Início » Negócios » eBay vai deixar de usar PayPal como principal forma de pagamento

eBay vai deixar de usar PayPal como principal forma de pagamento

Por
1 ano e meio atrás

A relação do eBay com o PayPal é tão próxima que é difícil imaginar os dois serviços se separando, mas é exatamente isso o que vai acontecer: depois de mais de 15 anos de parceria, o eBay deixará de usar o PayPal como serviço principal de pagamento.

Se você já fez compras no eBay, sabe como funciona: por padrão, é necessário fazer login no PayPal para concluir a compra. A partir do segundo semestre, vai ser diferente. O eBay utilizará um método de pagamento desenvolvido pela Adyen.

eBay + PayPal

Não é uma simples substituição. Ao contrário do PayPal, a Adyen implementa sistemas de pagamento de modo nativo, ou seja, dentro da plataforma. Assim, o usuário não precisa fazer login em outro serviço para concluir a compra. Os sistemas da Adyen já são usados no Uber, Spotify e Netflix, por exemplo.

O processo de troca será gradual por razões técnicas e contratuais. O novo serviço entrará em funcionamento no segundo semestre, mas em escala pequena. Em 2019, à medida que testes e ajustes forem executados, a solução da Adyen será expandida. O plano do eBay é migrar toda a base de clientes e vendedores até 2021.

Oficialmente, a parceria termina em meados de 2020, quando o contrato com o eBay expira. Depois disso, será possível utilizar o sistema do PayPal como secundário. Só não está claro até quando.

Peter Thiel (também cofundador) e Elon MuskPeter Thiel (também cofundador) e Elon Musk

Peter Thiel (também cofundador) e Elon Musk

Embora uma migração como essa seja bastante trabalhosa, para o eBay, faz sentido: a própria companhia reconhece que terá mais controle sobre os pagamentos, o que a permitirá reduzir as taxas cobradas dos vendedores. Mesmo diminuindo, a arrecadação com as taxas deverá fazer a receita anual do eBay aumentar em US$ 2 bilhões.

Criado a partir da fusão da Confinity com a X.com, empresa fundada por Elon Musk, o PayPal passou a ser o sistema de pagamentos principal do eBay em 2002. No mesmo ano, o eBay anunciou a compra do PayPal por US$ 1,5 bilhão.

O serviço evoluiu, promoveu expansão internacional e, consequentemente, se tornou rentável. Cedendo à pressão de acionistas, o eBay deixou de controlar o PayPal em 2014. Com isso, as operações da empresa passaram a ser totalmente independentes.

Mesmo assim, o PayPal continuou como o principal sistema de pagamentos do eBay, embora, nos bastidores, a separação definitiva fosse vista como questão de tempo. Com base nisso, há boas chances de, em algum momento, o PayPal deixar de ser oferecido até como opção secundária.

Com informações: Recode.

Mais sobre: ,