalmente no meu conceito, o único ponto em que a LG ainda continua forte e com um preço/produto competitivo é no segmento de TV’s.

          • Bruno Pinho

            Em relação ao processamento, não tenho do que me queixar. Para meu uso diário, me atende com folga. Mas o que mais valorizo no smartphone é a câmera. E a do G5 é sensacional. Fora a bateria, que tb é muito boa.

          • Sim, atende com folga, mas dá para pagar 500 reais com algo que te atenda perfeitamente, com uma bateria infinitamente superior, talvez a única coisa que o G5 (mesmo o SE capado) ganha é na câmera, mas nesse valor o Galaxy S6 é mais barato e dá de 10 a 0 no LG G5 SE, aliás, até o LG G4 e o Galaxy S5 ganham com folga do LG G5 SE.

          • Bruno Pinho

            Cara, acho que vc está um pouco enganado. Minha esposa tem um LG G4 e não se compara em nenhum quesito. O G5 SE é melhor em tudo. Meu irmão tem o S6 e, além da bateira sofrível deste, a câmera do G5 tb é superior. Enfim, estou satisfeitíssimo com minha aquisição. Mas muita coisa é questão de gosto pessoal, então sem estresse. Valeu pela opinião.

  • David Diniz

    iPhone ficou barato agora…

  • leoleonardo85

    “uma quantidade de RAM que seria suficiente até para abrir duas abas no Chrome”

    Higa não perde a piada.

    Não que esse smartphone a esse preço já não seja uma grande piada.

    • Geraldo Lopes

      Eu particularmente gosto de aparelhos com muita RAM, pois tudo roda com mais folga. No meu PC costumo abrir um monte de abas ao mesmo tempo, pois tenho uma lista de favoritos enorme, e como é separada por categorias, abro tudo de uma só vez e a medida que vou lendo, vou fechando. Não uso o Chrome, mas uso o Chromium por ser mais limpo que o navegador do Google e nunca tive problemas com muitas abas. O meu navegador favorito é o Opera, seguido do Vivaldi, Chromium e Firefox. Não uso o Edge nem o IE…
      . https://uploads.disquscdn.com/images/43fa0ab93ad3de6d676de9c61b3c6b28eb4aa96bec841501f366f887002a610f.jpg

  • LeeEdwards2 Reverso

    Quem diria que alguma fabricante fosse criar uma personalização do Android pior que a TouchWiz.. Aliás hoje a Samsung Experience (nova TouchWiz) é uma das melhores UI’s do Android ao lado da MIUI 8.

    • Paulo de Tarso

      A touchWiz só é ruim para smartphones com pouca memória RAM. Posso falar com propriedade pois já tive Galaxy S, S3, S6 e hoje S7 edge. Além desses já tive o motorola Milestone e o LG G2.
      No LG G2 eu senti falta justamente do TouchWiz.

      • Carlos Alberto Pinheiro Paula

        Bom dia Paulo. Comprei um A9 há 3 semanas. Meu primeiro Sansung. Estou adorando o aparelho. Coloquei Nova Launcher e nem noto a existência da tal TouchWiz, que nem é ruim como dizem.

        • Paulo de Tarso

          Eu já usei várias launchers. Mas sempre volto pra touchwiz

          • h1ghland3r

            TocuhWiz não é launcher.. Ele é todo o conjunto de modificações do sistema da Samsung.

          • Paulo de Tarso

            Que funciona como uma launcher oficial

          • h1ghland3r

            Vc tá confundindo demais. O launcher é só uma pequena parte do TouchWiz, vc deixando de usar o launcher vc tem todos processos da Samsung rodando por trás. Tu está achando que o TouchWiz é só o visual e está longe disso, ela modifica bastante do próprio sistema Android.
            Se quiser falar de launcher, fale TouchWiz Home, é inclusive o nome do aplicativo.

        • Pedro Coelho

          A TouchWiz não é apenas um launcher. É uma interface que roda por cima do Android AOSP.

    • Mickael Fernandes

      Cara, concordo que melhorou bastante, eu mesmo tinha birra da Samsung desde o S2, mas comecei a olhá-la novamente no S6 e o S7 me conquistou. Mas, vendo outras por aí, ainda não consigo gostar da TW/SE e da MIUI.

  • Paulo César Ap. Silva

    Inaceitável pagar tão caro (ou não vide, ZF 3 etc) com um software tão beta. Já se foram meses do lançamento e a Asus não soltar um update é no mínimo falta de respeito.

  • Eduardo

    Alguém sabe me dizer qual aparelho tem leitor biométrico na lateral? Nunca vi isso..

    • Caio Augusto

      Xperia da Sony

    • Matheus

      os xperias da sony e o nextbit robin são alguns.

  • Mickael Fernandes

    Fiquei esperando esse aparelho ansiosamente, mas desisti perto de seu lançamento com os rumores do preço. Parti para um Oneplus 3 e não me arrependi, paguei menos que a metade desse.

  • Deibson Wagner

    A única conclusão que cheguei ao terminar de ler o Review do Higa que por sinal sempre são bons, é que a melhor que fiz foi comprar um Xiaomi Mi 5s 3GB/64GB, comprar smartphone no Brasil é coisa pra gente rica. 😁

    • Pedro Zanini Pretto

      Tamo junto. Comprei um Mi5 por 1/4 desse preço e um desempenho não muito inferior. Além do software, na minha opinião, muito superior. Comprar smartphone aqui tá cada vez mais coisa de rico.

  • Carlos Eduardo

    Ter um celular desses pra um fdp na rua te roubar…

    • Flavio Toledo

      Toda vez vejo preço dos celulares topo de linha e a primeira coisa vem cabeça ou fazer um bolso na cueca levar por dentro da calça.

      • Carlos Eduardo

        hahah e mesmo assim ainda correndo o risco de perder até a cueca

        • Flavio Toledo

          depende do tamanho calça se fizer volume melhor seja a parte da frente tenta enganar nao so bandidos mas as mulheres tambem.

  • Cagaram na resolução da tela, poderia ser pelo menos 2K.

  • FABIO NEVES

    Adquiri recentemente um zenfone 3 para minha esposa, porém, meu descontentamento com a UI da Asus foi gigantesca.
    Parece personalização de Android de 2011.
    – Lixos em abundância, recursos inúteis, erros grosseiros de refinamento e revisão….
    Não sei como o departamento responsável pelo software aprovou uma personalização bizarra como aquela.
    É sério: Se pudesse voltar atrás, não compraria, por melhorzinho que o aparelho seja (e que não é lá isso tudo….Decepcionado principalmente com a câmera)

    • Julio da Gaita

      amigo, tem como instalar uma versão mais pura do android, caso esteja interessado, responde ae que passo os links e tutoriais!

  • Interface desleixada e mal traduzida, muito bloatware, programa de atualizações péssimo, bateria não condizente com o hardware e sem tem resistência a água?? E por esse preço???
    A Asus acha que somos otários? Qualquer um que pode pagar esse valor em um smartphone, sabe o que está comprando (ou não vai saber). O Galaxy S7, iPhone 7 ou no Moto Z Play valem mais a pena e podem ser comprados no Brasil, e com sorte, pode conseguir um desconto com a extensão do Tecnoblog.
    Não é assim que se fabrica topo de linha Asus, hardware potente é obrigatório, mas o acabamento geral também é.
    Próximo!

    • Julio da Gaita

      até é interessante mas pra comprar um aparelho nesse valor e ter que instalar o Cyanogemmod ou LineAge OS, dá até preguiça, peguei um moto z play na promoção mesmo…rs

  • Raphael

    Higa, esqueceu de falar que ele é todo feito de ouro… pera, não? Ué.

  • Pedro Resende

    A Asus deve ter lançado esse aparelho apenas pra marketing e dizer que vende o topo de linha no Brasil. Por esse preço é ridículo e não deve ter vendido nenhum ainda. Nos EUA ele é bem mais barato que o iPhone e que o Galaxy S, aqui é mais caro. É um bom aparelho, mas não poderia custar mais de R$2500,00 no lançamento.

    • Flavio Toledo

      cara sinceramente um aparelho com essas especificaçoes esperar custa 2500,00 no brazil e sonhar acordado. Mas como qualquer lançamento preço cai depois algum tempo

      • Pedro Resende

        Mas lá fora ele é bem mais barato, custa 500 dólares, os concorrentes custam 600-700. Nem o Galaxy s7 Edge foi lançado custando tudo isso, e ele custa mais pra ser feito e é de uma marca muito mais consolidada.

        • Flavio Toledo

          La fora outra realidade nao adianta converter preço direto nao sera mesmo esse preço citou sao de aparelhos intermediario nao de topo de linha ainda mais com melhor processador da qualcomm e quantidade gigante de RAM e armazenamento.

          • Pedro Resende

            Eu não converti o preço, coloquei em dólares e comparei proporcionalmente. Nos EUA esse zenfone 3 deluxe custa 500 dólares, um s7 Edge ou iPhone 7 custam 700 dólares, aqui a coisa se inverte, o zenfone é mais caro do que os concorrentes.

          • Flavio Toledo

            Cara ainda nao converteu diretamente preço de 2500.00 nesse aparelho aqui no brasil ainda e sonhar acordado provalmente preço ira cair depois do lançamento nao acredito esse ponto e so comprar com preços praticados com outros fabircantes por isso hoje em dia esta buscando custo beneficio o jeito comprar desses sites chineses principalmente Xiaomi.

  • Danchio

    Olha, é impressão minha ou a Apple está começando a ficar pra tras no quesito preço dos aparelhos: O iphone7 (ou seja, o mais novo) 32gb já se acha por menos de 3k e esse aí por quase 5k?

    • Thiago

      Relaxa… no próximo ela lança novos aparelhos com novos preços iMágicos.

  • “capacidade de armazenamento quase infinita para um celular e uma
    quantidade de RAM que seria suficiente até para abrir duas abas no
    Chrome”
    Ri demais, mas achei racista e preconceituoso contra o pobre do Chrome!!!!
    kkkkkkkkk

  • Douglas

    ROM stock da Asus é um horror mesmo.. e aquele botão de “Limpar” obstruindo a data ali? Fora os erros bisonhos de português.

    Que Deus abençoe as roms customizadas auhauhua

  • Indisposed

    Essa ZenUI é horrivelmente feia além desses erros de tradução ridículos que mostram que eles não tem nenhum zelo com o software. E meu deus do ceú essas bordas pretas ao redor da tela me lembram aqueles xing lings de 50 dólares errrg.

  • jairo

    Review impecável , não compraria este ze phone, muito caro pelo que oferece

  • “Os botões capacitivos são retroiluminados (aleluia!) e, assim como nos outros smartphones da Asus, o leitor de impressões digitais fica na traseira, talvez a pior localização entre as três possíveis (frontal, traseira e lateral).”

    Questão de opinião, primeira coisa que eu faço num aparelho com botões capacitivos é desativar a retroiluminação e o smartlock contorna bem o “problema” da mesa (não é como se fosse sair deixando o telefone de quase 5 mil reais parado na mesa em todo lugar que vai).

  • top!!

  • Marcelo Carvalho

    Depois de 12 meses o valor desses telefones Android TOP de linha será menos que um smartphone de entrada.

  • Carlos
  • Totonho Lima

    Aqui so tem cara metido a fodão em tecnologia de celular……….mas dizem que o unico celular que enfrenta os iphones da vida são os da marca HTC………..fui.,mas aqui no BRASIL ele não atua mais,uma pena.Ele é top dos americanos depois do iphone ou junto nos EUA.