Início » Negócios » Fnac Brasil é adquirida pela Livraria Cultura

Fnac Brasil é adquirida pela Livraria Cultura

Felipe Ventura Por

A Fnac, rede francesa de livros e produtos eletrônicos, anunciou em fevereiro que não estava mais interessada no Brasil. Desde então, ela procurava um sócio para assumir controle das lojas. Felizmente, ela encontrou.

A Livraria Cultura acaba de anunciar que adquiriu a totalidade da Fnac Brasil: isso inclui as 12 lojas em sete estados, mais a operação online. A transação deve ser concluída nas próximas semanas; o valor não foi divulgado.

Foto por kikesan/Flickr

Isso significa que a Livraria Cultura acaba de expandir sua presença para além de suas 18 lojas em Brasília, Campinas, Curitiba, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo. Segundo o Valor, a Fnac vai conceder a licença de uso da sua marca, então as lojas físicas não devem sofrer grandes alterações.

A Fnac desembarcou no Brasil em 1998 planejando uma grande expansão, mas isso não aconteceu. Ela acabou perdendo espaço para a concorrência, especialmente na venda de livros pela internet. A crise econômica só piorou as coisas. O país representa menos de 2% de suas vendas globais.

A Livraria Cultura, por sua vez, também passa por desafios. A receita vem caindo há algum tempo, de R$ 460 milhões em 2014 para R$ 380 milhões no ano passado. Rumores diziam que ela estava negociando uma fusão com a Saraiva; o presidente da Cultura, Sergio Herz, nega.

Com informações: Valor Econômico.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Cristiano Guaglianoni
Vem o BRASILEIRO e faz isso o que? Tu quer que paguemos mais caro só porque testamos o produto na loja? Não seria bem mais simples eles praticarem, pelo menos, o mesmo preço das outras lojas? O BRASILEIRO tá sem dinheiro no bolso, meu filho... Não é nem questão de orgulho, é questão de coerência.. Coerência essa que americano, europeu, etc, também tem: pagar menos!
Michel Bazzo
Implicando que de deixar alguns produtos para teste cause elevação de valores para quase todos produtos.
FABIO NEVES
Ué? Kkkk
GreatU2
Por isso que essas lojas vão embora do Brasil. Porque trazem uma experiência diferente, mas ai vem o BRASILEIRO, faz isso, e ainda se orgulha. A gente merece Casas Bahia mesmo, não tem jeito.
Mimi
E lá se vai mais uma loja que não teve sucesso em prosperar num país burocrático e sem concorrência. E agora Cultura e Saraiva ? Concorrência Zero ! O maior prejudicado é sempre o consumidor.
Victor Hugo
Também , com os preços que essas duas cobram tem que falir mesmo.
Jambeiro
Porque a matéria fala da Livraria Cultura, não da Leitura.
Ligeiro
E foi exatamente por isso que a FNAC faliu no país :V
felipecn
Geralmente a Cultura tinha preços mais caros e no programa de fidelidade deles cobrava o mesmo que as outras lojas. Mas ultimamente notei que estão mais agressivos nisso, e quase sempre é o mesmo preço das outras lojas. Dependendo do caso, é até mais barato que o resto. Comprei diversos livros recentemente porque estavam uns 20% mais baratos que no restante.
Thiago
Estou vendo o pessoal reclamar dos preços da Fnac, mas de vez em quando fazem umas promoções e ela tem sim preços competitivos. Recentemente montei um apartamento e fiz uma extensa busca de preços. Acabei comprando um fogão, uma lavadora e mais recentemente um aparelho de barbear na Fnac, foram os melhores preços que encontrei.
Frank Vinnicyus
Exato! As lojas são enormes e cheias de produtos bacanas, alguns que não se encontra fisicamente em outros lugares. Passear lá e testar os produtos é um ótimo programa (já gastei mais de hora assim), já comprar...
Lissandro
Rapaz, mas deveria pensar nessa joint com a Saraiva, que também não está lá tão com tudo em cima. Seria demais ver as 3 se juntarem, especialmente sob um novo nome
Love Walkers
Sim, pq?
Eduardo Alvim
Leitura?
Love Walkers
Sempre achei os preços na leitura bem baratos em relação a outras livrarias
Trovalds
Não houve fusão. Releia a notícia.
Kaio
Eu sempre comparo os valores nas lojas e geralmente saraiva e amazon tem os melhores preços.
Murilo Rafael De Mello
Nunca tive essa impressão da Cultura, sempre achei que eles tivessem bem de acordo com as outras lojas - as vezes mais caro, as vezes mais barato. Comprei a trilogia do comando sul todo na Cultura, não achei local mais barato. Agora a FNAC chega a ser ridícula - é muito legal lá ver os lançamentos, mas na hora de comprar, google shopping. Enfim, agora migrei para os ebooks, então esses investimentos em livros baratearam bastante :)
Ricardo - Vaz Lobo
Salvo alguma coisa masterfuckerosa por trás, não vejo como essa "união de sinergias" vire algo rentável, isso sendo muito otimista.
FABIO NEVES
A FNAC pratica extorsão nos preços. Então não vai mudar muita coisa.... Eles nunca se preocuparam em disputar o mercado de preços. Nem parcelamento em 10x eles aceitavam até um ano atrás ( Só com o cartão exclusivo da loja )
FABIO NEVES
A FNAC nunca passou de uma grande vitrine para mim... Lá eu testava desde Smartphones, jogos de Videogames e fones de ouvido antes de comprá-los. É um grande playground para entusiastas em tecnologia. Inclusive, só comprei meu Chromebook depois de testá-lo na loja. Só não rolava comprar, a exceção de uma ou outra promoção.
Cesar Cardoso
É um abraço de afogado. Duas empresas que vendem para uma público de mais alta renda, que partiu pra comprar via internet, dependendo do caso direto do exterior. O que talvez possa ajudar a Cultura nisso tudo é que, mantendo a marca Fnac, pode expandir para áudio, vídeo, informática e celulares. Mas não sei se vai ser suficiente pra evitar da Cultura ser comprada pela Saraiva - espero que seja o suficiente, mas enfim. Amazon é wet dream, não vem para o varejo até porque não tem produto formatado para varejo físico nem nos EUA, agora é que tão testando o Amazon Go. (Editado para clarificar uma opinião)
Mago Erudito®
FNAC < Saraiva + Cultura < Amazon Anotem aí.
C. Herrera
Não gosto dessas fusões. A qualidade dos serviços tende a diminuir, os preços tendem a aumentar, há menos concorrência e, portanto, menos opções para o consumidor que, muitas vezes, é obrigado a se contentar com "o que tem pra hoje".
Junior Brasil
Um dia desses o Sergio Herz falava: "se a Amazon bater em minha porta querendo comprar a Cultura, analisaremos a venda, porque ninguém sobrevive no mercado somente com experiência e tudo mais", aí agora vem essa notícia... sei... tá com cara de quem tá quebrando mesmo né? Acho que não!
Erick Willians
Ai vem a Saraiva ou a Amazon e compra a Cultura kkk
Kaio
A livraria cultura tbm não é conhecida por praticar os melhores preços. A FNAC tem/tinha outro problema sério que era o frete caro para regiões fora dos grandes centros.
Murilo Rafael De Mello
Com os preços que a FNAC praticava, nada de surpreendente aqui.