Magazine Luiza fecha compra da Estante Virtual por R$ 31 milhões

Estante Virtual foi vendida ao Magazine Luiza pela Livraria Cultura, que enfrenta recuperação judicial

Emerson Alecrim
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses
Magazine Luiza (Imagem: Divulgação)

Pouco mais de um mês depois do sinal verde dado pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), o Magazine Luiza fechou um acordo para comprar a Estante Virtual da Livraria Cultura. Pelo negócio, a companhia irá desembolsar R$ 31 milhões.

A Estante Virtual foi criada em 2005 e, no decorrer dos anos, se consolidou como o mais popular sebo online do Brasil. Em dezembro de 2017, a Livraria Cultura comprou a empresa como parte de sua estratégia de expansão.

Não dá para dizer que foi um negócio feliz. Na época, a Livraria Cultura já enfrentava sérios problemas financeiros e, desde então, a situação só piorou. Depois de mergulhar em uma crise profunda por acumular dívidas que somam R$ 285 milhões, a companhia pediu recuperação judicial em outubro de 2018.

Vender a Estande Virtual seria inevitável. A operação de venda foi aprovada em setembro de 2019 pelos credores. No final do mesmo ano, o Cade autorizou a compra da Estande Virtual pelo Magazine Luiza.

Estante Virtual

O negócio foi avaliado em R$ 42,5 milhões, mas vai custar ao Magazine Luiza R$ 31 milhões por conta do desconto de dívidas. A operação deverá ser finalizada em até 10 dias.

Enquanto a Livraria Cultura passa por recuperação judicial, o Magazine Luiza triunfa no mercado. No ano passado, a companhia chegou a travar uma guerra contra a Centauro para comprar a Netshoes e, após vários “lances” de ambas as partes, se saiu vencedora ao oferecer US$ 115 milhões pela loja online de artigos esportivos.

Com informações: Estadão.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Canal Exclusivo

Relacionados