A Nintendo já começou 2018 tendo motivos para comemorar. Em um relatório divulgado hoje, a empresa anunciou que o Nintendo Switch tornou-se o console vendido mais rapidamente na história dos Estados Unidos. Foram 4,8 milhões de unidades comercializadas em apenas 10 meses.

O curioso é que o recorde anterior era da própria Nintendo. Em 2007, foram vendidas 4 milhões de unidades do Nintendo Wii no mesmo período. “Agora que mais pessoas receberam seus Nintendo Switch durante os feriados de fim de ano, nós estamos ansiosos para trazer novas surpresas divertidas em 2018 e além”, disse Reggie Fils-Aimé, presidente da Nintendo of America.

Foto por Markus/Flickr

No mundo todo, o Nintendo Switch já ultrapassou a marca de 10 milhões de unidades, ficando bem próximo do objetivo de vender 14 milhões de unidades em um ano. Se essa marca for atingida, o console terá vendido, neste período, mais do que o Wii U em toda a sua história.

Boa parte do sucesso do Nintendo Switch se deve ao tamanho e a qualidade da biblioteca de jogos disponíveis desde o seu lançamento, em março do ano passado. Segundo o relatório, mais de 60% dos donos de um Nintendo Switch também compraram Super Mario Odyssey, e outros 55% adquiriram The Legend of Zelda: Breath of the Wild. Ambos os jogos foram aclamados tanto pela crítica e pelo público, sendo dois dos jogos mais bem avaliados da história.

Ainda segundo a Nintendo, já são mais de 300 jogos disponíveis para o Switch, criados tanto por estúdios independentes, como Golf Story, da Sidebar Games e Overcooked Special Edition, da Team 17 Digital, quanto por grandes desenvolvedoras, como FIFA 18, da EA e The Elder Scrolls V: Skyrim, da Bethesda.

Para 2018, a Nintendo promete trazer ainda mais jogos exclusivos, como Kirby Star Allies, Bayonetta, Bayonetta 2 e um game estrelando o simpático Yoshi. Além disso, também são esperados grandes lançamentos de desenvolvedoras e publishers de peso, como Activision, Ubisoft, EA, Bethesda, Capcom, Sega, entre outras.

Enquanto o Switch quebra recordes nos Estados Unidos, por aqui a Nintendo ainda não voltou oficialmente, desde que foi embora em 2014. Apesar de já ter realizado uma pesquisa com jogadores brasileiros em julho de 2017, a única presença oficial da Big N no Brasil é um site em português explicando como baixar jogos de 3DS e participar do programa de recompensas My Nintendo. Tanto o console quanto os jogos podem ser encontrados em lojas brasileiras, mas sem suporte ou assistência técnica oficiais.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Keaton
Esqueceu alguns: O Switch derrete no dock e não na sua mão. Nintendo só tem exclusivos. Nintendo só tem jogo infantil. Nintendo Switch nunca vai ter o Monster Hunter World... oh wait
Marco Pacheco
Isso aconteceu com meu compadre! PS4 parado tem 3 meses, desde quando chegou o switch...
Matheus
Entendo. Realmente nesses pontos que você falou é bem mais vantajoso para você manter só PC, e não ter o dois. No meu caso não consigo me adaptar ao PC como plataforma de jogo, é mais por isso que eu fiz essa pergunta.
Vitodroid
deixa eu ver? jogos, e talvez os servicos, ahh, tem tambem as funcionalidades online, mas isso cai nos servicos, bom, o switch é caro no brasil, os jogos sao caros mesmo no mercado cinza, ele vem com 32gb e sinceramente isso é minusculo, e a portabilidade não é algo que eu procuro, e essa é a maior arma do switch. Vendo pela parte dos jogos, eles terao ports que rodam pior de maneira geral, e ainda serão mais caros. fora que e biblioteca é infinitamente menor que a minha atual plataforma (PC), colocando tudo na ponta do lapis, eu faria um belo de um upgrade pelos 1700~2000 que eu pagaria pelo switch (vga, ryzen e 16gb de ram), manteria meus acessorios (g402, ck104 e hyperx cloud) e isso que eu nao contei a base, que eu já tenho, (fonte 500w, ssd 120gb, hd`s 2.5tb, monitor de 23''), pra mim realmente nao vale a pena, porque eu teria de largar mão de toda a plataforma atual, com 80 jogos na steam e mais uns na origin e uplay, e pegar um console novo, que nao é certeza de sucesso daqui 2~3 anos, com ports de qualidade duvidosa (doom @30 fps) e sem garantia da nintendo brasil? não vejo isso como um bom negocio.
Matheus
Mas assim, o que te faria comprar um Switch? Quais jogos iriam fazer você se interessar? Ou é mais pela versão melhor no PC? É que, por exemplo, às vezes pode haver jogos que façam bom uso dos controles de movimentos do Switch, como LA Noire. Se isso não te agradar (além dos exclusivos e da portabilidade), realmente talvez o Switch não seja para ti.
Maico Andrade
Ô nintendo, adianto logo o lançamento do Megaman 11. Só isso!
danielnbl

Maravilha. E poderia ter sido bem mais caso ela não tivesse tido problemas com a produção.

daniel
Maravilha. E poderia ter sido bem mais caso ela não tivesse tido problemas com a produção.
Paul
Sinceramente? Estou contente pela Nintendo estar tendo êxito com o Switch. Eu comecei minha jornada nos games no console deles, que foi o MARAVILHOSO SNES. Fora que, Mario e Donkey Kong estiveram presentes durante toda minha infância, foi bem feliz. A galera de hje só se importa com GRÁFICOS, 60fps e blábláblá. Eu ñ, foco na diversão, seja ela em 480p ou 4K, e a Nintendo sabe muito bem como criar franquias divertidas. Pra resumir o sucesso: Diversão >> gráficos.
LessTech
Ser "segundo console" não quer dizer necessariamente que o console é inferior. É a possibilidade de uma pessoa ter mais de um: Um hardcore pesado, que você deixa na sala de casa, e um portátil que preza a mobilidade.
LessTech
Isso que você escreveu não faz o menor sentido. Não existe isso de investir menos para ser um segundo console em posição de mercado. Ela investiu no desenvolvimento de um produto que atinge um público diferente do da Sony e da MS, um público que presa a mobilidade e não necessariamente gráficos ultra realistas ou alto poder de processamento. Da forma que fizeram, eles realmente não duelam diretamente com Sony ou MS e ainda assim conseguem vender o console para os mesmos consumidores. É uma estratégia inteligente não bater de frente com um produto similar.
Heitor89
kkkkkkk
Luiz Lima
Uma empresa de segmento único, onde um erro pode custar mais do que a perda de milhões de dólares, consegue se reinventar e se levantar com a mesma velocidade que caiu, isso eu só vejo na Nintendo; além de competir bravamente (ainda que pela tangente) com duas das mais poderosas empresas do mundo (Sony e MS). Acompanhar a história da Nintendo eh como assistir a um excelente vídeo motivacional.
zoiuduu .
qual será q foi o console mais vendido rapidamente do mundo?
Gertrudes, a Lhama Morta

Sim, quanto mais opção melhor. Vivo dizendo que o mercado sofreria muito se a Nintendo resolvesse lançar um "Playstation" com a marca dela. Já existem 2 consoles assim.

Exibir mais comentários