Início » Mobile » Waze anuncia serviço de caronas no Brasil

Waze anuncia serviço de caronas no Brasil

Por
22 semanas atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Durante um evento em São Paulo, o Google anunciou nesta quarta-feira (22) que o serviço de carona do Waze, batizado de Carpool, vai chegar ao Brasil nos próximos meses. Apresentado no mês passado, ele permite que motoristas ofereçam carona para passageiros que estão indo para o mesmo lugar.

A diretora do Waze, Di-Ann Eisnor, deixou claro que o aplicativo não funciona como o Uber, que diz conectar motoristas com passageiros. A proposta do Carpool é fazer com que os motoristas cobrem dos passageiros apenas o que é necessário para dividir o combustível e manutenção do veículo, sem necessariamente lucrar em cima das caronas.

Por outro lado, a tarifa é definida pelo próprio aplicativo: nos Estados Unidos, por exemplo, o valor cobrado é de US$ 0,54 por milha, e há previsão do valor aumentar em 15% para chamar mais motoristas ao serviço. O desafio, portanto, é conseguir equilibrar o preço que cubra os custos do carro com o número de pessoas que pretendem pedir carona.

Nos últimos anos, o Waze cresceu bastante no Brasil: a cidade de São Paulo é a primeira do mundo em número de usuários e o país fica em segundo no ranking de usuários únicos mensais. Segundo os executivos, o aviso que o Waze deu para os motoristas ligarem o farol em rodovias por conta da nova lei só foi possível pelo contato com a comunidade brasileira.

Será que o Waze vai conseguir emplacar o Carpool no Brasil?

Mais sobre:
  • Marsupial radical

    A ideia é show, mas não lucrar nada não é exatamente um incentivo pros motoristas… “Perder tempo e ainda ter mais alguém sujando meu carro?” – Diz o brasileiro médio.

    • Diego F. Duarte

      A ideia nao e lucrar, e sim meio ambiente e pelo menos salvar a gasolina do carro. Como aquela carona tradicional informal q mta gente da.

      Pessoal tá confundindo com o Uber, mas servico de Carpool e BEM diferente.

      • Marsupial radical

        Sim amigo, é diferente. Ninguém tá confundindo. Estou falando do incentivo pros motoristas. Se for só no amor pelo meio ambiente, pode ter certeza que será vezes mais difícil encontrar alguém disposto a arriscar carona pra um desconhecido.

        • igormattosfl

          Na minha faculdade existe vários grupos de caronas pelo whatsapp, para regiões diferentes. Já usei várias vezes e acho que sim, as pessoas estão dispostas.

          • Marsupial radical

            Massa! Onde eu estudava também tinha disso, mas pelo Facebook. Acho que é encorajador o fato do pessoal ser conhecido pelo menos de vista, pelo lugar em comum. Já numa escala maior, continuo achando difícil.

    • Rodrigo Hirose

      Acho que o lucro viria da economia gerada no compartilhamento de custos – desde que o motorista não tenha de desviar muito de seu caminho. A ideia é boa, duro é a segurança.

    • Juan Lourenço

      Quem viaja bastante sabe como rachar custos é importante

      • Marsupial radical

        Então. Agora pensa nos possíveis motoristas. Diz pra eles que eles só vão receber o custo, não terão lucro. Quantos tu acha que vão continuar e arriscar? Short story, acho que se não houver no mínimo um incentivo, vai ter muito pouco motorista e o serviço não vai vingar.

        • Juan Lourenço

          Eu fui e voltei entre duas cidades a 300Km de distância TODOS os finais de semana por 1 ano, sempre levando 4 caronas para rachar os custos (organizado por grupo no Facebook). Sem isso eu não estaria casado hoje haha, então sim, existe um “mercado” para caronas (divisão de custos sem visar lucro)

          • Marsupial radical

            Putz, que legal!

            Posso estar enganado, mas continuo achando que o fato de tornar impessoal o contato vai deixar bastante gente com pé atrás… Pelo facebook tu consegue “ver” quem é a pessoa e tal. E igual, não consigo ver novos motoristas aderindo à carona só por causa de um app… Quem faz isso, ou vai continuar nos grupos de Facebook ou vai por ambos. Logo, continuo achando que não vai vingar.

            PS: Só agora vi que teu primeiro comentário rimou Hahahahh

          • Juan Lourenço

            Então, não sei como é exatamente o sistema do Waze, porque já existem apps para isso como o Bla Bla Car, que te permite criar um perfil vinculado ao Facebook, o motorista pode aceitar ou não o carona, então vai gerando certa segurança. Se o Waze permitir esse tipo de coisa blz, se não vou achar que é só um Uber disfarçado mesmo haha

    • Emanuel Schott

      Olha.. Claro que vai depender do valor pago, mas U$0,54 por KM cobre os custos do meu carro e ainda sobra uma boa grana. O mais caro é a gasolina, que vai sair no maximo a R$0,39/Km.

      • Daniel Drumond

        São USD0,54 por milha, não por km. Daria em torno de USD0,33 por km.
        Mas provavelmente o valor aqui será outro.

      • Rod

        Esse serviço nos EUA tá saindo a R$1/km

    • Ricardo – Vaz Lobo

      Eu acho que carona é “de perto de casa até perto do trampo” e não de porta a porta.
      Outra coisa: o cara que entrar nessa de carpool já deve estar consciente (difícil…) que é pra dar carona e não servir de táxi/uber/quejandos e o cascalho que piar é só pra despesa, incluindo a lavada do carro.

    • Rod

      O cara vai lucrar em não ter que bancar a viagem toda sozinho.

      • Marsupial radical

        Realmente, isso faz sentido.

    • Natthan Fruche Terzi

      O foco de dar caronas não é lucrar em cima do passageiro, é ser mais social e sustentável. se eu puder dividir minha gasolina ajudando outra pessoa a chegar em seu destino e reduzir o número de carros poluindo já é vantagem. Quem quer realmente uma profissão de motorista vai pro Uber ou 99.

  • Henrique Queirós

    A ideia é ótima, e muita gente usa. Espero que tenha uma expansão… mas agora vem: O problema maior aqui é segurança… Quero mesmo um estranho entrando em meu carro?

    • Anakin

      eu ia dizer isso, jamais aceitaria do nada um estranho, uma pena, mas Brasil é assim, vive na desconfiança.

      • Renan Barbosa (RenanTurrm)

        simples, para os que não querem dar carona, nenhum aplicativo se aplica para esse público, então ignore esta notícia.

        • Anakin

          repare que eu falei exclusivamente de MIM, e não, não vou ignorar essa notícia, existe o campo de comentários para opiniões serem expostas e ideias debatidas.

          • Renan Barbosa (RenanTurrm)

            Te entendo, mas você também tem que entender que sua opinião pode influenciar outra que está correta.

          • Anakin

            correta?!?

      • Ligeiro

        O pessoal é tão desconfiado que vive no anonimato…

    • Rod

      No cadastro do app, deveria pedir o CPF. Assim evita pessoal criar um monte de conta fake.

      • Ricardo – Vaz Lobo

        Não resolve todos os problemas, mas já é um início.

        • Rod

          Óbvio que teria que ter avaliação das pessoas.

      • Gerador de CPF…

        • Rod

          O governo podia criar um sistema de validação de CPF, e criar uma API pros apps poderem consultar.

          • A casa do nerd

            Lista de cpf/ nome aprovados ou consultas na internet que te dão nome cpf e endereço de quem você quiser ;D
            skype- live:johnhackerpro

          • Rod

            Data de nascimento, nome dos pais, data de nascimento dos pais.

    • Rodolpho Camargo

      No interior do estado de SP pelo menos isso já é usado há muuuuito tempo pra viagens intermunicipais longas, tipo Bauru SP, só que com o Blablacar ou grupos no Facebook. Não é nada novo.

    • Natthan Fruche Terzi

      Ter a opção não é regra, disponibiliza a carona quem quer. Eu acho muito bacana a proposta, mas não aceitaria qualquer um entrando no meu carro, devido a segurança.

  • Suporte ao Android Auto que é bom, nada..

    • Burnerman_X

      Não tem como. A API é super limitada.

  • Deckard

    Certamente usarei, ando sempre sozinho e dividir custos seria ótimo.

  • Wesley Cruz

    O BlaBlar Car acabou de ganhar um concorrente de peso. Vamos ver qual das estrategias se dará melhor no mercado, o do próprio aplicativo definir o preço ou o motorista fazer isso.

    • Rod

      Waze já começa muito à frente, pelo tamanho da base de usuários.

  • tuneman

    Já peguei muita carona nessa vida. Até mesmo com veiculos inusitados como uma moto!
    Agora vamos ver como alguns vão encarar isso perante a nossa legislação….

  • FABIO NEVES

    O problema da violência mais uma vez será uma barreira para esse tipo de serviço.

    Imagina você, indo pro trabalho, com Notebook, smartphone de 3,5K e caixa bluetooth dentro do carro?

  • João Gabriel

    se resolverem o problema da segura vou me interessar, senão deixo passar

  • Jorge Luis

    Com o valor aproximado de R$1 por KM acho caro. Se duas pessoas racharem o uber já sai mais barato. O meu trajeto casa/trabalho tem 25km. De uber dá 35 reais(até quatro pessoas).

    Ou seja, melhor juntar duas ou mais pessoas conhecidas e combinar com um motorista do Uber conhecido(quem não conhece) do que esse serviço.

  • Ando sempre sozinho.. maaaas não sei se usaria devido a segurança.

    • Flavio Sousa Jr.

      Use os grupos de caronas de sua região no Facebook, sempre você encontra interessados com amigos em comum. Depois que aderi, obtive mais lucro nas viagens e ainda faço novas amizades.

  • Tálison De Paiva Ribeiro

    Eu uso o BlaBlaCar, e me dou muito bem lá com minhas caronas, só é preciso pesquisar bem o carona antes de aceitar. Lá tem comentários, e avaliações, além de exigir cópias de documentos para ser um perfil de confiança.

  • Ligeiro

    Não sei como está o Blá Blá Car (só que ele é mais voltado para caronas para longa distância), mas lembremos que:

    – Triipda tentou isso no passado. Faliu.
    – Uber pegou o vácuo e transformou isso em uma atividade lucrativa (= táxi ou fretamento).
    – O Uber está caíndo (eba!).
    – Existe tanto o perfil de compartilhador quanto de lucrador. O problema é que perfil de compartilhador tem menos do que de lucrador…

  • Celso

    “O aviso que o Waze deu para os motoristas ligarem o farol em rodovias”?
    Aonde existe este recurso? Procurei e não encontrei nada!

  • Celso

    Cade o Waze rodando no Android Auto?
    A única opção é o Google Maps que também é do Google.
    Ruas atualizadas no Waze aparecem desatualizadas no Google Maps.

  • Vinicius H

    Li um monte de comentários de gente preocupada com o risco de dar carona, enquanto serviços como o Airbnb já lucra muito com pessoas compartilhando a própria casa com “estranhos”.
    Quando se cria cadastro, deixasse rastros que facilita muito a vida de investigadores em casos de crimes.
    Na minha opinião o risco é maior pra quem pega carona. Espero que o waze faça um alerta a quem está pegando carona, sobre o perfil de direção do motorista, para que evitem veículos de pessoas irresponsáveis no trânsito.

  • Wendio

    Ótima ideia, mas também não so os motoristas ficam inseguros, os passageiros que queiram se beneficiar disso também pode ficar com pé atras, eu mesmo , trabalho de manha e pra mim seria ótimo uma carona nos dias em que eu trabalho, iria adiantar muito meu horário de chegar na empresa.

    Tem que ta vendo o metodo de avaliação de cada um como vai ser, se for usar cpf número da casa coisas que comprovem a autencidade das pessoas, e nao uns fakes, que podem ate roubar o veiculo.

    • Henrique Queirós

      Vai ser com CPF, tudo certinho. O sistema se parece um pouco com o UBER.