Início » Gadgets » Dell P2418HT, o monitor touch com bordas infinitas

Dell P2418HT, o monitor touch com bordas infinitas

Monitor de 24 polegadas da Dell é sensível ao toque e tem suporte articulado

Por
28 semanas atrás

Apresentado no começo do ano, o monitor Dell P2418HT é um produto voltado para quem precisa de produtividade, segundo a marca. Ele tem uma tela sensível ao toque de 24 polegadas, um design diferenciado, bordas laterais quase inexistentes e suporte articulado.

Por um preço acima da média, de R$ 1.500, será que ele é uma boa opção? Veremos neste breve review.

Design

Sem dúvidas, é aqui onde está o maior trunfo do P2418HT. Em tempos de telas infinitas, um design com bordas laterais pouco notáveis é muito bem-vindo, ainda mais para um monitor. De fato, esse desenho melhora a concentração na tela e faz com que o monitor dê mais respiro a uma mesa cheia.

De lado, o P2418HT nem é tão fino, mas isso não faz tanta diferença. Ele vem com um suporte versátil que permite vários ângulos de inclinação. O monitor pode ficar em posição normal, apoiado na mesa, ou até mesmo virado para cima — útil caso você queira usá-lo em pé.

Outra boa notícia é que ele tem várias entradas e portas. Há DisplayPort, HDMI e VGA (mas não DVI), três portas USB 3.0 (sendo duas laterais), duas portas USB 2.0 e uma saída para fones de ouvido de 3,5 mm.

Esses diferenciais são bem positivos e trazem a imagem de produto premium que a Dell costuma manter em seus dispositivos. Posso estar sendo chato demais, mas senti falta de um suporte mais versátil ainda, como o do S2716DG que mostrei no review do Alienware. O P2418HT não se inclina para os lados e nem para trás ou para frente sem se mexer verticalmente, por exemplo.

Hardware e telas

Aqui também deveria ser o maior trunfo do P2418HT, mas nem tudo são flores. Mas vamos começar pelo que é bom: o display. As cores agradam pela saturação, sem atrapalhar a visão e mantendo a fidelidade.

O brilho e o contraste também estão dentro do esperado para esta faixa de preço, e ambos têm bons extremos para configurar de acordo com as variações de iluminação. O material fosco (em vez de reflexivo) no display é importante, já que a tela reflete pouca luz. Essa configuração é ideal para quem vai usar o monitor em um escritório com bastante luz natural e não quer deixar o brilho no máximo.

No entanto, outras características do P2418HT me incomodam um pouco. A tela de 24 polegadas tem resolução de 1920×1080 pixels, o mesmo que você encontra em monitores bem mais baratos de 21,5 polegadas. Tudo bem que essa resolução também é popular em telas de 24 polegadas, mas me agradaria mais ter uma tela 2K para compensar o preço acima da média e aproveitar o tamanho do monitor.

Falo isso porque também há outras especificações que não condizem muito com o preço. Por exemplo, o tempo de resposta tem 6 ms (cinza a cinza) enquanto outros monitores da mesma faixa de preço já ficam na casa dos 2 ms ou até 1 ms. Claro, essas especificações fazem mais sentido para um produto voltado para gamers — mas, preço a preço, eu me sentiria mais confortável recomendando um produto que não sacrifica especificações pelo design ou painel sensível ao toque.

Ah sim, o touch! Quase tinha esquecido. A tela capacitiva não deixa a desejar e se integra bem ao sistema, mas senti falta de uma caneta para trazer mais precisão. Principalmente no Windows 10, com tantas ferramentas que aproveitam a escrita, como o Windows Ink. Com o dedo não é a mesma coisa (e seria bem confortável desenhar ou escrever nessa posição inclinada do P2418HT.

Conclusão

O P2418HT é muito bem acabado. A Dell realmente acertou com essas “bordas infinitas”. Mas, por dentro, eu esperava mais.

Vamos aos concorrentes. O Asus VS248H-P, por exemplo, tem as mesmas 24 polegadas, mas tempo de resposta de 2 ms e custa R$ 780. O VX248H, da mesma marca, vem com tempo de resposta de 1 ms e até alto-falante integrado por cerca de R$ 1 mil. Ambos não têm touch e também se limitam a 1080p, mas saem por 500 reais a menos que o P2418HT.

Outra opção sem abrir mão da marca Dell é o S2318H: a base dele não é móvel e ele não tem touch, mas ele vem com 23 polegadas (uma a menos!) o mesmo tempo de resposta e custa R$ 879. Definitivamente uma boa alternativa para quem gosta de bordas infinitas e gosta da Dell.

Eu perdoaria o preço do P2418HT se a resolução fosse maior: com 2560×1440 pixels, por exemplo, esse monitor da Dell teria um bom custo-benefício. Mas não: o touch encarece o monitor e nem é tão bem aproveitado por usuários especializados quanto poderia.

De qualquer forma, o monitor está longe de ser ruim. Ele pode ser uma boa opção para quem precisa eventualmente de uma touchscreen e quer entrar na onda das bordas infinitas, não se incomodando com resolução de 1080p ou tempo de resposta não tão baixo.

Nessas configurações, o preço fica acima da média, mas as características estão abaixo da média.

Pontos positivos

  • Design premium e suporte bem articulado
  • Bordas infinitas fazem diferença em um monitor
  • Cores bem saturadas e brilho ótimo
  • Portas, portas, portas

Pontos negativos

  • Características medianas, mas preço acima da média
  • 1080p é pouco para 24 polegadas
  • Lucas Carvalho

    “Ele pode ser uma boa opção para QUEM precisa eventualmente de uma touchscreen”

  • Gustave Dupré

    FullHD é perfeitamente aceitável para monitor de 24″, o preço que a Dell está ofertando que não é. Concordo com você na questão da borda infinita, realmente ficou maravilhoso.

    A Dell tem um outro modelo intitulado S2318H que é 23″, custa R$ 879,00, fullHD a 60Hz, 6 ms, que para trabalhar eu acho bem melhor que esse.
    Aliás a Dell atualizou essa semana, ou fim de semana, os monitores vendidos no Brasil, vale
    apena dar uma olhada.

    Agora se você quer um monitor nessa faixa de preço com um bom custo beneficio eu estou achando bacana esse monitor da LG ultrawide, modelo 29UM68-P, 29″,custa é torno de 1300~1500, 2560 x 1080a 75Hz, 5ms.

    • Bem apontado sobre esse modelo! Vou colocar como recomendação no review também — é realmente interessante. Valeu!

    • Guilherme Batista

      Eles tem a linha P que é quase toda FHD também e é bem mais em conta

  • Dois termos que precisamos redefinir:

    01 – Alguma coisa “quebrou a internet”;

    02 – Bordas infinitas (que não são infinitas).

    • Marcus Araújo

      Concordo, esses termos puro marketing deveriam apenas ser mencionados como uma colocação do fabricante, mas não como características do produto numa matéria. Isso vale para essa borda infinita, para as telas Retina e mais um monte de casos em que virou muito comum no mundo da tecnologia que, ao lermos, pensamos se tratar de algo realmente único, icônico e inovador, mas que na verdade não passa de mais do mesmo do que aí já está, mas agora com um nome pomposo.

    • Guilherme Batista

      Marketing né.

      PS: pq no meu Windows apareceu um “baidu instalado com sucesso” depois de eu clicar em responder?

  • Jacques

    Tempo de resposta de 1 ou 2ms é mito, o mais perto disso só existe em monitores 144hz que são TN e não IPS, 6ms reais pra IPS é muito bom, maioria dos IPS da LG mesmo tem tempo de resposta 2 a 3x pior que os dell.

    Pelo preço achei razoável, o normal sem touch tá na faixa de 1000.

    E vale lembrar das coisas boas da dell: 3 anos de garantia, que inclui dead pixel que a maioria tá nem ai, o hub usb 3.0 e o suporte que dá de 10×0 nos outros monitores mais em conta.

  • Guilherme Karvatzki

    Nunca tive outro monitor “foda” pra comparar, mas o meu atual é um Dell Ultrasharp u2415, é 16×10 (1920×1200), não é touch, mas pra trabalhar é uma maravilha, os 99% de cores sRGB e esses 120px de altura a mais valem cada centavo dos meros R$1500.

  • Quais as % de cobertura do Adobe RGB / sRGB?

    • Guilherme Batista

      Geralmente a linha P tem 86% de precisão, precisão mais alta é só na linha U

  • Anderson Freitas

    Gente, porque vocês promulgam essa asneira de borda infinita? É finita sim da pra medir e ver. Poxa!

  • Wololo ✔

    Faltou o FreeSync né DELL? Isso já deveria ser padrão nos monitores.

    • Louis

      Você está confundido com um monitor gamer.

      A intenção da Dell não é essa.

      Você deve olhar em outras fabricantes.

  • Marcus Araújo

    Sinceramente, continuo achando uma perda de tempo insistir no touch no Windows em dispositivos que não são unicamente tablets (ou pelo menos um 2-em-1 com teclado destacável).

    Qualquer tela touch para Windows que não se encaixe nesses dois quesitos, para mim, são desperdício de dinheiro e de tecnologia. Outro fator pertinente seria para quem tem a necessidade específica de uma tela touch (desenhistas, talvez, ou um restaurante que vise disponibilizar seu cardápio para pedidos por telas touch espalhadas no estabelecimento). De resto, é só moda das empresas e da MS de tentar vingar o touch no desktop para o usuário doméstico e corporativo, que pelo visto ainda não vai vingar e está longe de vingar (se um dia finalmente vingar, e se a MS não desistir da ideia até lá, tendo em vista seu histórico em lidar com fracassos abandonando rapidamente a ideia).

    • Caio

      Concordo, num Surface Studio dá vida é bem legal. Mas em um monitor convencional, acho no mínimo desnecessário. Alguém aí tem um e costuma usar?

    • Jeremy Goncalles White

      Marcus Araújo, isso significa que consigo desenhar no PS e outros software e ter uma resposta e velocidade excelente nesse modelo de monitor?

  • Molinex

    E olha que eu gosto da Dell, nunca tive problema com a marca, mas monitor por esse preço, pode ter borda infinita, tela touch, fazer suco de laranja, e até grilhar uns bifes… Mesmo assim eu passo…

    • Gertrudes, a Lhama

      Se viesse com os bifes inclusos até ia

      • Molinex

        Por esse preço, só se for filé mignon, e como filé, a gente não grelha tem que selar na frigideira, teria que vir de brinde a paola carosella, só pra preparar os bifes… Aí sim…

  • Vinicius Wagner

    Acho que pra um monitor de 24 polegadas ou mais é fundamental uma resolução maior que Full HD. Possuo um de 23 FHD e acho a definição um pouco baixa…se e um gastasse esse valor em um monitor teria que ser 4K.

    • Guilherme Batista

      Concordo, tem que ser um 2560×1440

      • Pavlos Euthymiou

        Pessoal, desculpe a minha ignorância. Mas tenho um velho Samsung SyncMaster de 22″ e resolução de 1680 x 1050. Acabei de comprar um Note Dell Full Hd e quero ligá-lo a um monitor Full HD – de preferência Dell. Por que a resolução Full HD fica tão ‘baixa’ assim em 24″?

        Outra coisa: se eu conectar meu note (máx. full hd) ao monitor 2K, por exemplo, o que vai acontecer? Vou usar ‘metade’ da tela do monitor ou ele faz um upscaling do meu full pro 2k?

        Obrigado pelas dicas!

  • Louis

    Ano passado comprei um monitor Dell com Infinity Display para meu Mac.

    Não é a versão touch, até porque não vejo a necessidade para meu uso.

    É o tipo de dispositivo que chama a atenção pelo design e qualidade.

    É uma ótima opção de compra, ainda mais agora que a linha de monitores foi atualizada.

  • Baidu

    25% do preço dos monitores Dell são por causa do nome Dell, para os noobs iletrados alienados falaram para “uzamigo” que possuem um monitor “dél”

  • Guilherme Batista

    Resumindo, tem opções melhores da própria Dell, se você ignorar o “design premium”:
    http://accessories.la.dell.com/sna/productdetail.aspx?c=br&cs=brdhs1&l=pt&sku=210-AJIY

    Se a borda infinita não for um must have, tem um mais vantajoso ainda:
    http://accessories.la.dell.com/sna/productdetail.aspx?c=br&cs=brdhs1&l=pt&sku=210-AGQY

  • marcgtsr

    Sério q o Sabichão comparou monitor IPS com TN sem citar isso, sem falar da vantagem do IPS…
    Amadorismo é apelido.

  • Wellington Souza

    Tenho um desses, troquei o LG Ultrawide por ele e não me arrependo. mas estou penando para encontrar caneta (que tenha sensibilidade a pressão) pra usar… alguém indica!?