Início » Negócios » Cabify vai começar a cobrar tarifa dinâmica

Cabify vai começar a cobrar tarifa dinâmica

Por
30 semanas atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Um dos diferenciais do Cabify em relação ao Uber é a não cobrança de tarifa dinâmica, aquele aumento temporário nos preços que é aplicado quando a demanda é alta. Melhor dizendo, era um diferencial: a partir desta quinta-feira (23), o Cabify começará a aplicar tarifa dinâmica quando houver mais procura por viagens do que motoristas disponíveis.

Isso significa que, se você pedir uma corrida pelo Cabify na saída de um show, quando houver greve no transporte público ou em qualquer outra situação que gerar grande procura pelo serviço, provavelmente a cobrança será maior do que a média tarifária do trajeto em condições de normalidade.

cabify

De acordo com a empresa, a tarifa dinâmica deverá servir de incentivo para que motoristas se desloquem para regiões de maior rentabilidade ou continuem trabalhando quando a procura pelo serviço aumenta. À Folha de S.Paulo, Luis Saicali, diretor de operações do Cabify, disse que o usuário também será beneficiado, pois conseguirá ser atendido mais rapidamente.

A aplicação da tarifa dinâmica será ligeiramente diferente daquela que é realizada pelo Uber: o Cabify afirma que o valor adicional será baseado apenas na distância a ser percorrida. O Uber, por sua vez, usa esse parâmetro, mas também leva em conta o tempo de deslocamento.

Inicialmente, a cobrança adicional começará por Santos (SP), mas deve chegar às outras cidades brasileiras atendidas pelo Cabify até o próximo mês. Outros países também estão incluídos na decisão, como Portugal e Colômbia.

Para os usuários a decisão não agrada, mas, para muitos motoristas, era esperada há tempos: não são raros os casos de condutores que ficam longe do sistema do Cabify e trabalham só com o Uber em circunstâncias de alta demanda para obter mais ganhos com o aumento temporário de preços deste.

Vale lembrar que a 99 também passou a aplicar tarifa dinâmica recentemente. Na ocasião, a companhia deu uma justificativa parecida: garantir que o usuário seja atendido mais rapidamente.

Mais sobre: